Investir em agricultura, é uma boa ideia?

investir em agricultura

A agricultura atraiu significativa atenção dos investidores e a razão é óbvia, pois é um grande trunfo para a vida do planeta. Além disso, os investimentos agrícolas tornaram-se públicos, pois a dinâmica da oferta e da demanda permite que a agricultura se torne uma fonte confiável de retorno sobre o investimento.

Panda Agriculture & Water Fund FI

Panda Agricultura e Fundo da Água, FI (ISIN: ES0114633003) é o primeiro fundo agrícola criado no mercado espanhol e pioneiro na Europa para ser o primeiro a incluir a água entre os seus investimentos.

Investe em toda a cadeia do setor, desde produtores de carne ou cereais, passando por proprietários de terras aráveis, fabricantes de tecnologia agrícola, sementes até a água.

Desde a sua criação em maio de 2013, subiu mais de 30%  e sua previsão parece imparável, considerando a realidade do mundo atual.

Tem os seguintes dados principais:

ISIN ES0114633003
Volatilidade 11,08%
Rentabilidade 3 anos anualizada 5,94%
Índice de Sharpe 0,56

A gestão toma como referência o comportamento do S&P Global Agribusiness Index e do S&P Global Water Index, ambos denominados em euros. O peso máximo do S&P Global Water Index será de 20% no índice de referência composto pelos dois anteriores, mantendo a consistência com a política de investimento do fundo .

Investe principalmente nos EUA (29,5%), Japão (20,1%) e Europa (18,6%). As principais empresas do portefólio são mostradas na tabela a seguir:

  1. Nutrien LTD
  2. Waters Corp
  3. The Mosaic Company
  4. NJS Co LTD
  5. Baron De Ley
  6. Yara Internacional ASA
  7. Sanderson Farms Inc
  8. Agro-Kanesho Co LTD
  9. Italian Wine Brands SPA
  10. Masi Agricola SPA

Rentabilidades negativas em 2018

Sobre sua evolução e rentabilidade, de acordo com o último relatório trimestral, teve um 2018 com rentabilidade negativa. Note-se que é o primeiro desde a criação do fundo em 2013.

Para isso, vários eventos negativos tiveram que convergir em uníssono, um fenómeno incomum.

Em primeiro lugar, os mercados acionistas globais tiveram um ano claramente negativo, especialmente no segmento de pequenas e médias empresas ( small e mid caps ).

Em segundo lugar, os preços de vendas ou os preços das commodities agrícolas caíram novamente. Após a negociação nos seus preços máximos em janeiro de 2011, a tendência de baixa acumulou não menos do que oito anos, provavelmente a mais longa da história. Ajustado pela inflação, o índice de preços agrícolas calculado pela FAO está nos mesmos níveis que foram citados no início dos anos 90.

 

Sobre o autor

Juan Diego Quilez
Gestor do Rankia Portugal