A recuperação em forma de V está a caminho?

Esta semana foi muito mais forte para os mercados de ações dos estados unidos (EUA). O Dow Jones e o S&P 500 subiram 0,8% logo na abertura do mercado nesta segunda feira, e o Nasdaq tiveram ganhos substanciais nos últimos dias. Os investidores devem esperar uma corrida à compra de ações, já que os relatórios da Morgan Stanley estão a prever uma recuperação em forma de V?

O que é a V-Shaped Recovery?

Para português é a Recuperação em forma de V, é um tipo de recessão e recuperação económica que se assemelha a uma forma em “V” nos gráficos. Especificamente, uma recuperação em forma de V representa a forma de um gráfico de medidas económicas que os economistas criam ao examinar recessões e recuperações. Uma recuperação em forma de V envolve um aumento acentuado de volta ao pico anterior após um declínio acentuado nessas métricas.

A recuperação em forma de V é uma das inúmeras formas que um gráfico de recessão e recuperação pode assumir, incluindo L, W, U e J, e também agora chamada recuperação em forma nike (imitando assim o logotipo da nike). Cada tipo de recuperação representa a forma geral do gráfico de métricas económicas que medem a saúde da economia. Os economistas desenvolvem esses gráficos examinando as medidas relevantes de saúde económica, como taxas de emprego, produto interno bruto (PIB) e índices de produção industrial.

Em baixo podemos ver o comportamento do Nasdaq 100, o índice de referência norte americano e mundial para as ações tecnológicas, a atingir novos máximos.

O lançamento do Main Street Lending Program, um programa semelhante à compra de dívida pública aqui na União Europeia, foi o suficiente para impulsionar as coisas. Este programa vem da Federal Reserve Norte Americana. O programa, foi desenvolvido para fornecer suporte a empresas com fins lucrativos em dificuldades que podem ter sido muito grandes para o Programa de Proteção de Pagamento, que era apenas para empresas com menos de 500 funcionários. Esse programa fornecerá 600 milhões de dólares em empréstimos para empresas e atualmente está considerando expandi-lo para incluir organizações sem fins lucrativos.

No lado das matérias primas, o USOIL (petróleo wti), está em alta, mas, diferentemente das ações de tecnologia, ainda há um longo caminho a percorrer para a sua recuperação. Os ganhos vêm depois da queda devido ao receio de que a segunda onda do COVID-19 ameaçaria as economias em breve. Os ganhos eventuais foram atribuídos ao anúncio de que todos os países da OPEP + mantém os cortes acordados de petróleo para reduzir a oferta, enquanto a procura está a aumentar lentamente.

As previsões para o futuro estado da economia também parecem positivas. Economistas do Morgan Stanley estão a prever que a economia global retornará aos seus níveis pré-coronavírus no quarto trimestre, criando uma recuperação completa em forma de V. Eles esperam uma curta recessão e o crescimento do PIB será de 3% no primeiro trimestre de 2021. Essa perspetiva é sem dúvida mais favorável do que outras, já que o Morgan Stanley também está considerando o potencial de uma vacina COVID-19 antes de um segundo onda do vírus atinge.

Com alguns sinais positivos dos mercados de ações e petróleo, é ainda mais difícil compreender uma forte tendência no ouro. O XAUUSD (ouro) negocia a nos 1.725 usd por onça. Embora tenha permanecido acima do nível de 1.700, a queda foi atribuída ao aumento da confiança do dólar. Os investidores estão a voltar às opções mais arriscadas, agora que a ameaça global de inflação e desaceleração económica diminuiu após a pandemia de coronavírus.

Uma futura redução na oferta de ouro pode afetar o seu preço. Recentemente, no Peru, um dos maiores produtores de ouro do mundo (sexto em termos de produção métrica), teve uma queda maciça no seu PIB. A sua atividade económica caiu 40% desde abril de 2019, desde que o país impôs medidas rigorosas de bloqueio para combater a propagação do COVID-19. Isso envolveu o encerramento temporário de muitas minas do país, o que pode ter causado um problema no suprimento, não apenas no Peru, mas em muitos países. Essa preocupação é combinada com o facto de que a pandemia também reduziu severamente a facilidade de importar e exportar mercadorias, sufocando severamente o movimento físico do ouro.

0

Sobre o autor

Pedro Amorim

Sales Trader – Infinox Portugal

Responder a este tópico

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *