Fundos de investimento de volatilidade: o que são e quando investir neles?

Como todos sabemos, um fundo de investimento é um produto financeiro cuja riqueza é formada pelo conjunto de contribuições feitas pelos diferentes participantes, a fim de obter o máximo retorno possível, mantendo um certo nível de volatilidade. Portanto, poderíamos também definir fundos de investimento como património sem personalidade jurídica.

Existe uma grande variedade de fundos de investimento: obrigações, ações, retorno global, misto, retorno absoluto, etc.

Entre o grande número de produtos oferecidos, também podemos encontrar o grupo de fundos de investimento de volatilidade. Em seguida, explicaremos em que consiste esse tipo de fundos, quando seria conveniente investir neles e como eles se comportaram

Quais são os fundos de investimento em volatilidade?

São os fundos que investem em volatilidade, apostando se vai subir ou descer e, portanto, aproveitar as mudanças repentinas. Para isso, eles usam estratégias diferentes que os fazem se beneficiar da turbulência do mercado. Assim, eles fazem uso de futuros e opções para abençoar a volatilidade. Alguns vendem volatilidade, dado que acham que cairá, e outros compram volatilidade para aproveitar os aumentos por meio de produtos como ETNs (vinculados ao índice VIX).

Esses veículos de investimento são especialmente interessantes se pensarmos que haverá movimentos muito abruptos no mercado, tanto para baixo quanto para cima. Além disso, o bom dos fundos de investimento é que beneficiamos da tributação (em comparação com outros produtos), dado que a transferência de um fundo para outro não é tributada.

Então, vemos que os fundos de volatilidade geralmente tiveram um bom resultado na crise de 2008 e também de 2011. No inicio do ano tivemos o aumento galopante da volatilidade. 

Abaixo, apresentamos uma tabela com alguns exemplos de fundos de investimento em volatilidade que são comercializados na Europa. Não há uma grande variedade, na verdade, poucos são as gestoras de ativos que os oferecem.

Conta com uma volatilidade de 3,12%, rentabilidade anualizada a três anos de 2,12% e índice de Sharpe de 0,77%.

Conta com uma volatilidade de 1,44%, rentabilidade anualizada a três anos de -0,26% e índice de Sharpe de 0,04%.

Conta com uma volatilidade de 3,12%, rentabilidade anualizada a três anos de -0,25% e índice de Sharpe de 0,04%.

Conta com uma volatilidade de 5,21%, rentabilidade anualizada a três anos de -10,78% e índice de Sharpe de -2,12%.

Conta com uma volatilidade de 5,64%, rentabilidade anualizada a três anos de -7,14% e índice de Sharpe de -1,26%.

Informação atualizada 30/06/2018

Está disposto a investir nestes fundos?

 

Sobre o autor

Juan Diego Quilez
Gestor do Rankia Portugal