Conhece os Indicadores económicos mais importantes?

Os indicadores económicos que aparecem nos Calendários Económicos geram muita atividade nos mercados, no momento do seu lançamento, já seja mensal ou trimestral.

Muitas vezes, ao consultar o calendário, descobrimos que não sabemos o que cada um dos indicadores representa e qual é o procedimento para calculá-los. Neste artigo vamos discutir os principais indicadores económicos avançados.

Indicadores económicos mais importamtes

Indicador ISM

Este índice mostra a força do setor industrial nos EUA. É calculado através de uma pesquisa com mais de 300 empresas de 20 setores diferentes relacionados à produção industrial. As perguntas visam conhecer os seguintes dados: pedidos, produção, emprego, estoques, prazo de entrega, preços, pedidos de exportação e importação.

É um dado mensal que é publicada pelo Institute for Supply Management no primeiro dia útil do mês.

Interpretam-se os resultados de acordo às seguintes categorias:

  • < 40%: Recessão
  • 45%-50%: Queda do ritmo de atividade
  • 50%-60%: Crescimento da atividade
  • >60%: Sobreaquecimento

Indicador Purchasing Manager´s Index (PMI)

Indica a confiança nos negócios por países e regiões do mundo. É preparado pela NTC Research através de uma pesquisa de gerentes de compras entre 300-400 empresas. As seções sobre as quais as informações são coletadas são: novos pedidos, níveis de stocks, produção, emprego e entregas de fornecedores. Os índices tem níveis compreendidos entre 0-100:

  • > 50: expansão da atividade da correspondente variável
  • 50: estabilidade da situação
  • < 50: contração

O PMI de Chicago é uma variante regional do indicador mencionado anteriormente. É um inquérito a mais de 200 empresários a respeito das circunstâncias do setor industrial na área de Chicago. A sua interpretação é igual ao PMI europeu.

Tem uma frequência mensal e é publicado no último dia útil do mês. Os seus dados não estão sujeitos a revisão e são calculados pela Kingsbury International.

Indicador IFO

É uma pesquisa realizada na Alemanha sobre as expectativas dos empresários alemães sobre os seguintes setores: industrial, retalho e construção.

A pesquisa é realizada pelo instituto IFO para mais de 6000-7000 empresas alemãs. A periodicidade do mesmo é mensal, a última semana do mês.

Indicador do Índice da FED de Philadelphia

É um índice que é feito para 250 empresas industriais na Pensilvânia, Delaware e no sul de Nova Jersey; com mais de 100 funcionários ou 5 milhões de dólares. Eles são questionados sobre as condições atuais e as perspetivas em 6 meses. É considerado um indicador de tendências no setor industrial.

É publicado pelo Banco da Reserva Federal da Filadélfia na terceira quinta-feira de cada mês, e seu resultado é revisado no mês seguinte.

Se o resultado for maior que 0, significa que o setor está se expandindo, enquanto se for menor que 0, significa que há uma lentidão.

Inquérito da Universidade de Michigan

Estudo realizado com 500 famílias para determinar as expectativas económicas e financeiras dos consumidores no futuro.

É calculado mensalmente pela Universidade de Michigan em duas seções. Os primeiros dados são provisórios na segunda sexta-feira do mês e os finais na última sexta-feira do mês. É revisto mensalmente.

A interpretação é simples se os dados estão acima de 75% implica uma expansão, por outro lado, se for inferior a 75 a situação será indicativa de uma contração económica.

Confiança do consumidor (EUA)

Este indicador é um dos mais importantes no panorama nos EUA. É um indicador sobre o consumo nos EUA. Uma amostra de 5.000 famílias é feita sobre os negócios atuais, condições de emprego e expectativas para os próximos seis meses.

Ele é preparado mensalmente pelo Conference Board e é publicado na última terça-feira de cada mês (provisório) e na última sexta-feira de cada mês (final). Suas conclusões são revisadas nos meses seguintes.

Indicador ZEW

É uma pesquisa mensal realizada pelo Centro de Pesquisas Económicas Europeias. Esta pesquisa é realizada para 350 analistas e investidores institucionais sobre: expectativas económicas, inflação, taxas de juros, evolução do mercado de ações, taxas de câmbio e preço do petróleo.

É publicada na primeira quinzena do mês

Índice Tankan do Japão

É uma pesquisa das expectativas dos empresários industriais japoneses. Representa a evolução do PIB e é elaborado mensalmente pelo Banco Central do Japão.

Sua interpretação nos oferece a percentagem de perguntas que melhoram.

Eles são publicados quatro vezes por ano em abril, julho, outubro e dezembro.

Sobre o autor

Henrique Garcia
Analista de Mercados