As melhores certificações financeiras

Parece que as designações financeiras está a inundar o mercado profissional. Com o aumento das pessoas na área e a evolução dos mercados financeiros, surge a necessidade de maior especialização . Quão útil é uma certificação para si e para o seu empregador? Depende da área de foco e do rigor e escopo da designação.

Pós-Graduação vs Certificação

Neste ponto, é importante distinguir entre uma pós-graduação e uma certificação. Uma pós-graduação para uma determinada área é conferida ao indivíduo por um órgão governamental e é o mínimo necessário para a prática. Por exemplo, o setor dos seguro é regulado a nível nacional e Europeu. Para vender seguros deve possuir um mínimo de requisitos e passar num exame feito pela entidade regulatória. Para vender produtos financeiros (ações, títulos, derivativos), deve-se possuir uma autorização da CMVM.

Nos mercados financeiros cada vez vimos novos cursos e novas certificações, por exemplo o CFA

Chartered Financial Analyst (CFA)

Uma vez a gestão de dinheiro institucional,  a certificação do CFA agora também é procurada por gestores de património privado que procuram uma vantagem na abordagem de uma clientela cada vez mais sofisticada. Um detentor do cargo CFA deve cumprir os requisitos éticos, ter pelo menos quatro anos de experiência de trabalho apropriada e concluir três exames difíceis em análise de ativos e de gestão de ativos.

O Concelho do CFA Institute mantém os conteúdos da certificação relevantes para os desafios do mercado A preparação é através de auto-estudo. O curso é no nível de pós-graduação. A maioria dos empregadores de serviços financeiros pretende ter o CFA. O custo ronda os 3 mil euros.

Certified Financial Planne (CFP) 

A certificação engloba seguros, educação, gestão de ativos , fiscalidade, benefícios aos empregados e investimento em imobiliário . Para se tornar um CFP Professional, o candidato deve ser uma graduação universitária, um curso completo de gestão financeira ou equivalente, satisfazer um requisito de experiência de trabalho de três anos, cumprir padrões profissionais de conduta ou ética e passar no exame de dois dias, de 10 horas.

Embora a maioria dos profissionais esteja sediada nos EUA, o Certified Financial Planner despertou o interesse global  O custo do exame é de aproximadamente $ 600.

Chartered Life Underwriter / Chartered Financial Consultant (CLU/ChFC)

A sua base é no setor dos seguros cridado pelo The American College. Ambas cobrem assuntos que se sobrepõem significativamente aos do exame CFP, embora a gestão de seguros seja enfatizado. A diferença é que para atingir cada um, é preciso completar oito exames de múltipla escolha em vários assuntos, como tributação, gestão imobiliária e gestão de investimentos .

Além disso, essas duas certificações são voltadas para produtores de seguros e valores mobiliários, com o objetivo de aumentar as vendas através de um conhecimento aprimorado sobre uma ampla gama de tópicos. O custo total de cada um é de aproximadamente os $ 2.000.

Chartered Alternative Investment Analyst

Gerido e conferido pela Associação CAIA desde 2003, o programa Chartered Alternative Investment Analyst fundamenta o candidato nos fundamentos e estudo avançado de gestão de derivados, hedge funds , gestão imobiliária, private equity,  derivativos de crédito

Os candidatos demonstram o seu conhecimento dos produtos e sua aplicação em dois níveis, o primeiro abrangendo o terreno dos produtos e os últimos tópicos mais avançados de estudo que se baseiam no que o aluno aprende no primeiro nível. Uma parte significativa do exame é um componente de ética que empresta o Código de Ética e Padrões de Conduta Profissional do Instituto CFA . O custo de todo o programa está abaixo de $ 3.000 e leva cerca de dois anos para ser concluído. Experiência de trabalho e requisitos de educação continuada se aplicam. Por favor, consulte o site da CAIA para mais informações.

Financial Risk Manager (FRM)

A Associação Global de Profissionais de Risco (GARP) administra Programa de Financial Risk Manager  e confere a certificação de Gestor de Riscos Financeiros a candidatos que concluam dois níveis de exames de múltipla escolha na disciplina de gestão de risco de investimento. A dificuldade está no nível de pós-graduação. O nível I enfatiza os fundamentos da análise quantitativa , mercados e produtos, avaliação e risco e fundamentos do gestão de risco. 

O Nível II baseia-se nos riscos de mercado, crédito e operacional , gestão de risco e gestão de investimentos e questões atuais nos mercados financeiros. Criada em 1997, a credencial evoluiu de um para dois níveis nos últimos anos em resposta à crise financeira de 2008.

Os detentores de FRM trabalham para instituições financeiras , reguladores e empresas de consultoria. O custo de todo o programa é de aproximadamente $ 2.000 e pode ser concluído em dois anos. Existe uma experiência de trabalho e exigência de educação continuada.

Contabilista Certificado

As outras acima são universais. Para ter fazer contabilidade é preciso ter uma licença em cada país. Os Contabilistas Certificados (CC) têm de ter uma licenciatura e estar inscritos na Ordem dos Contabilistas Certificados (OCC). Para isso, têm de fazer a sua inscrição junto da Ordem.

Não basta qualquer licenciatura para se ser CC. Se anteriormente, qualquer licenciado na área económica podia ter pleno acesso à profissão, hoje é preciso ter feito determinadas disciplinas no plano curricular da licenciatura para se aspirar a CC, nomeadamente contabilidade analítica.

Um aspirante a CCtem ainda de fazer um exame e, em certos casos, até um estágio. Há algumas restrições ao direito de inscrição na OCC, nomeadamente para quem não possua idoneidade moral ou esteja inibido ou interdito para o exercício da profissão.

Ou ainda quem tenha sido condenado pela prática de crime doloso, nomeadamente de natureza fiscal, económica ou financeira, salvo se concedida a reabilitação.

Um CC deve ainda ter bons conhecimentos matemáticos e legislativos, assim como saber interpretar e analisar correctamente os números dados por cada empresa.

Sobre o autor

Henrique Garcia
Analista de Mercados

    Onde Investir com Bolsonaro na Presidência

    Onde Investir com Bolsonaro na Presidência

    O Plano O economista de Jair Bolsonaro é Paulo Guedes, um conhecido liberal e ex-banqueiro que desenhou o plano de governação focado em reformas e privatizações. O "Tripé" O programa...