Análise fundamental: Crescimento a um preço razoável (GARP)

GARP

O método GARP é a seleção em procura de crescimento a um preço razoável. Dentro da análise fundamental, temos diferentes filtros para selecionar ativos, dentre eles podemos destacar três: Como saber se uma empresa é “value”: value investing, Como escolher empresas em crescimento com análise fundamental e o método GARP que descreveremos a seguir.

Seleção em procura de crescimento a um preço razoável

Esse processo de seleção permite que os investidores pesquisem títulos em todos os estilos de investimento. É o estilo chamado GARP, é uma metodologia que combina os principais atributos dos estilos de “crescimento” e “valor” .O GARP enfatiza os aspectos positivos de cada um desses estilos.

A principal fraqueza do estilo de crescimento é que ele presta pouca atenção ao preço que uma pessoa paga por uma ação, e que muitas das empresas consideradas “de valor” têm cotações baratas porque suas perspectivas de progredir são poucas.

O estudo GARP tenta resolver os problemas inerentes dessas duas abordagens, selecionando títulos que estão a crescer, mas cotados em níveis atraentes. Como os investidores que buscam crescimento, os investidores da GARP querem empresas cujas vendas e lucros estejam em crescimento.

Portanto, a disciplina de GARP funciona de duas maneiras: impede que analistas e os gestores de portefólios recomendem valores de crescimento que operam a preços irracionais e títulos que não têm perspectiva de crescimento.

Fatores a considerar ao selecionar títulos pelo método GARP

O melhor coeficiente para selecionar títulos GARP é o PEG (Price Earning Growth). Este indicador é calculado dividindo-se o coeficiente de PER de um valor por sua taxa de crescimento (taxa de crescimento de lucro), os investidores que são guiados pelo método GARP geralmente procuram valores que têm um coeficiente PEG entre 0 e 1.

Tem algumas desvantagens como por exemplo que os coeficientes PEG são menos úteis para avaliar empresas nas quais o ativo é um importante determinante de valor. Eles também consideram que um forte retorno sobre o património e um baixo nível de endividamento são aspectos positivos.

Fatores qualitativos de GARP

Duas perguntas principais que um investidor deve perguntar sobre um título GARP são:

  • O crescimento é sustentável?
  • Por que tem uma cotação que não é cara?

Aparentemente, esses títulos têm o melhor dos dois mundos: aumentar os lucros e as rendas com uma avaliação atraente. O investidor, por meio da sua própria análise, deve tentar decifrar, porque um título baseado em indicadores financeiros quantitativos parece bom demais para ser verdade, em muitos casos pode haver erros.

Antes de mais nada, lembre-se:

  • O crescimento a um preço razoável combina forças e reduz as fraquezas nos estilos de investimento com base no crescimento e no valor.
  • O melhor coeficiente para selecionar títulos GARP é o PER.
  • Os investidores do GARP preferem que o coeficiente do PEG tenha valores entre 0 e 1.
  • Os investidores da GARP tentam evitar empresas que são baratas porque merecem ser.

Sobre o autor

Juan Diego Quilez
Gestor do Rankia Portugal