Princípios para os investidores na opinião de Sir John Templeton
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Princípios para os investidores: na opinião de Sir John Templeton

Subscrever Agora

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


Princípios para os investidores

Principios para os investidores: Sir John Templeton, fundador da Templeton, é considerado um dos investidores mais sensatos e respeitados em todo o mundo. A revista Forbes descreveu-o como “o decano do investimento global” e “um dos gestores com mais êxito na história”.

Os princípios enumerados de seguida são, na opinião de Sir John, um valor permanente para os investidores.

Estes princípios foram seguidos por Sir John Templeton e os profissionais de investimento da Templeton continuam a aplicá-los; no entanto, não constituem assessoria de investimento para investidores particulares. Antes de efectuar qualquer investimento, por favor, consulte sempre o seu assessor financeiro.

Franklin Templeton logo

Princípios para os investidores: na opinião de Sir John Templeton

1. Investir para obter rendibilidades absolutas

O verdadeiro objectivo de qualquer investidor, a longo prazo, é conseguir a máxima rendibilidade depois de impostos.

2. Ter uma mente aberta

Nunca escolha, de forma permanente, um tipo de activo ou um método de selecção. Tente ser mais flexível, ter uma mentalidade aberta e ser mais céptico. Os melhores resultados, a longo prazo, apenas se conseguem com uma gestão activa, comprando títulos que não estão na moda e vendendo os que estão.

3. Ir Contra a Corrente

Obteremos o máximo sucesso se comprarmos quando os outros estiverem a vender desesperadamente, e se vendermos quando outros estiverem a comprar euforicamente. Isto requer uma forte disciplina.

4. Tudo muda

As tendências em baixa e as tendências em alta dos mercados são temporais. O preço dos activos torna a subir entre 1 e 12 meses depois de ter tocado o seu mínimo e vice-versa. Existem, sempre, sectores ou tipos de activos que estão na moda, mas as modas são passageiras.

5. Evitar as Modas

Quando um determinado método de selecção de títulos está na moda, é altura de mudar.

6. Aprender com os Erros

“Desta vez é diferente” é uma das frases que mais dinheiro tem feito perder.

7. Comprar em Épocas de Pessimismo

Os mercados em alta nascem do pessimismo, crescem com o cepticismo, maturam com o optimismo e morrem na euforia.

A época de maior pessimismo é a melhor altura para comprar e a época de maior optimismo é a melhor altura para vender.

8. Procure Oportunidades e Saldos

Muitos investidores centram-se nas perspectivas e tendências.

Nos mercados accionistas, a única maneira de conseguir um saldo é comprar o que a maioria dos investidores está a vender.

9. Procurar em Todo o Mundo

Se procurar em todo o mundo, encontrará mais e melhores oportunidades. Também diminuirá o seu risco graças à diversificação.

Os únicos investidores que não deveriam diversificar são aqueles que acertam 100% das vezes.

10. Ninguém sabe Tudo

Um investidor que tem todas as respostas nem sequer compreende as perguntas.

Artigos Relacionados

Conteúdo produzido por PictetAM O fair value é um importante indicador de mercado, que visa dar objetividade a um ativo. É assim que funciona. “Fair value” significa literalmente “valor justo”. É um indicado...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments