O que é um fundo de investimento em participações? - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

O que é um fundo de investimento em participações?

Subscrever Agora

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


Fundos de Investimento em participações

Um Fundo de Investimento em Participações (FIP) é a chance de investir em empresas promissoras antes mesmo de elas abrirem capital na bolsa de valores. Alguma vez, ouvio falar em FIP? Sabe como investir neste tipo de fundos? Neste artigo, explicamos o que é um FIP, como funcionam e as suas vantagens e desvantagens. Siga a leer.

O que é um fundo de investimento em participações?

Os fundos de investimento são um dos diferentes métodos de investimento possíveis para aqueles com números até pequenos. Trata-se de fundos de investimento nos quais os participantes compram uma participação, se beneficiam de quaisquer lucros e sofrem com possíveis perdas. Eles trabalham coletivamente e reúnem o dinheiro de vários investidores com um objetivo comum. Para participar do fundo é preciso comprar ações. O mercado oferece diferentes tipos de fundos de investimento, que podem ter perfis e estratégias mais ou menos adaptadas às suas necessidades. No caso do FIP, a operação é ligeiramente.

Como funciona um fundo de investimento em participações?

O Fundo de Investimento em Património Líquido (FIP) é uma comunidade de recursos a serem aplicados em empresas públicas, fechadas ou limitadas, em desenvolvimento. Cabe ao administrador montar o fundo e realizar o processo de captação de recursos com investidores através da venda de ações.

Assim como os demais Fundos de Investimento, a FIP reúne investidores em uma espécie de condomínio, administrado por administradores profissionais. Uma das principais diferenças que apresenta é a possibilidade de investir em empresas privadas. Além dessas empresas, esses fundos também podem comprar ações de empresas de capital aberto e investir em títulos que podem ser convertidos em ações, bônus de subscrição e outros títulos conversíveis.

O objetivo de uma FIP é participar do processo de tomada de decisão das empresas em que você investe. Os fundos de investimento em ações também se concentram em investir em empresas em fase de desenvolvimento, colocando dinheiro nessas iniciativas. Dessa forma, o administrador do fundo participa ativamente da gestão da empresa. Isso pode ser feito comprando ações suficientes para participar do bloco de controle, do acordo de acionistas ou de outros procedimentos que garantam esse direito à fip. Trata-se de um investimento de renda variável.

Quando solicitamos um fundo de investimento em ações, estamos colocando nosso capital em participação ativa em uma empresa. Normalmente, aplica-se mais em empresas fechadas, ou seja, que não abriram capital na bolsa de valores. Estes podem ser fundos focados em ações, títulos simples, bônus de subscrição e outros títulos que podem ser posteriormente convertidos em ações.

O fundo de investimento em ações, na verdade, pode fazer parte de um processo de maturação de uma empresa, que pode posteriormente levar à abertura de capital, quando começa a trocar ações na bolsa de valores. A busca pela diversificação da carteira não é uma questão nova para a grande maioria dos investidores.

Pelo contrário, a importância de marcar riscos e segmentos de mercado em seus investimentos, reduzindo os riscos globais de portfólio, é generalizada.

Tipos de FIP

Existem vários tipos de FIPs:

  • FIP – Empresas Emergentes
  • FIP – Seed Capital
  • FIP – Infraestrutura (FIP-IE)
  • FIP – Multiestrategia.

Cada um com regras diferentes de composição e negociação. Existem fundos de investimento em ações que têm estrutura semelhante a um fundo de investimento tradicional, que tem uma gestão que seleciona os ativos para investir. Há também FIPs que se assemelham a fundos imobiliários (FII), que são negociados na Bolsa de Valores (liquidez D+2) e têm rendimento livre de renda.

Embora apresente uma perspectiva positiva de lucro, também precisamos avaliar o nível significativo de risco que esse ativo implica, como o risco do mercado em que a empresa atua. Como são empresas que não estão listadas na bolsa de valores, essas instituições podem oferecer menos solidez, o que aumenta o risco de sofrer com questões macroeconômicas e setoriais. Além disso, há também risco de liquidez.

Vantagens e desvantagens de um fundo de investimento em participações

Nem todos os FIPs são negociados na bolsa de valores e podem não ter tanta liquidez quanto o mercado como um todo. Em suma, a FIP traz ao mercado uma ampla gama de oportunidades coletadas em um aplicativo. O produto representa a possibilidade de mitigação global do risco de carteira, participando de atividades que muitas vezes ainda não existem na Bolsa de Valores, pode trazer uma possibilidade de investimentos no exterior, é realizado pela gestão profissional e atua em investimentos com alto potencial de retorno.

  • A gestão da FIP é realizada por um gestor profissional, especializado e com condições técnicas para analisar investimentos com maior perspectiva de retorno.
  • O investidor participa do crescimento das atividades de portfólio das empresas, independentemente de estarem listadas na bolsa de valores ou fechadas.
  •  Os FIPs buscam investimentos com alto potencial de retorno, resultando em oportunidades relevantes de ganho.
  • Permite a participação em diferentes investimentos, reduzindo o risco global da carteira.

Em suma, um FIP investe em ações, assinando bônus e títulos de companhias de capital aberto ou fechados, ações em sociedades limitadas públicas e quaisquer títulos conversíveis em ações ou ações. Os fundos de investimento em ações investem pelo menos 90% dos ativos do fundo em empresas de qualquer porte e constituição legal.

Na prática, qualquer empresa pode ser investida. Para o investidor, acionista da FIP, é possível investir em empresas de diferentes segmentos, tamanhos, maturidade, transparência, gestão profissional, etc.  Este produto sozinho não pode investir diretamente em direitos imobiliários e creditícios, que por sua vez são acessíveis por meio de outros fundos estruturados, como FII e PFC, respectivamente.

Há milhares de empresas na economia real que ainda não estão listadas na bolsa de valores, porque muitas delas precisam de financiamento para seus projetos. Nesses casos, a FIP pode ser o investidor que muitos deles precisam. No entanto, a regulamentação desse tipo de fundo exige uma obrigação que distingue entre os outros tipos de fundos. Ou seja, a VET deve participar das decisões da empresa investida, com influência sobre política estratégica e gestão e que podem ser de diferentes formas.

Portanto, a FIP ajuda a empresa a melhorar a gestão, os processos e até mesmo ter acesso a profissionais diferenciados e experientes. No que diz respeito à duração, o FIP não permite reembolsos e há casos em que as cotas não são negociadas na bolsa de valores ou mesmo o regulamento proíbe a transferência de ações. Para alterar o período de duração, ele deve ser aprovado em assembleia geral.

No que diz respeito à tributação, a incidência e a alíquota do imposto de renda variam dependendo do tipo de fundo, do tipo de investidor e da alocação da carteira do fundo. Em geral, para investidores residentes, o imposto de renda é de 15% sobre os rendimentos e ganhos de capital obtidos com a venda ou amortização de ações, inclusive para pessoas físicas ou jurídicas. No que diz respeito aos investidores estrangeiros, há uma isenção do imposto sobre renda e lucros.

Artigos Relacionados

Conteúdo produzido por PictetAM O fair value é um importante indicador de mercado, que visa dar objetividade a um ativo. É assim que funciona. “Fair value” significa literalmente “valor justo”. É um indicado...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments