Como funciona o processo de pagamento de dividendos?

pagamento dos dividendos

Como funciona o processo de pagamento de dividendos? O dividendo é a parte dos benefícios da empresa entrega aos seus acionistas de forma a dar uma retribuição ao investidor pelo capital investido.

Uma ação é uma parte do capital de uma empresa. Deter essa ação permite obter direitos tanto políticos (votos nas assembleias de acionistas), como económicos (participação nos benefícios da companhia), a representação destes direitos económicos conhecem-se como dividendos.

Há companhias que repartem dividendo uma vez por ano, outras que o fazem a cada trimestre (tipicamente as americanas). O que sempre fazem é o anunciar anteriormente.

Como funciona o processo de pagamento de dividendos?

O percentual do lucro a ser distribuído em dividendos de cada período é estabelecido em reunião do Conselho de Administração e da diretoria da empresa, os quais decidem se há lucro suficiente para que possa ser distribuido aos acionistas. Nota-se que esse percentual mínimo deve respeitar o que diz estatuto, a não ser que ocorram situações extremas como, por exemplo, períodos de prejuízo.

Depois da decisão interna ser tomada, ela é protocolada pelos reguladores, desse modo oficializa-se publicamente a data ex e a data de pagamento, e o valor do dividendo pago por ação.

Processo 

Informações publicadas:

  • Último dia “com”: data de referencia para os acionistas com direito ao provento. Receberá o dividendo o detentor da ação no último dia “com”.
  • Data Ex: dia em que o preço da ação sofre o ajuste. Quem compra a ação nesse dia ou depois não tem direito a receber os dividendo anunciados. Primeiro dia útil após o último dia “com”.
  • Data de Pagamento: dia em que os acionistas receberão o dinheiro nas suas contas.

Ou seja, dividendos serão pagos a cada um dos investidores que possuíam ações no último dia “com”.

Os acionistas detentores de ações preferenciais (sem direito a voto) possuem algumas vantagens e prioridade no recebimento de dividendos. Entretanto, o dividendo obrigatório é devido a todos os acionistas independente da classe.

+1

Sobre o autor

Henrique Garcia

Analista de Mercados

Responder a este tópico

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *