Análise do Fundo BlackRock World Technology Fund A2 EUR - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Análise do Fundo BlackRock World Technology Fund A2 EUR

Subscrever Agora

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


BlackRock World Technology Fund A2 EUR

A continuação, apresentamos uma análise completa do BlackRock World Technology Fund A2 EUR, um fundo de investimento em ações que investe em empresas do setor tecnológico com cinco estrelas Morningstar.

A BlackRock demonstrou mais uma vez sua capacidade de oferecer aos investidores produtos financeiros da mais alta qualidade. Neste artigo analisaremos a sua política de investimento, a composição da sua carteira e, claro, a rentabilidade e o risco do BlackRock World Technology Fund A2 EUR.

BlackRock – Empresa de Gestão Líder Mundial

ISIN LU0171310443
Categoria Morningstar Ações Sector Tecnologia
Data de lançamento do fundo 3 de março de 1995
Moeda Base Dólar Americano
Classe de Ativos Equidade
Investimento Inicial mínimo 5.000 €
Despesas 1,81%
Carga inicial 5%

A BlackRock é a maior sociedade gestora  de património gerenciado (AUM) que existe. Os seus ativos sob gestão elevam-se a 6,7 biliões de doláres, conforme relatado pelo ranking anual Top 500 Asset Managers Report 2020 (publicação Investments & Pensions Europe).

É uma grande empresa financeira capaz de oferecer soluções de investimento a clientes em todo o mundo. Trabalha com todos os tipos de ativos e veículos de investimento, incluindo produtos alternativos e sustentáveis. Ele até colabora nos programas de estímulo do Federal Reserve dos Estados Unidos.

Com cerca de 100 unidades de investimento e mais de 10.100 empregados repartidos por 27 países, consegue obter informação em primeira mão e oferecer uma diversificação geográfica completa nos seus produtos. Além disso, está sediada na Espanha desde 1994, o que oferece proximidade; por ser uma entidade comprometida com as necessidades de seus clientes.

Nesta ocasião, analisamos um dos seus fundos de investimento com o mais destacado: o BlackRock World Technology Fund A2 EUR. É um produto de alta qualidade. Alcançou uma classificação de 5 estrelas na classificação Morningstar e tem sido capaz de entregar retornos anuais positivos nos últimos 7 anos.

Qual é o objetivo e a política de investimento do BGF World Technology Fund A2 EUR?

O BlackRock World Technology Fund A2 EUR é um fundo de investimento pertencente à categoria de ações do setor tecnológico.

Por conseguinte, o seu objetivo é claro e a sua política de investimento é simples: maximizar a rentabilidade através de uma combinação de crescimento do capital e rentabilidade dos ativos do fundo, através do investimento de, pelo menos 70% do seu património em ações de empresas com presença no setor de tecnologia. Tem capacidade para investir em empresas vanguardistas, pioneiras das novas tecnologias.

Não tem qualquer restrição geográfica e pode até usar derivados financeiros para fins de investimento (em outras palavras, para maximizar retornos e alcançar os objetivos, não exclusivamente como cobertura).

Trata-se de um fundo de acumulação. Os retornos que as ações que compõem a carteira podem oferecer não são distribuídos entre os participantes, mas são incorporados ao valor do fundo para contribuir para o seu crescimento.

Como é composta a carteira do BlackRock World Technology Fund A2 EUR?

O gesor do BlackRock World Technology Fund A2 EUR, Tony Kim, pode escolher e atribuir valores à carteira no índiceo MSCI AC World Information Technology Index.

No entanto, é simplesmente um índice de referência: o fundo de investiment tem um Alpha 3a de 7,94, o que mostra a gestão ativa e a habilidade do gestor em seu trabalho. Tony Kim conseguiu agregar valor ao fundo (sem dúvida, esse tipo de setor teve um bom desempenho, mas o gestor obteve retornos extraordinários).

Em princípio, estamos olhando para um fundo global, sem restrição geográfica. No entanto, observa-se em sua repartição por áreas como os Estados Unidos tem peso considerável. Assim permanece sua composição por regiões:

Áreas geográficas % Carteira
EUA 60,42%.
Ásia Emergente 16,68%.
Ásia desenvolvida 6,47%.
Zona Euro 6,20%.
Ibero-América 4,37%.

Não é de estranhar que os Estados Unidos tenham um alto percentagem de representação, visto que este país possui um forte setor de tecnologia e nele estão as principais empresas desse setor.

Isso não é incomum em fundos de investimento de  ações no setor da  tecnologia. De facto, uma exposição de 60,42% a esta área é inferior à do índice de referência deste próprio fundo de investimento.

Por outro lado, considerando sua composição setorial, a tecnologia desempenha um papel predominante. No entanto, existem setores paralelos que aproveitam as aplicações tecnológicas. Em outras palavras: empresas que usam tecnologia para oferecer outros serviços. O exemplo mais claro é a Amazon (em suma, é uma empresa do setor de consumo cíclico que utiliza a tecnologia para realizar seu processo de vendas).

Assim, a repartição setorial do BlackRock World Technology Fund A2 EUR é definida da seguinte forma:

Setores % Carteira
Tecnologia 55,39%
Consumo Cíclico 18,19%
Serviços de comunicação 16,71%
Serviços financeiros 4,20%
Consumo Defensivo 1,82%

Caso falte um setor entre os principais setores deste fundo, talvez seja o de cuidados de saúde (tem apenas uma exposição de 0,74% dos seus ativos).

Essa indústria também tem um forte componente tecnológico e, além de ter apresentado muito bons resultados, segundo especialistas, tem grande potencial de crescimento. A exposição média desta categoria de fundos ao setor saúde é de 3,70%. De qualquer forma, dados os resultados obtidos (que veremos em breve), não se pode dizer que as decisões tomadas pelo gestor estejam erradas.

Só falta analisar em quais empresas detalhadas o BlackRock World Technology Fund A2 EUR investe o seu património.

Se olharmos para às dez maiores posições do portfólio, podemos ter uma ideia melhor de como o capital é distribuído:

10 melhores posições 0% Carteira
Apple 3,70%
Microsoft 3,00%
Tesla 2,81%
Amazon 1,94%
Square 1,75%
Tencent Holdings 1,64%
LG Chem 1,62%
Taiwan Semiconductor Manufacturing 1,61%
Twilio 1,56%
Paypal 1,52%

A soma das dez principais posições de carteira representa um pouco mais de 21% do total (21,15%). Os dados estão atualizados em 31 de janeiro de 2021.

Qual é a rentabilidade e o risco do BlackRock World Technology Fund A2 EUR?

Depois de analisar sua estratégia e composição de portfólio, cabe pergunta-se sobre os rendimentos oferecidos pelo BlackRock World Technology Fund A2 EUR. Na verdade, não sãonada negligenciveis. O fundo tem sido capaz de oferecer retornos anualizados acima de 30%:

  • Rentabilidade anualizada a 3 anos: 37,11%. O que significa superar a média da sua categoria de fundos em 12,60% e superar o índice de referência em 10%.
  • Rentabilidade anualizada de 5 anos: 35,06%. Deixando para trás a média da categoria de fundos de investimento do setor de tecnologia em 11,18% e o MSCI AC World Information Technology Index em 9,51%.

Nota: dados atualizados em 1º de março de 2021.

No gráfico a seguir, podemos observar o crescimento do fundo em conjunto com as duas variáveis ​​comparativas (média da categoria e índice de referência) nos últimos cinco anos. É possível perceber que ele os ultrapassa na maioria das vezes, além disso, a diferença está se tornando cada vez mais significativa.

BlackRock World Technology Fund A2 EUR

Evolução do BlackRock World Technology Fund A2 EUR em contraste com a média da categoria de fundos de investimento em ações do setor de tecnologia e seu índice de referência (MSCI AC World Information Technology Index).

(Fonte: Morningstar)

Os retornos anuais deste fundo de investimento nos últimos anos têm sido positivos, especialmente em 2020, um ano marcado pela crise de saúde causada pela Covid-19:

Ano Rentabilidade anual (%)
2014 22,84%
2015 15,89%
2016 9,30%
2017 33,66%
2018 4,53%
2019 46,23%
2020 69,64%

Em relação ao risco, não se pode ignorar que se trata de um produto de ações de um setor de alta volatilidade. Especificamente, a Morningstar atribui a este fundo um risco acima da média; apresenta uma volatilidade que chega a 21,90%.

Na escala proposta pela Comissão Nacional do Mercado de Valores, o BlackRock World Technology Fund A2 EUR tem uma pontuação de 6 em 7 (7 sendo o maior grau de risco).

Como já foi explicado, a própria natureza do fundo dá a ele a capacidade de obter retornos elevados, mas também carrega um maior grau de risco.

Recomendações finais

A única recomendação indicada para este fundo de investimento pode não ser adequada para investidores de curto prazo.

Destacamos que o investidor deve ter em mente que a moeda base do BlackRock World Technology Fund A2 EU é o dólar dos Estados Unidos. Uma vez que as partições nesta classe do fundo são compradas e vendidas em euros nesta classe, o desempenho pode ser afetado em resultado da conversão cambial.

Não se pode dizer que o BlackRock World Technology Fund A2 EU seja um fundo sustentável, de acordo com o prospeto. Possui uma classificação de fundos ESG atribuída pelo MSCI de BBB.

 

Artigos Relacionados

Conteúdo produzido por PictetAM O fair value é um importante indicador de mercado, que visa dar objetividade a um ativo. É assim que funciona. “Fair value” significa literalmente “valor justo”. É um indicado...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments