Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Threadneedle (Lux) American Smaller Companies

Subscrever Newsletter

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


Entrevista de Nicolas Janvier Head of US Equities, EMEA na Columbia Threadneedle

E como introdução ao investimento em empresas small-caps… Quais são as vantagens e desvantagens de investir em small caps em comparação com outras empresas de grande capitalização?

Uma das vantagens de investir em small caps, agora, é que estas continuam subvalorizadas em relação às empresas de grande capitalização com margem para recuperar-se  numa reavaliação geral. As small caps têm um peso muito maior nas receitas nacionais do que as empresas de grande capitalização, o que significa que refletem melhor a economia subjacente dos EUA. No caso dos EUA continuarem a crescer acima da tendência e acima de outros mercados desenvolvidos, então as small caps estariam bem preparadas para obter resultados superiores.

Além disso, a nossa análise de ciclos passados mostra que uma inflação mais elevada e taxas crescentes são geralmente positivas para as small caps, uma vez que reflectem a saúde da economia subjacente. Dado que as small caps têm mais exposição à economia nacional do que as grandes empresas, isto poderia ser considerado uma vantagem estrutural positiva.

As small caps tendem a ter menos cobertura de analistas  por parte dos vendedores e o mercado das small caps é tipicamente mais ineficiente, o que significa haver mais oportunidades de comprar ações em avaliações atrativas onde, na nossa opinião, a rentabilidade futura, o cash flow e os lucros futuros não foram adequadamente capturados pelo mercado.

A principal desvantagem de investir em small caps é que tendem a ser mais voláteis do que as empresas de grande capitalização, devido à sua menor dimensão e ao seu pior perfil de liquidez. Isto significa que a gestão de risco é absolutamente vital para nós como gestores de carteiras. Asseguramos de conhecer  a contribuição individual de cada título para o risco ativo, para podermos modificar as exposições em conformidade, caso estejam a contribuir de forma excessiva ao risco global.

Porque é que as small caps americanas são uma oportunidade de investimento?

As Small Caps americanas são uma oportunidade de investimento atrativa porque, sendo mais pequenas, estas empresas têm o potencial de crescer muitos múltiplos (5x, 10x…) do seu valor atual em comparação com empresas maiores que podem ser impedidas de fazer o mesmo pelo seu grande tamanho e falta de espaço para crescer no seu mercado existente. As small caps também tendem a ter um potencial de crescimento superior, dado que são frequentemente empresas em fase inicial que se encontram numa fase mais precoce do seu ciclo de crescimento.

A que se deve o aumento do rendimento a longo prazo dos títulos das small caps?

Como uma classe de ativos, as small caps são geralmente consideradas mais “arriscadas” do que as grandes empresas, dada a sua maior volatilidade e em comparação com as grandes empresas. A longo prazo, os investidores foram recompensados com uma maior rentabilidade por assumirem a elevada volatilidade e perfil de risco das small caps. Dada esta característica da classe de ativos, um dos principais objetivos da nossa abordagem ativa é captar o prémio de risco da classe de ativos de small cap, mas fazê-lo de uma forma previsível e consistente com uma volatilidade inferior à da referência. Conseguimos fazê-lo sendo relativamente neutros em termos sectoriais e de fatores, o que nos permite concentrar-nos numa séria de ideias específicas para os valores em todos os sectores. Não sendo excessivamente alavancados num fator ou sector, podemos aumentar o risco de seleção de títulos ao mesmo tempo que minimizamos outros riscos e, em última análise, tentamos produzir uma viagem mais suave e mais consistente para os nossos clientes, independentemente de quando investem.

O ambiente atual é favorável para as small caps americanas?

Consideramos que o ambiente atual é favorável às small caps pelas razões já mencionadas: o facto de serem subvalorizadas em relação às grandes capitalizações, a sua exposição à economia doméstica dos EUA e como a nossa análise de ciclos passados mostra que as empresas mais pequenas tendem a dar-se bem num ambiente de taxas de juro crescentes, como a situação em que nos encontramos atualmente.

Considera que as empresas mais pequenas são um reflexo da saúde da economia de um país?

Sim, as empresas de pequena capitalização reflectem a saúde da economia nacional de um país. Isto também é verdade para as small caps americanas.

Considera-se um investidor em valor (value investors)? Como a Threadneedle (Lux) American Smaller Companies está mais concentrada em sectores tradicionalmente considerados como de valor.

Não nos consideramos investidores em valor, mesmo que invistamos em sectores que possam ser referidos como “sectores de valor”. A nossa filosofia e processo de investimento abre todo o universo do investimento porque as empresas com as características fundamentais de melhoria que procuramos podem ser encontradas em todos os sectores. Portanto, as nossas carteiras terão exposição tanto a sectores de “valor” como a sectores de “crescimento”, como ao tecnológico.

Em geral, o nosso objectivo é manter uma posição relativamente neutra em termos de factores e sectores em relação ao índice de referência, para podermos minimizar o risco do nosso sector e do factor e orientar o risco para a selecção de valores, reunindo uma mistura de ideias consideradas tanto de crescimento como de valor. Este enfoque na construção de carteiras, que sentimos, ajuda-nos a produzir retornos mais previsíveis e consistentes para os clientes.

Na sua opinião, quais são os critérios mais importantes para filtrar e seleccionar as melhores empresas dentro de um sector? O que significa para si uma “boa empresa”?

Para filtrar o universo de investimento e encontrar as melhores empresas de um sector, concentrámo-nos no tema da melhoria dos fundamentos da empresa. Medimos esta melhoria avaliando se uma empresa aumenta a sua quota de mercado ao longo do tempo, conduzindo a uma melhor rentabilidade, o que deverá traduzir-se numa melhoria do free cash flow e num retorno crescente do capital investido. Também queremos ver se  uma empresa tem uma visão bem articulada sobre como incorporar os princípios de Investimento Responsável (RI) nos seus negócios.

Começamos com um universo de investimento muito grande em small caps americanas (2500+ empresas), pelo que contar com um processo muito disciplinado como este é vital para garantir que possamos captar as melhores oportunidades. Haverá muitas “boas” empresas no universo do investimento, mas não estamos interessados em investir em boas empresas paradas, mas sim em boas empresas que melhoram. Também prestamos muita atenção à avaliação e procuramos aceder a estas empresas a uma avaliação atractiva onde este grau de melhoria das características fundamentais não se reflecte plenamente no preço de mercado.

Como se comportou o Threadneedle (Lux) American Smaller Companies nos últimos meses? Foi afetado pela guerra da Ucrânia?

Nos últimos 3–6 meses assistimos a uma volatilidade acrescida no mercado causada por uma variedade de factores, entre os quais se destaca a trágica guerra na Ucrânia. O pivot da Reserva Federal para combater agressivamente a inflação através do aumento das taxas de juro e da redução da dimensão do seu balanço acumulado desencadeou uma forte mudança na sorte do mercado, já que muitos dos valores de crescimento de longa duração se venderam a favor de empresas mais cíclicas. Apesar desta rotação e período volátil dos activos de risco, conseguimos navegar bem no mercado e obter retornos acima do índice de referência nos últimos os últimos 3-6 meses (até 31 de março de 2022). Como é comum na nossa carteira de pequena capitalização, a maioria parte do desempenho relativo  foi impulsionado pela selecção de valores em oposição à alocação sectorial. Dado que operamos com uma carteira relativa neutra em termos de sectores e factores, o nosso objectivo é utilizar a nossa vantagem de investigação como empresa e concentrar-nos na selecção de valores para impulsionar os rendimentos. O que acreditamos pode produzir uma geração de alfa mais previsível ao longo do ciclo. Em vez disso, reconhecemos que alguns concorrentes do grupo parecem sentir-se mais confortáveis ao atribuir mais erros de acompanhamento aos factores de estilo.

Poderia dar um exemplo de uma empresa da carteira? Porquê esta empresa?

Uma das nossas maiores participações na carteira e um nome que tem funcionado bem para nós: Carriage Services. O Carriage é o segundo maior prestador de cuidados de saúde nos EUA. Está a ganhar quota de mercado num sector muito fragmentado e a consolidar-se bem, em parte através das vendas pré-nupciais. Isso significa que eles agora tomam dinheiro para prestar serviços funerários quando são necessários no futuro. É um dos dois únicos agentes funerários dos EUA, que possui tanto funerárias como cemitérios, implicando uma grande vantagem operacional. São mais rentáveis e fazem-no com menos capital investido, o que deveria conduzir a uma maior rentabilidade a longo prazo.

Ler mais tarde - Preencha o formulário para guardar o artigo como PDF
Consent(Obrigatório)

Artigos Relacionados

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments