Price Action: o que é e como funciona

Price Action

O Price Action pode ser uma palavra nova para a maioria das pessoas, mas para quem está habituado a trabalhar com o mercado financeiro é certamente um conceito familiar. Afinal de contas, é um dos grandes fenómenos da actualidade no que diz respeito às estratégias financeiras no mercado de valores, que tem garantindo o sucesso de muitos investidores pelo mundo fora.

Essa nova estratégia  veio revolucionar a forma de como este mercado é compreendido e analisado, permitindo ao investidor tomar as suas opções sem ter que conhecer o sector exaustivamente. Mas não se pense que é um método milagroso, que não exige estudo ou trabalho prévio. Por isso, compilámos nas linhas seguintes tudo o que necessita saber sobre o price action.

O que é Price Action?

A primeira pergunta que se coloca é muito simples: afinal de contas, o que é o price action? No fundo, é o termo original que, traduzido livremente para português, dá algo como Ação do Preço e que consiste em observar e analisar o movimento dos preços das ações financeiras, dispensando os indicadores técnicos. Estes indicadores técnicos são utilizados pelos reguladores para tentar perceber como se vai comportar determinado activo financeiro e têm a ver normalmente com a evolução dos preços ao longo do tempo até a determinada data.

Ou seja, este conceito parte da ideia de que tudo o que precisa saber para entender uma determinada ação está no seu preço de mercado. Isto facilita muito a sua estratégia, mas não dispensa uma análise profundada e muita experiência sobre o mercado financeiro, de forma a conseguir antecipar esses movimentos de forma atempada e, claro, conseguir retirar rendimentos e proveitos das suas ações. Parece simples, mas este tipo de análise de mercado requer muita experiência.

Podemos simplificar isto de outra forma, recorrendo a uma analogia mais popular. Imagine que o mercado financeiro é um automóvel que está conduzindo. Como o mercado é analisado actualmente, é como se estivesse a conduzir apenas olhando para trás pelos espelhos retrovisores, tentando antecipar como será a estrada em frente; segundo o conceito de price action , passa então a estar a conduzir olhando em frente, através do pára-brisas. Qual das duas formas lhe parece mais indicada para conduzir?

O que é Price Action Forex?

Para os investidores em Forex é esta a ferramenta que o vai permitir investir com critério, maximizando os seus rendimentos. Obviamente que esta não é uma ciência exacta e tem os respectivos riscos associados, por isso é fundamental adoptar uma postura sensata, responsável e inteligente antes de começar.

Esta estratégia de ação do preço permite-lhe tomar as suas decisões com recurso a um gráfico de preços limpos, que lhe permitirá perceber qual a tendência de determinado activo financeiro. Esses movimentos são representados num gráfico de preços que são disponibilizados pelos mercados financeiros e é aí que a sua estratégia se vai basear. Esses gráficos de preço indicam as intenções de todos os agentes do mercado durante um período de tempo e, a partir daí, pode estabelecer a sua estratégia: se compra ou se vende.

É esse o poder do price action Forex, que o permitem tornar-se num investidor de sucesso apenas recorrendo a um gráfico de preços e ao seu bom senso. Obviamente que quanto mais experiência e conhecimento do mercado tiver melhor será. E, obviamente, é fundamental não investir acima das suas possibilidades, correndo o risco de entrar em sobre-endividamento. Tudo aquilo que nenhum investidor deseja.

Como funciona?

A price action é uma estratégia que defende a simplificação de processos no mercado de valores, permitindo a qualquer investidor maximizar os seus rendimentos. Ou seja, precisa apenas de um gráfico de preços e algum bom senso e conhecimento do mercado, para entender qual será a tendência de determinado activo financeiro ou ação.

Com isso, poderá identificar duas tendências. A primeira é uma tendência de alta, em que o movimento do valor do activo é ascendente, levando-o a uma opção de compra. E a segunda é uma tendência de baixa, em que os valores do activo estarão num movimento descendente e que o levarão a operações de venda. Depois há todo um registo de consolidações e breakouts, que adivinham momentos de ruptura ou de continuidade para determinado activo, influenciando também a sua decisão.

A partir daqui, existe todo um sem número de padrões baseados nestas tendências, que começará a dominar com o tempo e à medida que vai entrando mais no assunto. No entanto, lembre-se e tenha em consideração que a porta de entrada para esse sector poderá ser o price action.

Instrumentos usados ​​no Price Action

Uma vez que a negociação no Price Action se refere a movimentos de preços muito recentes e no passado fechado, a Price Action pode usar várias ferramentas: análise técnica de gráficos, linhas de tendência, bandas de preços, oscilação entre mínimo e máximo e níveis técnicos. Obviamente, esses parâmetros serão usados ​​de acordo com a estratégia que melhor se adequa ao tipo de negociação que queremos fazer.

Em qualquer caso, as ferramentas e padrões que usaremos podem ser mais simples ou mais aprofundados, avaliando a volatilidade, canais de preços ou castiçais. A parte subjetiva também é muito importante, cada trader reage de forma diferente em cada uma de suas negociações e isso pode influenciar nas decisões do Price Action. Por exemplo, muitos podem apontar para um valor limite, após o qual pensam que devem fechar; outros traders, por outro lado, analisando o gráfico entendem que apesar de ter atingido o valor limite, o preço ainda pode subir, buscando assim o lucro máximo.

Quando usar esse conceito?

Geralmente a Price Action é adequada aos traders acostumados a operar no curto e médio prazo. Muitos traders acreditam que o mercado não segue um padrão e, portanto, não pode ser definido como algum tipo de estratégia que sempre funciona. Apesar disso, no entanto, o Price Action comparando as ferramentas de análise técnica com o histórico recente de preços é uma estratégia de negociação que goza de muito apoio no mundo das finanças.

As principais vantagens da estratégia Price Action são: a criação de estratégias personalizadas que nos permitem ter flexibilidade, aplicabilidade a múltiplos instrumentos com uma utilização simples e intuitiva através de várias plataformas de negociação . Além disso, um aspecto que não deve ser subestimado é a possibilidade de backtesting com qualquer estratégia identificada por meio de dados anteriores.

 

0

Sobre o autor

Rankia

Responder a este tópico

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *