O que é uma opção e para que serve?

Para explicar quais são as opções, devemos primeiro considerar o que é um derivativo financeiro. Um derivativo é um produto financeiro cujo valor deriva (geralmente) do ativo subjacente, ou seja, do ativo ao qual é referenciado. Com qualquer derivativo financeiro, somente três tipos de operações podem ser realizadas: especular, proteger e arbitrar.

E o que é uma opção? Uma opção é um derivativo financeiro que concede ao comprador o direito, mas não a obrigação, de vender ou comprar o subjacente no vencimento por um preço estipulado antecipadamente. Em outras palavras, o comprador de uma opção pode garantir o preço de compra ou venda de um ativo por um determinado período de tempo (a data de vencimento). Por outro lado, o vendedor de uma opção terá a obrigação de pagar no vencimento o benefício que o comprador de uma opção receberá.

Componentes de uma opção

Para entender bem as explicações que serão dadas depois, temos que ser claros sobre os seguintes conceitos:

  • Prémio: O prémio é o preço da opção, é o que o comprador da opção paga por ter o direito de exercê-lo no vencimento. A nomenclatura que vamos usar nas fórmulas do prémio de uma opção de compra é “C” e o prémio de uma opção Put é “P”.
  • Maturidade: Todas as opções tem uma maturidade, esta é a data até a qual elas são cotadas e na qual o direito adquirido pelo comprador da opção pode ser exercido através do pagamento do prémio. Normalmente, a maturidade é geralmente a terceira sexta-feira de cada mês.
  • Preço de exercício ou Strike: O preço estipulado pelo qual o comprador da opção tem o direito (mas não a obrigação) de comprar ou vender o ativo subjacente na data de vencimento. A nomenclatura que usaremos nas fórmulas para designar o preço de exercício é “St“.

Que tipo de opções existem?

Ao negociar nos mercados, encontramos dois tipos de opções, opções de compra (Call) e opções de venda (Put).

Opções Call

A opção Call dá ao seu comprador o direito, mas não a obrigação de comprar o ativo subjacente a um preço previamente estipulado, conhecido como Strike ou preço de exercício. A compra de uma opção de compra implica uma estratégia de alta, ou seja, se comprarmos uma opção de compra é porque temos expectativas de que o ativo subjacente aumentará. Por exemplo, o futuro do PSI 20 está agora negociar próximo a 6.600 pontos e nossas expectativas para dezembro deste ano são de que ele estará acima de 7.500 pontos.

O que podemos fazer?

Para apostar que o PSI 20 estará acima de 7.500 pontos em dezembro de 2018, compraremos uma opção de compra com um preço de exercício (ou Strike) de 7.500 pontos, pelo qual teremos que pagar um prémio que atualmente tem um valor de 143 pontos ( Nota: como o futuro cota em pontos do prémio de uma opção sobre um futuro, para saber quanto custará a nós simplesmente teremos que multiplicar os pontos pelo multiplicador de índice, que no caso do futuro do PSI 20 é de € 1 por ponto).

Quando ganho dinheiro quando compro uma Call? E quanto eu ganho?

Como dissemos no parágrafo anterior, nossa aposta é que, para a terceira semana de dezembro de 2018, o PSI20 esteja acima dos 7.500 pontos.

Se o PSI nesta data estiver em 7.501 pontos, ganho dinheiro? A resposta é não.

Para saber quanto começaria a ganhar dinheiro, teríamos que aplicar a seguinte fórmula:

(S0-St)-C

Sendo S0 o preço do subjacente (Ibex 35) na data de vencimento.

Com o que se substituirmos os dados que conhecemos hoje na fórmula e igualarmos a 0, deixando S0 como desconhecido, teremos que fazer nossa estratégia para gerar renda o PSI 20 terá que estar acima de 7.643 pontos ( 7.500 + 143), mas a partir de 7.500 pontos a perda começa a ser reduzida.

E quanto ganharíamos se a data de vencimento do PSI20 fosse de 8.000 pontos?

Então, simplesmente temos que reaplicar a fórmula: (8.000 – 7.500) – 143 = 500 – 143 = 357 pontos de lucro.

Mas e se o PSI20 estiver abaixo de 7.500 pontos, quanto eu perco?

Se na data de vencimento o PSI 20 é, por exemplo, em 6.000 pontos, o comprador da opção simplesmente perde o que pagou por ela, ou seja, o prémio, que é igual a 143 pontos.

A representação gráfica da opção de Call do retorno seria a seguinte:

No eixo vertical temos os benefícios e perdas para cada valor do eixo horizontal, no qual a cotação do subjacente é marcada, neste caso o PSI20.

Opções Put

Uma opção de venda (Put) dá ao seu comprador o direito de vender um determinado subjacente a um determinado preço de exercício em uma data futura estipulada antecipadamente (maturidade). A compra de uma opção put implica uma estratégia de baixa, ou seja, vamos apostar que determinado subjacente cairá em um determinado período de tempo.

Para continuar com o exemplo anterior, vamos supor agora que estamos muito pessimistas e acreditamos que o PSI 20, que atualmente está próximo de 7.000 pontos, cairá abaixo de 6.000 pontos até dezembro de 2018. Para isso, teríamos que comprar uma opção Put com vencimento na terceira semana de dezembro e preço de exercício (strike) de 6.000 pontos.

Quando ganho dinheiro e quanto ganho com a compra de uma opção Put?

Para saber de que nível o preço do PSI20 começaria a ganhar se comprasse a opção Put mencionada, deve aplicar a seguinte fórmula:

(St-S0)-P

Se olharmos, a fórmula é diferente da compra de uma opção Call, porque quando compramos uma opção Put, ganhamos dinheiro à medida que o subjacente cai mais e mais. Desta forma, começaremos a ganhar quando o futuro do Psi20 ficar abaixo de 5.866 pontos (substituímos S0 pela seguinte fórmula: (6.000 – S0) – 134 = 0). Se na maturidade o PSI20 estiver em 5.500 pontos, o benefício seria de cerca de 366 pontos, e a perda máxima que escolheríamos seria o prémio, isto é, 134 pontos.

Para que serve uma opção?

Como dissemos no início do post, uma opção é um derivativo financeiro e, com qualquer derivativo financeiro, três tipos de operações podem ser realizadas: especulação, hedging e arbitragem. A especulação é uma aposta na subida ou descida do preço de um ativo, os exemplos que colocamos na acima são exemplos de especulação.

O que é hedging?

Um hedge é uma operação que consiste na eliminação do risco de um portefólio ou ativo durante um determinado período de tempo, ou seja, com a cobertura, podemos proteger nosso portefólio. Por exemplo, se um investidor tem uma carteira que replica o PSI20 e quer fazer hedge até o final do ano, ele pode comprar uma opção Put com uma Strike próximo aos níveis atuais do PSI20 e maturidade em dezembro de 2018, desta forma se o PSI20 cai e o valor de sua carteira diminui, recuperando essa perda com os benefícios da opção, e se o PSI20 subir  o valor de sua carteira aumentar até dezembro de 2018, o investidor só perdeu o prémio, mas ganhou pelo reavaliação do seu portefólio.

O que é arbitragem?

A arbitragem consiste em obter rentabilidade sem risco, aproveitando os “desequilíbrios” do mercado, obviamente essas oportunidades não são dadas todos os dias nem estão disponíveis para todos.

Como posso operar com opções?

Para poder operar com opções, preciso fazê-lo através de uma corretora, que atua como intermediário entre o mercado e nós. Uma vez que tenhamos uma estratégia clara, por exemplo, acreditamos que o Eurostoxx descerá daqui até a terceira semana de outubro e ficará abaixo dos 3150 pontos.

Para isso teremos que ir até a plataforma do nosso corretor, selecionar o subjacente (que neste caso é o Futuro do Eurostoxx) e o vencimento.

Nota: Em Portugal é muito difícil haver uma corretora que transaccione opões e que disponha a informação clara ao cliente. Temos que ir à nossa vizinha Espanha buscar corretoras ou sites que disponibilizem essa informação.

Clicamos no EuroStoxx e selecionamos o vencimento em Outubro. Em seguida, abriremos uma página com as cotações das opções de call e put com diferentes greves para o vencimento subjacente e o vencimento selecionado, neste caso para o EuroStoxx e para outubro

Como podemos ver, eles são classificados por opções Call (esquerda) e opções Put(direita). Como nossa expectativa é que para esta expiração o EuroStoxx seja abaixo dos 3150 pontos a estratégia a seguir é comprar uma Put com strike 3150.

Quanto pagamos por isso?

Para conhecê-lo teremos que olhar para a linha de strike 3150, na parte da coluna Put e na venda, lá vamos encontrar o prémio que está a ser pago agora para uma opção Put com strike 3150 e vencimento outubro. Pagaríamos um total de 36.3 pontos, e como o multiplicador do futuro do Eurostoxx é de € 10, pagaríamos um total de € 363 pela compra da Put. Se clicarmos nesta opção, a tela a seguir será aberta:

Demanda = procura

Nesta tela, devemos escolher se compramos ou vendemos o Put, quantas opções queremos negociar e a que preço queremos comprá-lo. Além disso, também obteremos informações como a volatilidade, o preço teórico ou o valor temporal da opção.

Como em qualquer mercado existem dois preços de cotação, um de compra (Bid) e outro de venda (Ask), se quisermos comprar uma opção teremos que consertar no preço de venda e se quisermos vender uma opção teremos que consertar no preço de compra, essa diferença é chamada de spread e é um dos custos de operar com opções, a esse custo também teremos que adicionar o valor cobrado pelo corretor pela compra e venda das opções. Como um ponto, acrescente que o mercado de opções espanholas, em geral, é bastante ilíquido.

 

Sobre o autor

Rankia

    Melhores corretoras de Bolsa em Portugal

    Melhores corretoras de Bolsa em Portugal

    Estas são as comissões que nos cobraram em 2017 as principais corretoras de bolsa do mercado português.  A melhor corretora para um investidor não tem que ser a melhor “broker” para outro. O...