O que é um PPR?

PPR é a sigla de Plano Poupança Reforma. São produtos financeiros que poderem ser uma alternativa às aplicações existentes com vantagens fiscais.  

Já pensou como vai poupar para a reforma?

Ter um PPR é uma boa opção. Os PPRs tem inúmeras vantagens. Neste artigo vamos falar disso, das suas características e vantagens fiscais.

Vantagens de um PPR

  • Incentivos à compra – Uma dedução fiscal em sede de IRS mas que tem limites e condições restritivas;

Quem constitua um PPR pode deduzir 20% dos valores aplicados, no IRS desse ano (art. 21.º do Estatuto dos Benefícios Fiscais). A dedução é individual, quer o investidor seja solteiro ou casado. Apenas podem beneficiar desta dedução os residentes em território português que ainda não se tenham reformado.

A dedução dos montantes investidos em PPR tem limites. Os limites de dedução variam em função da idade do investidor. Na tabela abaixo mostramos os limites:

IdadeDeduçãoLimiteInvestimento para dedução máxima
Menos de 35 anos20%€ 400€ 2000
De 35 a 50 anos20%€ 350€ 1750
Mais de 50 anos20%€ 300€ 1500

 

  • Benefícios na venda – Se resgatar o seu PPR dentro dos critérios legais terá uma taxa de imposto sobre os lucros muito mais vantajosa do que nos restantes produtos de aforro.

Para que a taxa de tributação dos ganhos do PPR seja baixa (8% de taxa efetiva de IRS) é necessário que o reembolso ocorra nas seguintes situações:

  • Desemprego longa duração (próprio ou familiar);
  • Incapacidade permanente (próprio ou familiar);
  • Doença grave (próprio ou familiar);
  • Utilização para pagamento de crédito habitação garantido por hipoteca;
  • Morte.

Como escolher um PPR?

Encontre o PPR mais adequado ao seu perfil de risco. Normalmente os fundos PPR não oferecem garantia de capital por isso encontre o PPR mais adequado ao seu perfil de risco. Porém, deve lembrar-se que uma maior exposição ao risco pode trazer um maior retorno – embora também possam surgir maiores perdas, especialmente em anos de crise para a economia.

Dicas do Rankia

Quando está a escolher um PPR único e exclusivamente para a sua reforma, deve escolher o PPR com mais risco. A longo prazo é o que dá mais rentabilidade. Nesse mesmo objetivo faça reforços periódicos.

Deve também ter atenção às comissões de subscrição. 

 

Sobre o autor

Rankia