Responsabilidade social: o que é?

Responsabilidade social: o que é?

O que é a responsabilidade social? Uma das características que definem o ser humano e o distinguem dos outros animais é a forma como vivemos em sociedade, construindo uma comunidade assente em normas e valores. Um dos pilares fundadores dessa comunidade é a sociedade civil que, com o pilar cultural, são responsáveis pelos bem-estar físico e psicológico dos seus cidadãos, tanto internos quanto externos.

Nos últimos anos tem havido cada vez mais uma consciencialização para a importância social das pessoas e das empresas no futuro das comunidades. Especialmente estas últimas, até pelo impacto decisivo que têm junto das pessoas, da economia ou do tecido urbano de uma localidade. Foi neste âmbito que surgiu a Responsabilidade Social das Empresas (também conhecida commumente pelas iniciais RSE), um conceito que procura envolver ainda mais o tecido empresarial no desenvolvimento social das comunidades onde se inserem.

O que é responsabilidade social?

A responsabilidade social entende-se assim sempre que uma empresa, de forma totalmente voluntária, adopta uma postura socialmente activa, consciente e responsável, com o objectivo de criar políticas de bem-estar social para o seu público directo e indirecto. É de realçar que só é entendido como responsabilidade social de uma empresa todas as acções que são tomadas de forma voluntária, já que as ações compulsórias determinadas por um governo ou estimuladas por um estímulo externo, não são consideradas.

Também é de realçar que o conceito de responsabilidade social não deve ser confundido com o de filantropia ou caridade. A responsabilidade social são antes comportamentos e políticos estruturais e sistémicos, que pretendem melhorar o comportamento de determinada empresa numa perspectiva contínua, na relação com os seus colaboradores, funcionários, comunidade onde se insere e parceiros institucionais. Isto acaba por ser um pouco dissociável do desenvolvimento sustentável, já que ambos andam de mãos dadas, se bem que são também conceitos distintos.

Quais os tipos de responsabilidade social que existem?

Pode-se dividir a responsabilidade social em três categorias, tendo em conta as suas características, exigências e beneficiários. A primeira de todas é precisamente a Responsabilidade Social das Empresas, de que falamos, cujo objectivo é criar e desenvolver estratégias que beneficiem a sociedade e a comunidade onde se inserem em geral.

Muito parecida com a RSE é a Responsabilidade Social Corporativa, que também é conhecida comummente pelas iniciais RSC. Esta procura incorporar um foco ético no comportamento profissional e corporativista das empresas, tendo em vista a melhoria da qualidade de vida dos seus trabalhadores e respectivas famílias. Enquanto que a RSE tem um foco mais abrangente, a RSC procura influenciar directamente o seu ambiente de negócios.

Finalmente, mas não menos importante, existe ainda a Responsabilidade Social Ambiental ou, simplesmente, RSA. Esta é outra forma de ser socialmente responsável, mas com foco exclusivo no meio ambiente. Ou seja, as empresas procuram implementar e desenvolver estratégias e acções para benefício da sociedade do ponto de vista sustentável e ambiental.

Exemplos práticos

Infelizmente, ainda não existe uma definição universal e global para o que é a Responsabilidade Social de uma empresa. Na Europa, a Comissão Europeia entende, por exemplo, que a responsabilidade social engloba tudo o que tenha a ver com as práticas laborais que promovam o bem-estar dos seus trabalhadores através da promoção dos direitos humanos, dos direitos do trabalho, da inclusão e da diversidade, da igualdade de género e da saúde física e psicológica.

Além disso, todas as questões ambientais, como a biodiversidade, as alterações climáticas e tudo o que promova um uso eficiente dos recursos naturais é também entendido como RSE. Depois existem outros exemplos igualmente óbvios, como o combate à corrupção, o envolvimento da comunidade e o seu respectivo desenvolvimento, a inclusão de pessoas com menos oportunidades ou em factor de exclusão, ou segregação social e, claro, os interesses dos consumidores.

Podemos dar alguns exemplos práticos para ser mais fácil entender no que consiste a Responsabilidade Social das Empresas. Tomemos em consideração uma empresa têxtil que procura reduzir o seu impacto ambiental através da utilização de matérias-primas menos poluentes e recicladas – isso é um exemplo de RSE. Ou então tomemos em consideração uma empresa que incentive os seus funcionários a realizar trabalho voluntário, seja através da promoção de dias dedicados a projectos sociais, seja através da facilitação desta ligação entre funcionários e sociedade civil – isso também é um exemplo de RSE.

A importância da responsabilidade social

A responsabilidade social é desde logo bastante importante do ponto de vista ético e humanista, já que falamos d valores fundamentais para o Homem. No entanto, existem ainda várias outros aspectos pelos quais a responsabilidade social deve ser uma prioridades para as empresas.

A principal tem a ver com o facto de que os consumidores estão cada vez mais atentos a isto. Estudos recentes demonstram que mais de 50 por cento dos entrevistados estão dispostos a pagar mais por determinado produto ou serviço se este vier de uma marca socialmente responsável. É que o consumidor moderno não se satisfaz apenas com palavras, necessita de ver a mudança com os seus próprios olhos.

A responsabilidade social é assim um factor de competitividade no actual mercado global. E se a globalização veio abrir as portas a novas potencialidades para o sucesso comercial das empresas, também é verdade que trouxe novos desafios para que se modernizem e se destaquem por entre a espuma da rebentação que é a concorrência feroz e apertada que existe no mercado internacional.

 

Se quer aprender sobre investimento responsável, pode ler o nosso artigo: “O que é o investimento Sustentável (ESG)

Sobre o autor

Diana Costa

Content Specialist for Rankia Portugal

 

Responder a este tópico

Bem-vindo(a) à comunidade!

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


Ao continuar, aceita a política de privacidade