Como é feito um débito direto?

Após a entrada em vigor dos regulamentos europeus para a Área Única de Pagamentos em Euros (SEPA), os OTEs desapareceram e a possibilidade de movimentar o dinheiro sem ter de pagar comissões. Agora com os débitos diretos podemos realizar a mesma operação. Como se faz um débito direto? Quando terei o dinheiro disponível?

A primeira coisa que devemos levar em conta são as datas que a instituição financeira usa ao fazer o débito
direto:

  • Data de pagamento: quando o dinheiro chega na conta
  • Data de disponibilidade: quando podemos usar o dinheiro
  • Data do pedido: quando solicitamos o débito direto
  • Data do valor: quando a entidade faz o débito direto

Como é feito um débito direto?

Para fazer um débito direto, temos que ir à nossa entidade ou solicitar através de seu site ou caixa de multibanco. No caso da entidade que vai cobrar estamos interessados ​​na dívida direta SEPA.

Com os OTEs as entidades tiveram um período máximo de 5 dias para aceitar ou rejeitar o pedido e em apenas uma semana nós tínhamos o dinheiro disponível na conta de destino. Agora, com Débitos Diretos, o tempo foi ganho com a execução do pedido, no mesmo dia ou no dia útil seguinte, a entidade executará o débito.

Quando teremos o dinheiro disponível?

Assim que tivermos dado a ordem para fazer o débito direto, o dinheiro estará disponível na conta de destino dentro de um período de entre 7 e 44 dias úteis ou entre 9 e 60 dias corridos. O tempo que levará para ter o dinheiro disponível dependerá de:

  1. A entidade na qual nós debitamos
  2. Montante da dívida

Sobre o autor

António Fernandes