Perfil de risco: sabe qual é o seu perfil de investidor? - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Perfil de risco: sabe qual é o seu perfil de investidor?

Subscrever Agora

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


Perfil de risco: sabe qual é o seu perfil de investidor?

Há muitas possibilidades ao escolher um fundo de investimento e temos de ser claros sobre várias coisas antes de começarmos a procurar. Em primeiro lugar, temos de saber qual é o nosso perfil de risco, tendo em conta o que procuramos. Uma vez que temos os nossos objectivos, temos de saber quais são os rácios mais adequados às nossas necessidades, a fim de encontrar os melhores fundos de investimento com base nas nossas necessidades.

Perfil de risco

Perfil de risco

O perfil de risco é a base da tomada de decisões de investimento, sendo a primeira pergunta a que qualquer investidor deve responder. Além disso, é essencial conhecer os diferentes riscos que existem quando se investe. Normalmente são utilizados 3 ou 5 perfis de risco diferentes, desde os mais defensivos aos mais agressivos, sendo os habituais:

  • Defensivo
  • Moderado
  • Agressivo

Defensivo

Caracteriza-se por uma grande aversão ao risco, sendo uma prioridade para este investidor que o seu património não perca o seu valor devido a um investimento. Para eles, os retornos estáveis são a prioridade, juntamente com os produtos que raramente apresentam retornos negativos. A rentabilidade é geralmente secundária, tentando obter um retorno, pelo menos igual à inflação. A gama de possibilidades de investimento é limitada, sendo os produtos típicos de rendimento fixo, ou produtos mistos defensivos, bem como os fundos de investimento de retorno absoluto ou multiestratégia com uma visão de preservação do capital a longo prazo em qualquer ambiente de mercado.

Para este perfil, a protecção do capital é importante, assim como a estabilidade dos retornos. Devemos verificar o número de anos em negativo que apresenta, bem como a queda máxima experimentada pelo fundo, através do Drawdown. Além disso, é interessante tentar reduzir o mais possível a volatilidade dos seus retornos. Devemos procurar fundos com uma clara vocação para preservar o capital, podendo sacrificar retornos a longo prazo a fim de atingir este objectivo.

Moderado

O perfil moderado é considerado um perfil intermédio entre defensivo e agressivo. Não quer assumir as grandes descidas que pode ter o rendimento variável, mas está disposto a correr riscos para alcançar retornos acima da inflação. Estes investidores têm um horizonte temporal mais longo do que os conservadores. Para eles, o ideal é compor carteiras mistas, com rendimento fixo e rendimento variável, dependendo da forma como são mais perfiladas. Todos os produtos se enquadram neste perfil, sendo o ponto-chave a ponderação que lhes atribuímos.

Para o perfil moderado, procuram-se fundos com uma boa relação entre o retorno fornecido e o risco suportado, pelo que o rácio Sharpe deve ser maximizado, uma vez que valoriza a relação entre eles. Como eles têm uma certa aversão ao risco, é importante que o fundo não tenha um Drawdown excessivo, de acordo com a sua tolerância ao risco. Pode ser aconselhável ver nas fichas dos fundos em ações, obrigações ou dinheiro para assim avaliar a exposição do fundo e selecionar o que mais se ajuste a nós.

Agressivo

São investidores que têm pouca aversão ao risco, já que o seu objectivo final é obter o maior retorno possível a longo prazo. Estão dispostos a assumir perdas a curto e médio prazo, a fim de obterem elevados retornos a longo prazo. As suas carteiras são compostas principalmente de ações, mas também podem incorporar obrigações High Yield, bem como fundos de gestão alternativa agressivos e ações de mercados emergentes. Caracterizam-se por um horizonte temporal mais longo.

Para o perfil agressivo, o risco é secundário, sendo o mais importante a construção de carteiras com o máximo retorno possível a longo prazo. É importante ter fundos com elevado Tracking Erro, para que tenham a capacidade de sair do seu índice de referência, e assim ganhar mais do que o seu mercado. Além disso, estes fundos devem bater tanto os seus índices como as suas categorias, colocando-se no percentil mais alto da sua categoria.

Conclusões

Não existe um indicador único para cada estilo de gestão ou perfil de risco. Devemos ter uma visão global e analisar as relações entre alguns rácios e outros, a fim de determinar quais os fundos que melhor se adaptam às nossas características, e depois encontrar o melhor. Para tal, precisamos de ter uma boa compreensão das diferenças entre os perfis de risco e para que é utilizada cada rácio de avaliação.

Se quiser aprender mais sobre Fundos de Investimento, pode fazer download do nosso manual de gratuitamentemanual fundos

Artigos Relacionados

Conteúdo produzido por PictetAM O fair value é um importante indicador de mercado, que visa dar objetividade a um ativo. É assim que funciona. “Fair value” significa literalmente “valor justo”. É um indicado...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments