Gestão ativa usando o VIX

Gestão ativa usando o VIX

Gestão ativa usando o VIX? O VIX pode ser usado como um indicador confiável para entrar e sair do mercado? Para este artigo vamos falar de uma estratégia simples, onde se usa o VIX como um indicador de market timing.

Se só fazermos investimentos usando o SP500 em derivados, esta estratégia com o VIX ajuda-nos a perceber qual é a melhor altura do mercado para entrar e sair.

A estratégia é sair do mercado quando o VIX atinge o valor 21 e voltaremos a entrar no Mercado quando o VIX subir acima de 30 pontos e eu vamos permanecer dentro até que o VIX depois de descer abaixo de 17 volte para 21 pontos. No caso em que o VIX sobe aos 21, sinalizando a saída mas não chega até o dia 30 para que eu possa voltar a entrar, então vamos esperar até que ela caia abaixo de 17 para comprar novamente.

A imagem em baixo mostra essa estratégia com o valores 15 e 40, valores usados a quem é mais averso ao risco porque a probabilidade de sucesso é maior.

 

Vamos mostrar o resultado desta estratégia com um back testing desde 1992. Não levá-mos em conta dividendos ou comissões e impostos. O gráfico abaixo mostra os resultados.

A linha verde é a relação desta estratégia vs ter comprado e mantido (B&H – buy and hold em inglês) e com ela podemos ver em que momentos o Market Timing com o VIX teve melhor desempenho que o B & H e em que momentos teve pior desempenho. Marcá-mos com círculos cinzentos os momentos de baixo desempenho do MT.

A estratégia acima é sair do mercado quando o VIX atinge o valor 21 e voltaremos a entrar no Mercado quando o VIX subir acima de 30 pontos

Como podemos ver a estratégia é muito simples e sim bastão para o simples B & H, mas a verdade é que não por muito. E como qualquer outra estratégia que ele também teve os seus bons e maus momentos, porque no final estratégias cíclicas também são mercado cíclico, mas como sempre o problema reside em saber o início, pico e final de ciclos. Obviamente, lembre-se de que os ciclos não são linhas suaves como o cosseno ou o seno:

Representação das fazes dos ciclos económicos 

Poderíamos dizer que a estratégia é boa em mercados altistas como o atual, dado o excelente desempenho que teve desde 2009 e também no início do século 21, mas definitivamente não é o mesmo durante o mercado altista do final dos anos 90. Poderíamos dizer também que, se aumentarmos o filtro de entrada do VIX para 30 a 40, poderíamos ter entregue essa queda vertical azul no gráfico no final de 2008. O problema de fazer aqueles retoques depois é que estamos a fazer “mineração” de dados e otimizar demais a estratégia e, portanto, o resultado na vida real e no futuro pode ser muito diferente, porque estamos ajustando o modelo exatamente ao que já aconteceu e não estamos dando margem de manobra no caso de as coisas acontecerem diferente, e que de fato será muito diferente.

Os intervalos que eu escolhi do VIX foram simplesmente usando a distribuição de seus valores arredondados, onde 13 é o valor que aparece mais mesmo que sua mediana seja 17 e sua média seja 19. Nós adicioná-mos o desvio padrão, que é 8 , para aquele 13 e eu obtivemos o 21. Para os 30 simplesmente retorná-mos para adicionar o desvio àquele 21. Eu fiz dessa maneira para evitar fazer muita mineração de dados.

Distribuição de Valores do VIX (1992 – 2016)

 

 

Muitos podem dizer que esta estratégia  pode ser melhorada usando Opções ou com vendas a descoberto ou investindo o dinheiro em Treasuries ou futuros, etc. A verdade é que eles estão absolutamente certos. Mesmo se levarmos em conta os custos friccionais, impostos e comissões, pode haver muitas maneiras pelas quais essa estratégia pode ser melhorada e ganhar muito mais do que o simples B&H.

Ambas as estratégias ( MT e B & H ) podem ser melhoradas, a questão no final são as comissões e impostos que muitas vezes não tomamos em consideração. Sem dúvida, a estratégia deste artigo pode parecer interessante para alguns e outros já descobriram há algum tempo.

Sobre o autor

Henrique Garcia
Analista de Mercados