Ações fracionárias: o que são? - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Ações fracionárias: o que são?

Subscrever Agora

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


Ações fracionárias: o que são?

Conteúdo produzido por PictetAM

Cada ação do Google, Amazon ou Lindt custa milhares de euros, mas investir nelas ou em obras de arte sem pagar grandes quantias é possível de forma fracionada, uma opção que agora é oferecida por várias operadoras e que está em ascensão.

Imagine que quisesse investir em ações de qualquer uma dessas empresas, decisão que implica alta liquidez: por exemplo, cada título da marca de chocolate suíça Lindt & Spüngli AG custa cerca de 90.000 euros: um luxo. Agora investir diretamente nessas empresas ou em outras que têm um preço alto sem ter que pagar uma grande quantia – ou ter que apostar em fundos com outros títulos da sua carteira – é possível: a resposta são ações fracionarias. Como o próprio nome indica, esta opção envolve a aquisição de uma parcela de quota equivalente ao valor pago, com direito a dividendos no respetivo percentual.

Isso permite que, para valores mais modestos, um investidor pode apostar na rentabilidade de empresas com ações de alto valor, antes reservadas para clientes institucionais ou de maior poder aquisitivo. Desta forma, o investimento destas empresas abre-se a um leque maior de clientes que poderão diversificar a sua carteira em títulos de empresas de todo o tipo.

Essa democratização do investimento, sim, articula-se através de corretoras ou plataformas como a Robin Hood nos Estados Unidos, que às vezes cobram comissões por isso, que devem ser levadas em consideração. O indivíduo adquire a parte das ações de um operador ou de uma corretora, que é quem realmente a possui: fica assim toda a troca entre o comprador e a corretora, também na venda quando esta ocorre.

Aquisição de um Picasso em partes

Em qualquer caso, este tipo de operação de aquisição de apenas uma parte da propriedade de um ativo também é possível com o bitcoin ou mesmo comprando “peças” de uma obra de arte graças também ao blockchain. Nesse sentido, de acordo com o “ Hiscox online art trade report 2019 ”, entre os millennials, 46% consideram a compra de arte de forma fracionada como forma de investimento. O investimento em ações fracionárias parece ter mais sucesso com os jovens.

Aumento da poupança em meio da pandemia

Tudo isso num momento em que, diante da impossibilidade de gastar devido aos confinamentos e à crise da saúde, a poupança forçada e preventiva atingiu níveis sem precedentes.

O investimento em fundos de investimento  também oferece a possibilidade de acesso a múltiplos mercados e ativos de difícil alcance onde, de uma forma particular, não seria possível entrar. Em qualquer caso, embora seja possível comprar ações de milhares de euros em parcelas, é sempre oportuno diversificar os investimentos e ser prudente na aquisição dessas parcelas de títulos: seja um euro ou um cent, as perdas são ainda é um risco a considerar.

Artigos Relacionados

O que são Triple Tops e Bottoms ? É um tipo de padrão gráfico usado para a análise técnica, com o fim de prever a inversão do movimento dos preços de um ativo. Os Triple Tops têm 3 picos ou pontas. O que é u...
Evergrande escapa à falência? Hoje falamos sobre as notícias! Os ursos à espera da grande queda nos mercados terão de...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments