Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Razões para investir na sua educação financeira

Subscrever Newsletter

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


O melhor investimento que pode fazer é em si e na sua educação financeira. É o ponto de partida óbvio para construir riqueza.

  • Sabe a diferença entre um balanço e uma demonstração de resultados?
  • Conhece as etapas necessárias antes de colocar o capital em risco num novo investimento?
  • Sabe a diferença entre investir e jogar e como isso afeta os seus lucros?

Surpreendentemente, a maior habilidade que pode fazer ou destruir o seu sucesso financeiro não é ensinada na escola. Pode se formar com um diploma de quatro anos e não aprender nada sobre finanças pessoais ou investimentos.

Médicos e advogados podem abrir os seus próprios consultórios sem qualquer ideia de como ler uma demonstração financeira. Os proprietários de empresas e investidores podem permanecer perigosamente ignorantes da legislação tributária.

A verdade é que a alfabetização financeira é a habilidade essencial que deve desenvolver se o seu objetivo é construir riqueza e desfrutar de segurança financeira. Não há alternativa.

Agora, antes de conhecer as razões pelas quais deve investir na educação financeira, convidamo-lo a conhecer primeiro os seguintes conceitos.

O que é a educação financeira?

A educação financeira está relacionada com a compreensão da poupança e do investimento. Assim, quando compreender estes conceitos, será capaz de gerir melhor o seu dinheiro, utilizando os seus recursos na altura certa e tirando partido de boas oportunidades de mercado.

Como surgiu a educação financeira?

Cuidar das finanças pessoais é uma preocupação crescente, dadas as crises económicas que temos vindo a atravessar nas últimas décadas. No entanto, a iniciativa formal a este respeito só surgiu em 2010, com a criação da Estratégia Nacional para a Educação Financeira.

Quais são os objetivos da educação financeira?

O principal objectivo da educação financeira é a promoção do bem-estar financeiro ao longo da vida. Visa também ajudar as pessoas não só a poupar, mas também a utilizar o dinheiro da melhor maneira, a realizar sonhos e a alcançar objectivos a longo prazo.

Razões para investir na sua educação financeira

Principais razões para investir na sua educação financeira.

  • Ganha dividendos para a vida que ninguém jamais pode os retirar.
  • Aumenta o o seu potencial de ganhos.
  • Aumenta o retorno do investimento.
  • Melhora a qualidade da sua vida e finanças.
  • Protege a sua reforma.
  • Defende o seu portfólio de perdas desnecessárias.
  • Proporciona tranquilidade em relação ao dinheiro.

Como ter uma boa educação financeira?

Alguns aspectos para obter uma melhor educação financeira são:

  • Ponha tudo no papel: quanto ganha, quanto gasta, quais são as suas dívidas, quanto precisa para tirar os seus planos do papel. Incluir todas as despesas, fixas e variáveis.
  • Estabelecer objectivos sólidos para lhe dar orientação e clareza ao tomar decisões sobre finanças. Objectivos a curto prazo alimentarão a sua confiança no processo, para que possa “decompor” o seu objectivo final em objectivos mais pequenos.A procura de informação de Educação Financeira de qualidade é super importante.
  • Criar um fundo de emergência para proteger contra doenças inesperadas, desemprego ou despesas inesperadas.

Como educar financeiramente os jovens?

Algumas dicas que são úteis no processo de educação financeira dos jovens são:

  • Passar tempo a estudar a educação financeira, implementando o auto-conhecimento, auto-controlo, organização e planeamento; também a frequentar cursos de educação financeira.
  • É importante que compreendam que na educação financeira é necessário compreender os comportamentos envolvidos quando se lida com cenários criados pelo dinheiro.
  • Educar os jovens através da alocação, para que o jovem compreenda o significado do que é o dinheiro e que não seja um recurso infinito.
  • Mostrar-lhes ou fazer-lhes saber a importância de utilizar o mealheiro.
  • Outra forma de os jovens saberem como controlar as suas despesas e rendimentos é compreender a diferença entre a necessidade e a necessidade.
  • Seja na família ou entre pares e amigos, é muito importante falar sobre dinheiro.

Leia também o artigo: Educação financeira para crianças.

Como fazer o planeamento financeiro pessoal

Antes de passarmos aos passos do planeamento financeiro pessoal, é importante saber que o planeamento consiste em compreender a sua situação atual e definir para onde quer ir.

Os passos a seguir são os seguintes:

  • Desenvolver uma mentalidade financeira.
  • Fazer um diagnóstico financeiro.
  • Definição de objectivos de vida.
  • Elaborar um orçamento pessoal.
  • Sair da dívida, se houver alguma.
  • Investir regularmente.
  • Lembre-se também de que uma das melhores ferramentas financeiras pessoais é a folha de cálculo de despesas. Aqui pode anotar todos os seus pagamentos e compras do mês.

Como poupar dinheiro?

Para começar, lembre-se que a regra de ouro da educação financeira é: nunca gastar mais do que se ganha. Por outras palavras, o seu nível de vida deve ser compatível com o seu rendimento. Além disso, existem várias tácticas para poupar dinheiro.

Da mesma forma, para poupar dinheiro, é essencial seguir algumas dicas, como, por exemplo:

  1.  Estabelecer objectivos e prazos.
  2. Saiba quanto ganha e quanto gasta.
  3. Limitar as despesas.
  4. Organize o seu orçamento com ferramentas que o ajudem a controlar o seu orçamento.
  5. Investir o dinheiro.
  6. Planeje os seus gastos.
  7.  Cuide da sua saúde e reforma.

Como investir dinheiro

Para aprender a investir dinheiro; deve ter em mente algumas recomendações:

  • Estabelecer objectivos
  • Saber que tipos de investimentos existem; por exemplo, investimentos de curto, médio e longo prazo.
  • Defina um montante de investimento mensal e ajuste o seu orçamento.
  • Descubra qual é o seu perfil como investidor. Mais frequentemente, os investidores são classificados como conservadores, moderados ou agressivos.
  • Estudar quais são os investimentos mais adequados num dado momento e definir uma carteira baseada em objectivos e perfil.

Passos para organizar as finanças com educação financeira

Segue-se um resumo das etapas para organizar as finanças com educação financeira:

  • Ganhar dinheiro.
  • Tente gastar menos do que ganha.
  • Combater o consumismo.
  • Fazer um plano financeiro.
  • Definir despesas prioritárias.
  • Tente não pedir dinheiro emprestado; só peça emprestado se for para investimento.
  • Guardar.
  • Ter uma reserva financeira de emergência.
  • Investir.
  • Diversificar os investimentos.
Ler mais tarde - Preencha o formulário para guardar o artigo como PDF
Consent(Obrigatório)

Manual de Bolsa

Este e-book irá ajudá-lo a aprender o que precisa de saber para começar com sucesso nos seus investimentos:

  • Noções básicas financeiras
  • O que é e como funciona o mercado de ações
  • Dicas úteis para investir

Artigos Relacionados

Na bolsa de valores existem muitos índices. Um desses índices utilizado por investidores é o STOXX 600. Não é tão conhecido como o Nasdaq ou NYSE, mas, é importante entender o que é e como funciona. Neste ar...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments