BuyBack: o que é? Exemplo de empresas que fizeram BuyBack - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

BuyBack: o que é? Exemplo de empresas que fizeram BuyBack

Subscrever Agora

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


BuyBack: o que é? Exemplo de empresas que fizeram BuyBack

Um buyback, também conhecido como recompra de ações, ocorre quando uma empresa compra as suas próprias ações em circulação para reduzir o número de ações disponíveis no mercado aberto.

O que é o buyback e como funciona?

As empresas recompram ações por uma variedade de razões, tais como aumentar o valor das restantes ações, reduzindo a oferta ou para impedir outros acionistas de assumirem uma participação dominante.

Um buyback permite que as empresas invistam em si mesmas. A redução do número de ações em circulação no mercado aumenta a proporção de ações detidas pelos investidores. Uma empresa pode sentir que as suas ações estão subvalorizadas e fazer um buyback para proporcionar aos investidores um retorno. E como a empresa está em alta nas suas transações atuais, um buyback também aumenta a proporção de ganhos atribuídos a uma ação. Isto aumentará o preço das ações se o mesmo rácio preço/rendimento (P/E) for mantido.

As recompras de ações reduzem o número de ações existentes, fazendo com que cada uma valha uma percentagem maior da empresa. Os ganhos das ações por ação (EPS) aumentam desta forma, enquanto o rácio preço-ganho (P/E) diminui ou o preço das ações aumenta. Uma recompra de ações, mostra aos investidores que a empresa tem dinheiro suficiente para emergências e uma baixa probabilidade de problemas económicos.

Outra razão para uma recompra é para efeitos de compensação. As empresas recompensam frequentemente os seus colaboradores e executivos com prémios em ações e stock options. Para oferecer prémios e opções, as empresas recompram ações e concedem-nas aos colaboradores e ao management. Isto ajuda a evitar a diluição dos atuais acionistas.

Dado que as recompras de ações são efetuadas utilizando os lucros retidos de uma empresa, o efeito económico líquido para os investidores seria o mesmo que se esses lucros retidos fossem pagos como dividendos aos acionistas (considerações fiscais à parte).

Se quer saber mais sobre o buy back, leia o artigo: “Recompra de ações: como funciona?”

Como são efetuadas as recompras?

As recompras são efetuadas de duas formas:

  • Pode ser apresentada aos acionistas uma oferta pública de adquisição, onde têm a oportunidade de apresentar, ou oferecer, a totalidade ou parte das suas ações num determinado período com um prémio em relação ao preço de mercado atual. Este prémio compensa os investidores por oferecerem as suas ações em vez de as conservarem.
    As empresas recompram ações no mercado aberto por um longo período, e também podem ter um programa de recompra de ações delineado, que compra ações em determinados momentos ou a intervalos regulares.
  • Uma empresa pode financiar a sua recompra assumindo a dívida, com dinheiro disponível ou com o seu fluxo de caixa de operações.

Uma recompra de ações ampliadas é um aumento do plano de recompra de ações existentes de uma empresa. Uma recompra de ações ampliadas acelera o plano de recompra de ações de uma empresa e leva a uma contração mais rápida do seu flutuante acionário.

Exemplo de 3 empresas que fizeram buyback

Netflix

A Netflix passou de distribuidor de DVDs por correio, para se tornar um fornecedor líder de conteúdos de streaming e, em seguida, fornecedor de conteúdo próprio.

Adobe

Passou de um business focado no desenvolvimento de software para um focado na criação de experiências digitais, marketing, plataformas comerciais e análise de dados, à medida que movia o seu modelo de business tradicional de softwares para subscrições em nuvem.

Amazon

A Amazon iniciou o seu serviço de cloud Amazon Web Services (AWS) para reduzir o custo das infraestruturas necessárias para executar as suas operações.

Com o tempo, a AWS tornou-se um motor de lucro surpreendentemente rentável. A empresa também conseguiu criar todo um ecossistema de produtos e serviços para os membros do seu serviço Prime.

 

Manual de Bolsa

Artigos Relacionados

Uma ex-funcionário pediu ao Congresso que intensificasse a supervisão da empresa. O império das redes sociais está a cair? Marque outra vitória para os odiadores do Facebook ( NASDAQ: FB ) . A empresa foi co...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments