XTB: Market update de 25 de Maio de 2018

xtb market update

Por Carla Maia Santos

Mais uma vez, os mercados abanaram ao som das declarações do presidente Donald Trump.
O presidente veio cancelar o encontro com a Coreia do Norte, levando os mercados a reagirem em baixa com receios de agravamento das tensões entre os dois países. Mas a Coreia do Norte diz que se encontra disponível para negociações, acalmando os mais nervosos e levando os índices accionistas norte-americanos a recuperarem. Os investidores começam a habituar-se ao modelo de negociações dramático de Trump. Ora avança com declarações efusivas, assustando os mercados, ora volta atrás como se nada fosse.
Neste vai e vem o EURUSD continua a fazer novos mínimos a caminho dos 1.15 e as yields das obrigações norte-americanas conseguem cotar abaixo da linha dos três por cento.
O petróleo, mesmo com as reservas a saírem acima do esperado, as sanções ao Irão e a crise da Venezuela, contínua a negociar de forma bastante lateral e sem conseguir quebrar a barreira dos USD 80. A quebra desta barreira em alta encontrará mais compradores.
As tensões na Turquia continuam e mesmo depois de aumentarem a taxa de juro de referência em 300 pontos , numa reunião extraordinária, a lira continua a desvalorizar face ao dólar, com receio que Erdogan mantenha a política de não interferir nas taxas e deixando a inflação à deriva.
Na Europa, não há grandes desenvolvimentos na situação política Italiana e na Alemanha o índice Dax30 cota abaixo dos 12920 pontos, suporte de curto prazo.
Em Portugal, a EDP é a empresa que mais valoriza em reacção ao processo da OPA por parte da China Three Gorges e podemos assistir a bastante volatilidade no decorrer do processo.

Sessão Asiática

Para terminar a semana tivemos uma sessão asiática a fechar no vermelho, depois de vermos as relações entre os Estados Unidos e a Coreia de Norte a ficarem novamente mais tensas através do cancleamento do encontro entre os líderes de cada uma das nações marcado para dia 12 de Junho e das declarações prestadas pelo pentágono em que referiram que estavam “prontos para atacar a Coreia de Norte já amanhã, como sempre estiveram”.

Destaque também na sessão de hoje para o mercado chinês que, apesar de ter decrescido 0,1% face ao dia de ontem, pode ver uma réstia de esperança nas relações comerciais com os Estados Unidos uma vez que no próximo fim de semana está previsto o  secretário do comércio dos Estados Unidos deslocar-se à China com o objetivo de resolver as relações comerciais entre ambos os países.

EURJPY activa o H&S

Esta manha foram divulgados os dados da inflação no Japão e verificamos alguma fraqueza inicial na divisa. No entanto verificamos que contra o Euro não teve qualquer capacidade de inverter a pressão vendedora evidente no gráfico. O H&S de inversão baixista segue firme e podemos apontar à amplitude da cabeça do padrão como TP e stop acima da neckline. Quem não entrou com o breakout do suporte poderá querer esperar por um retest desta zona pois nos time frames de curto prazo o activo apresenta alguma sobrevenda e poderá corrigir antes de retomar o momentum baixista. Com a chikou span  embrulhada no preço em m30, num cenário em que apenas a kumo cloudaguenta o preço pressionado, uma correcção altista no curto prazo poderá representar mesmo oportunidades para vender mais acima e aproveitar o H&S.

EURJPY.Daily-1

EURJPY.M30

DE 30 H4– após 2 dias de quedas.

Após o discurso inflamável do presidente Donald Trump vimos dois dias de desvalorização dos índices europeus, principalmente o índice alemão. O anúncio de taxas sobre automóveis importados foi prejudicial no dia de ontem, principalmente quando já se via uma força compradora para conseguir recuperar.

A Ideia seria posições longas com o target num duplo topo no gráfico de 4 horas.

chart (7)

Departamento de Research XTB

Declaração de Risco

A X-Trade Brokers Dom Maklerski S.A. não se responsabiliza por decisões de investimento que se baseiem em informações contidas nesta newsletter. Nenhuma da informação aqui contida deverá ser entendida como recomendação de investimento, garantia de lucro ou de risco significativamente menor. Os investimentos baseados no uso de produtos derivados com alavancagem financeira são, por natureza, especulativos e poderão resultar tanto em lucros como perdas significativas, as quais poderão superar os montantes inicialmente depositados.
0

Sobre o autor

Rankia

Responder a este tópico

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *