Dolat Capital: Resumo Semanal (18/12/2017) - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Dolat Capital: Resumo Semanal (18/12/2017)

Subscrever Agora

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


O Banco Central Europeu anunciou a sua decisão de manter as taxas de juro inalteradas. Mario Draghi mencionou o clima de forte crescimento económico, mas alertou para a necessidade da continuação de estímulos monetários com vista a fomentar um nível de inflação adequado (Fonte: Bloomberg).

Principais Notícias da Semana:

  • O bloco conservador de Angela Merkel pediu aos Sociais Democratas que limitem as suas ambições Europeias, rejeitando, assim, uma eventual formação de uma Europa de cariz Federal.
  • A Câmara dos Comuns do Reino Unido votou a favor (309 vs 305) da Emenda Constitucional que garante ao parlamento a decisão final em relação a qualquer temática relacionada com o Brexit. Este voto foi visto como uma derrota significativa de Theresa May, que viu membros do seu próprio partido, incluindo o seu número dois,  votarem a favor da emenda.
  •  A inflação no Reino Unido acelerou, inesperadamente, para o nível mais alto desde Março de 2012 (3.1%), significativamente acima do objetivo do Banco de Inglaterra.
  • O Presidente Venezuelano Nicolás Maduro reforçou o seu domínio após as eleições municipais darem vitória ao seu partido em mais de 300 das 355 municipalidades do país. Verificou-se uma baixa participação na votação e um boicote por parte dos partidos de oposição, que reclamam que “o que aconteceu não foi uma eleição”.

Dolat Capital

Informação Macroeconómica:

  • O Índice PMI Agregado na Zona Euro foi 58.0 em Dezembro (vs estimativas de 57.2), 58.7 na Alemanha (vs estimativas de 57.2) e 60.0 em França (vs estimativas de 59.6).
  • Nos EUA, a inflação em Novembro cresceu +2.2% face ao período homólogo (em linha com as estimativas), o Índice PMI Agregado foi 53.0 em Dezembro (vs anterior 54.5) e a taxa de desemprego  em Novembro foi de 4.1% (em linha com as estimativas).
  • A Balança Comercial mensal na China foi $40.21bn em Novembro (vs estimativas $35.00bn).

Principais Movimentos da Semana:

  • No mercado de obrigações, destaque para a valorização de títulos soberanos do Reino Unido.
  • No que concerne ao mercado de ações, verificou-se uma queda de preço de títulos Europeus e subida de preço de títulos Americanos.
  • Destaque para a valorização do Yen Japonês, face ao Dólar Americano.
  • Relativamente a matérias primas, verificou-se a queda acentuada do preço do minério de ferro.

Próximos eventos:

  • Segunda-feira, dia 18 de Dezembro, celebra-se o Dia Nacional do Qatar e Quarta-Feira, dia 20 de Dezembro, sucede o Dia de Eleições Presidenciais na Coreia do Norte.
  • Apresentações de resultados em destaque:
    • Terça-feira – Carnival, Micron Technology, Aberdeen Asset Management;
    • Quinta-feira – NIKE, Toys R Us.

Artigos Relacionados

Os futuros sobem com a força da tecnologia e a Tesla aumenta as percas  (Reuters) – Os futuros do índice de ações dos...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments