Quais são os custos com CFDs?

Quais são os custos com CFDs? Ao investir com CFDs (contratos por diferenças) , temos uma série de despesas na forma de encargos e/ou comissões. Estes encargos e/ou comissões diminuirão a rentabilidade das operações, mas são necessários para poderem. Os custos para operar com CFDs será determinada pela corretora . (Daí a importância de escolher corretamente uma corretora de CFD ). Pelo contrário, os custos fiscais serão determinados pelo sistema fiscal do país de residência.

Dependendo da corretora e também dos ativos subjacentes dos CFDs com os quais investimos, temos despesas maiores ou menores . Os principais custos de investimento com CFDs são os spreads, comissões, juros, dividendos, margem e custos fiscais:

Tipo de custos com CFDs

Spread

O spread é a diferença entre os preços de compra e venda (bid e o ask). Este diferencial pode ser fixo ou variável , dependendo da corretora que escolhemos. Se o spread for fixo, essa diferença será sempre a mesma para o CFD do mesmo ativo subjacente. Se, por outro lado, o spread for variável, tenderá a aumentar em tempos de alta volatilidade (especialmente em momentos noticiosos importantes), por isso é importante saber que tipo de spread cada corretora aplica antes de abrir uma conta com um deles.

Comissões

Algumas corretoras também cobram uma comissão direta por cada operação realizada . Isso também dependerá do ativo CFD subjacente que nós negociamos, já que nem todos eles cobrarão comissões . Normalmente, as comissões são expressas em  % e variam entre 0,1% e 0,25%. Muitas corretoras de CFD cobram comissões dentro do spread , apesar de anunciarem que não cobram comissões.

Juros

As corretoras de CFDs cobram financiamento com um juro diário a nós pela abertura de posições longas em alguns ativos. Lembre-se de que os CFDs são derivativos financeiros que permitem alavancagem quando investimos. Quando investimos com margem , para abrir uma posição só temos que pagar uma fração dela, sendo o restante financiado pela corretora. O financiamento que nos proporciona tem um custo que normalmente dependerá de uma taxa de referência, como Libor, Euribor, dependendo do país.

No caso de abertura de posições curtas, acontecerá o o oposto: a corretora paga um juro diário pela posição aberta.

Custo com dividendos

Ao operar CFDs sobre ações , temos que levar em conta o tratamento de dividendos em CFDs. Quando mantemos uma posição curta no mercado, devemos pagar 100% do valor do dividendo. Pelo contrário, quando estamos numa posição longa, não receberemos esse valor, mas será um percentual próximo a 90% do valor dos dividendos.

Margem

A margem em CFDs é o depósito mínimo exigido pela corretora para realizar uma operação, já que o restante será financiada. Especificamente, a margem é em % nas operações que realizamos e variará de acordo com o ativo subjacente e a corretora escolhido. Portanto, a margem mais que um custo é a garantia que a corretora tem sobre as operações que realizamos.

Custos fiscais

Os custos tributários também afetam o desempenho obtido com a operação em CFDs. Estes custos dependem do país de residência e do seu sistema fiscal. Em Portugal os custos são 28% do saldo positivo ao final do ano positivo.

Se quiser aprender mais sobre CFDs, pode fazer download do nosso manual de CFDs gratuitamente

 

0

Sobre o autor

Henrique Garcia

Analista de Mercados

Responder a este tópico

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *