Atualização da situação do Brexit

O governo de Theresa May está em negociações com partidos da oposição para acabar com o impasse do Brexit, embora haja poucos sinais de progresso. O líder trabalhista Jeremy Corbyn ainda está boicotando as discussões.

  • May cancela viagem ao Fórum Económico Mundial em Davos;
  • O governo está a ver ate que ponto o 2º referendo é desejado – para tentar provar o quão inviável é;
  • A votação da Câmara dos Comuns sobre o Plano B de maio será no dia 29 de janeiro, após a apresentação da MP a 21 de janeiro;
  • Corbyn, líder a oposição, diz que o segundo referendo continua sendo uma opção,
  • Reino Unido diz que a UE levantou questão de adiar o Brexit

A primeira-ministra reuniu-se com os líderes pró-Brexit e prometeu que ela não concordaria em manter a Grã-Bretanha em uma união aduaneira com a UE, segundo pessoas a par do assunto.

O grupo incluiu o ex-líder conservador Iain Duncan Smith, o ex-secretário Brexit David Davis e o ex-secretário da Irlanda do Norte Owen Paterson.

Iain Duncan Smith, David Davis e Owen Paterson

May disse aos deputados que não queria contar com os votos dos trabalhistas para conseguir um acordo no Parlamento e tinha como objetivo fazer com que os Tories e o DUP o apoiassem. Ela também foi firme, não haverá uma extensão para o prazo final de 29 de março e ela não vai descartar a saída da UE sem nenhum acordo.

A reformulação de May de suas linhas vermelhas põe em questão o propósito de manter negociações com políticos da oposição. O risco é que, se seu esforço de divulgação for apenas fachada, não conseguirá chegar a um acordo.

Neste momento a Libra em relação ao Dólar norte americano está com um bom desempenho desde o chumbo do acordo. Neste momento os investidores já consideram a hipótese de um 2º referendo, evitando assim a saída da UE.

Fonte da informação: Bloomberg

0

Sobre o autor

Henrique Garcia
Analista de Mercados

Responder a este tópico

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *