Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Análise Turismo Fundos

Subscrever Newsletter

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


Constituída em 1995, a Turismo Fundos é uma sociedade gestora de organismos de investimento imobiliário que investe especialmente em imóveis afetos às atividades turística e industrial.

turismo fundos

Análise Turismo Fundos

Os fundos de investimento imobiliário são instrumentos financeiros para as empresas poderem reforçar a sua capacidade financeira, separando a propriedade imobiliária e a gestão do negócio instalado no imóvel. Através do fundo, a empresa pode materializar a aquisição do imóvel e arrendar o mesmo à sua empresa ou a outra.

O Turismo Fundos proporciona às empresas um aumento da sua autonomia financeira assim como um reforço da sua capacidade de gestão.

Atualmente, a Turismo Fundos gere cinco fundos de investimento imobiliário, nas áreas da atividade turística e industrial. São eles:

  • Fundo de Investimento Imobiliário Fechado – FIIFT
  • Fundo de Investimento Imobiliário Fechado Turístico – FIIFT II

Estes dois fundos têm o propósito de reforçar a capacidade financeira das empresas.

  • Territórios de Baixa Densidade Turísticos – Fundo Especial de Investimento Imobiliário Fechado – TBD FEIIF.

O seu objetivo passa pelo desenvolvimento sustentável do turismo, assim como a dinamização e a sustentabilidade das economias locais dos territórios de baixa densidade.

  • Fundo Revive Natureza – FRN

Pela valorização do património edificado e natural e da promoção do desenvolvimento regional.

  • Fundo Imobiliário Especial de Apoio às Empresas – FIEAE

Criado no âmbito do Programa PME Consolida como instrumento financeiro que possibilita a melhoria das condições de financiamento das empresas, especialmente das PME.

É fulcral referir que a gestão destes fundos de investimento têm como missão contribuir para as políticas públicas de apoio à competitividade, intervindo na sua componente imobiliária.

O montante total dos fundos ascende os 331 milhões de euros. Os seus acionistas são:

  • Banco Português de Fomento, com 53,2%

  • Caixa Geral de Depósitos, com 33,5%

  • Novo Banco, com 13,3%

Turismo Fundos: Fundos de Investimento

Analisemos, agora, pormenorizadamente, cada um dos fundos:

Fundo de Investimento Imobiliário Fechado I e II

As suas políticas de investimento estão orientadas para a aquisição de imóveis afetos à atividade turística para efeitos de arrendamento, nomeadamente de animação turística com carácter inovador; espaços hoteleiros e de animação turística que envolvam a recuperação de património arquitetónico histórico e cultural; espaços hoteleiros que careçam de modernização e redimensionamento; espaços turísticos que envolvam a recuperação de imóveis não concluídos, cujas obras se encontrem suspensas há mais de cinco anos e constituam fator de degradação ambiental.

Territórios de Baixa Densidade Turísticos

A política de investimento do TBDT é vocacionada para a aquisição de imóveis para efeitos de arrendamento para o exercício de uma atividade turística ou que com esta atividade demonstre encontrar-se diretamente correlacionada.

O Fundo pode também servir para obras de melhoramento, ampliação e requalificação dos imóveis ou indemnizar os arrendatários por benfeitorias realizadas nos seus imóveis.

Os imóveis adquiridos através deste fundo devem possuir características que lhes permitam contribuir para promover o desenvolvimento, dinamização e sustentabilidade das economias locais dos territórios de baixa densidade, promovendo a criação de emprego, bem como para a redução das diferenças regionais e da sazonalidade na procura desses mesmos territórios.

Fundo Imobiliário Especial de Apoio à Empresa

Destina-se a empresas economicamente viáveis, ainda que com algumas dificuldades financeiras, designadamente PME. Esse apoio gere-se através da aquisição de imóveis integrados no património dessas empresas como forma de dotação de recursos financeiros imediatos a essas empresas, regra geral acompanhadas de opção de recompra pelas empresas transmitentes.

Fundo Revive Natureza

Este fundo tem por objetivo requalificar e valorizar imóveis públicos devolutos.

É gerido pelo Turismo Fundos com a participação do Estado português, pelo Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas e pelo Turismo de Portugal.

Ler mais tarde - Preencha o formulário para guardar o artigo como PDF
Consent(Obrigatório)

Artigos Relacionados

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments