O volume de negociação de futuros aumentou após a alteração dos regulamentos da ESMA?

Quando se aplicou as novas regras ESMA que regulam a publicidade e as alavancagens com CFDs , existiu um declínio no volume negociado neste instrumento. Uma das alternativas existentes foi negociação com futuros, especialmente nos contratos onde um tamanho com garantias era mais pequeno.

Para aqueles que começaram no mundo dos investimentos, vamos começar a explicar que CFDs e futuros têm várias semelhanças e diferenças como produtos de investimento.

Futuros vs CFDs

Semelhanças entre futuros e CFDs

Ambos são produtos alavancados, ou seja, eles permitem que negocie um valor nominal muito maior do que o dinheiro disponível em conta.

CFDs

No caso de CFDs eles poderiam chegar antes de o regulamento ESMA a níveis de 1: 200 e 1: 400 em Forex, o que significa que com fortes movimentos das taxas subjacentes de ganhos e perdas.

Com o novo regulamento, a alavancagem permitida com CFDs é a seguinte:

  • Alavancagem máxima de em moedas de até 30: 1
  • Alavancagem máxima nos índices e no ouro 20: 1
  • Alavancagem máxima em 2: 1 nas criptomoeda
  • Alavancagem máxima nas commodity 10: 1
  • Alavancagem máxima em de 5: 1 nas restantes classes ativos

Futuros

No caso de negociação com futuros, o nível de alavancagem com o qual opera depende de cada produto. Por exemplo, no contrato futuro mini-DAX é um dos mais negociados no Eurex contrato nominal é de cinco (5 € x cotação do DAX actualmente 10400) = 52.000 €, mas as garantias de que somos obrigados a negociar este contrato são € 3980,5 e uma garantia intradiária de € 995. Ou seja, estaríamos a operar com alavancagem de 1:13 e 1:52, respectivamente .

São derivativos porque o seu valor deriva do valor de um ativo subjacente cujo comportamento eles são iguais. No caso dos CFDs, há muito mais subjacente do que no caso dos futuros, uma vez que cada creador de mercado ou provedor de liquidez pode replicar quase todos os ativos que são negociados. No caso de futuros serem centralizados em mercados organizados e principalmente em quatro mercados mundiais, essas câmaras são as que escolhem quais instrumentos criar, sempre pensando que podem ter uma alta liquidez.

Diferenças entre Futuros e CFDs

A principal diferença é que os futuros são negociados num mercado regulado, onde há uma câmara de compensação que garante a liquidação diária dos contratos. Enquanto em CFDs eles são negociados em um mercado OTC (Over the Counter).

  • Os CFDs são emitidos por diferentes emissores e tentam replicar com a maior precisão possível o comportamento do subjacente. Existem vários tipos de intermediários CFD e isso deve ficar claro para saber quem está nos oferecendo a contraparte se é o próprio corretor ou se nosso pedido está sendo negociado.

Os futuros também têm um vencimento mensal, trimestral, mesmo a cada vez que os vencimentos mais amplos são abertos. Enquanto os CFDs não expiram, mas têm um custo de manutenção (swap) que pode ir a nosso favor ou contra depende da direção do mercado que estamos apostando .

  • Nos futuros geralmente temos uma comissão explícita , enquanto nos CFDs, a principal forma de ganhos do intermediário é a diferença de garfos entre o preço de compra e venda .
  • Nos futuros, ao contrário dos CFDs, existe um book de ordens (de compra e de venda pretendidos), o que facilita a transparência das operações.

O volume de negociação de futuros aumentou com a ESMA?

É preciso ter em mente que não foi apenas a alteração da regulamentação da ESMA nestes meses, mas já existia nos mercados ao redor volatilidade e uma fuga para a qualidade (risco off) com fortes saídas de dinheiro de ativos mais arriscados como pequenas e médias empresas de capitalização.

As novas alterações da ESMA ocurreram em agosto, por isso vamos mostrar 3 meses antes e depois o números de contratos em futuros de índices mais populares negociados no MEFF, EUREX e CME nesse periodo

Volume negociado Futuros MEFF, Eurex e CME

Mês Futuro IBEX Futuro Mini-IBEX Futuro DAX Futuro Eurostoxx Futuro Mini-SP500
Maio 608 146 635 781 28,689
Junho 530 142 837 1242 35,577
Julho 482 105 553 616 23,169
Agosto 457 104 552 609 24,909
Setembro 490 95 647 1029 33,174
Outubro 627 138 831 972 52,871
Novembro 509 116 660 741 36.983

Fontes: Estatísticas Mensais Eurex , ESTATÍSTICAS MENSAIS DO MEFF, Volume and Open Interest

Se observarmos os dados agregados, embora o fator de sazonalidade influencie, em geral o volume de contratação aumentou nesses valores. A negociação global tem aumentado, mas 2017 foi um ano fraco para os mercados de futuros em comparação a 2014 e 2015. É também de salientar que o aumento em quase todos os contratos de futuros negociados nos EUA é muito maior do que ocorreu na Europa.

 

0

Sobre o autor

Henrique Garcia

Analista de Mercados

Responder a este tópico

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *