Bankinter: Dados de inflaçao y lateralidade no Euro-Dólar

Obrigações: “Atentos aos dados de inflação.”

A semana passada assistimos a um aumento das yields após as mensagens hawkish da Fed: revisão em alta do crescimento, redução do balanço a partir de outubro e confirmação da previsão de subidas das taxas para 2017 e 2018. Esta semana as atenções estarão centradas na
inflação. O desfasamento entre recuperação económica e inflação está a aumentar mais do que o previsto. A estimativa é de que, tanto na Europa (CPI +1,2%) como nos EUA (PCE +1,4%), a inflação repita o valor do mês passado. Qualquer sinal de recuperação dos preços será negativo para as obrigações. Intervalo estimado Bund (semana): +0,40%/+0,50%.

Câmbios: “Lateralidade no Euro-Dólar.”

  • Euro-Dólar (€/$) – O Dólar ganhou algum terreno face ao Euro na semana passada, depois da Fed ter confirmado que irá começar a reduzir o seu balanço em outubro e ter confirmado que espera vir a subir as taxas de novo em dezembro. Após a depreciação do Euro pelo menor
    apoio a Merkel nas eleições alemãs, esperamos uma tendência lateral nas próximas sessões. Os dados macro serão positivos tanto na Europa como nos EUA e, dessa forma, acreditamos que o Euro-Dólar irá consolidar os níveis atuais num intervalo estimado (semana): 1,185/1,195.
  • Euro-Iene (€/JPY) – Na semana passada o Iene consolidou durante várias sessões o nível de 134€. Esta semana, a tendência deverá ser a mesma até chegarmos a 6ª feira. Caso se confirme o nível esperado de inflação (+0,7% esperado vs +0,4% anterior) poderemos ter uma
    va orização do Iene para recuperar parte do terreno perdido. Intervalo estimado (semana): 132,8/134,7.
  • Euro-Libra (€/GBP) – A libra valorizou perante a expetativa de uma política monetária mais restritiva por parte do BoE. Esta semana, as atenções estarão centradas nos dados do PIB e da Balança Comercial embora não sejam esperados grandes movimentos na taxa de câmbio.
    Intervalo estimado (semana): 0,877/0,887 GBP.
  • Euro-Franco suíço (€/CHF) – O franco está em mínimos de três anos devido ao abrandamento da procura interna na Suiça e às políticas expansionistas do SNB. Esta semana serão publicados indicadores de Confiança na Suiça. Intervalo estimado (semana): 1,153/1,163.

 

0

Sobre o autor

Rankia

Responder a este tópico