Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Dicas para melhorar as suas condições do crédito habitação

Subscrever Newsletter

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


Refinanciar o seu crédito à habitação permite-lhe reduzir a prestação mensal, alargar os prazos de pagamento e/ou até diminuir as taxas de juro. São diversos os motivos pelos quais pode optar por esta renegociação. No entanto, saiba que há vantagens e desvantagens! Ao refinanciar o seu crédito à habitação (ou até mesmo outro crédito qualquer) não se esqueça de avaliar as diferentes ofertas do mercado e analisar as taxas correntes, de modo a saber qual é a melhor altura para optar pelo refinanciamento.

Obter taxas de juro mais baixas

A razão mais usual para refinanciar o crédito à habitação é a perspetiva de baixar a taxa de juro associada ao empréstimo. Ao escolher o refinanciamento terá de realizar uma nova escritura, escritura essa que terá custos, caso a sua instituição não o faça e tenha que optar por outro banco. Questione junto do seu banco qual o valor que poderá ter que pagar por uma nova escritura e em quanto conseguirá baixar a taxa de juro, de forma a perceber se esta renegociação compensa, feitas as contas finais.

Se conseguir reduzir a sua taxa de juro entre 1 a 2%, conseguirá uma maior poupança, uma vez que diminuirá consideravelmente a sua prestação mensal.

Uma outra forma de conseguir melhores condições pode também passar por transferir o seu crédito para outra entidade bancária. Regra geral, esta alteração representa uma poupança significativa, dependendo do prazo e do montante em falta.

Reduzir a prestação

Se sente dificuldades em fazer face a todas as suas despesas mensais, o refinanciamento pode ser uma boa opção para si, uma vez que lhe permite reduzir a prestação mensal do empréstimo, aliviando a sua taxa de esforço.

Isto acontece porque, aumentando o prazo de pagamento do seu crédito, o valor da sua prestação mensal diminui.

Alterar a modalidade da taxa

Outra forma de melhorar o seu crédito à habitação pode passar pela mudança da taxa de juro aplicada. Depois de alguns anos do empréstimo, podem acontecer alterações no mercado que levam a que lhe seja mais benéfico uma taxa variável ao invés de uma taxa fixa. A taxa de juro variável é indexada à euribor, o que significa que oscila consoante as alterações deste indexante, ao passo que a taxa de juro fixa é contratada entre o cliente e a instituição financeira, mantendo-se inalterável durante a vigência do contrato.

É fulcral que verifique regularmente as alterações que vão acontecendo no mercado, de forma a estudar qual é o tipo de taxa que pode ser mais apelativo para o seu crédito.

Consolidar dívidas

Este refinanciamento pode também ser utilizado para a consolidação de créditos, que consiste num crédito consolidado com garantia hipotecária. Refinanciando o seu crédito à habitação, dá o seu imóvel como garantia hipotecária, imóvel este que pode ser a sua habitação própria e permanente, uma segunda habitação, como uma casa de férias, ou ainda um outro imóvel que tenha.

Nalguns casos, a entidade bancária permite fazer uma segunda hipoteca sobre o mesmo imóvel. Assim, ao recorrer ao crédito consolidado com hipoteca, poderá ter mais facilidade em gerir o seu orçamento familiar, conseguindo diminuir o valor da prestação e reduzir o custo que tem com créditos através da redução da taxa de juro.

Tenha sempre presente que ao optar por um crédito consolidado com hipoteca, deve saber qual o valor de mercado do seu imóvel e, no caso de pretender uma segunda hipoteca, saber qual o valor total do seu crédito para que o banco possa avaliar se o seu pedido é elegível.

Ler mais tarde - Preencha o formulário para guardar o artigo como PDF
Consent(Obrigatório)

Artigos Relacionados

Conhece a “A Oitava Maravilha do Mundo”? O juro composto é a forma de colocar o dinheiro a trabalhar para nós. Dinhei...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments