Petróleo a todo o Vapor

Esta tem sido uma semana negra para o Petróleo que caiu para o valor mais baixo desde Janeiro.Esta têm sido uma batalha em que nem Trump se mostra indiferente. As preocupações com o desacelerar da economia mundial ,o forte aumento de produção de Shale-Oil nos EUA (desde que o preço opera acima dos 50 $), e um dólar que se mantêm perto dos máximos do ano criaram um clima insustentável para manter o Ouro negro nos máximos do ano.

Os preços da energia em todo o globo têm estado fortemente pressionados com preocupações com o desacelerar da economia mundial, as previsões de crescimento seguem a ser revistas em baixa e actividades como a manufactura nos EUA e China já mostram os primeiros sinais de recuo.

No outro lado do mundo, a Rússia está a ser fortemente pressionada por pedidos de compensação pela gigante Rosneft cujos investimentos multi-milionários em infraestrutura não podem ser rentabilizados por cortes na produção acordados quando da extensão do acordo OPEC+. Isto leva a que a próxima reunião dos produtores OPEC+ seja um barril de pólvora .

 

O Irão está igualmente em rota de colisão com o grupo de produtores , quer aumentar a exportação e não aceita adiar a próxima reunião em que quer pressionar para um aliviar nos cortes de produção, factor que pode começar a resultar ou em falta de acordo para uma extensão na próxima reunião ou um acordo fraco em que as taxa de cumprimento começam a cair a pique.

As exportações brutas dos EUA ultrapassam a Rússia e aproxima-se da Arábia saudita

Os Estados Unidos irão liderar o crescimento da oferta de petróleo nos próximos seis anos, graças à incrível força de sua indústria de xisto, provocando uma rápida transformação dos mercados globais de petróleo. Até 2024, os Estados Unidos exportarão mais petróleo que a Rússia vão se aproximar da Arábia Saudita – um marco crucial que trará uma maior diversidade de oferta nos mercados.

As previsões da International Energy agency mostram preocupação com a quebra na procura com o desacelerar do ciclo económico e principalmente com os últimos desenvolvimentos nas tensões entre a China e os EUA.

Em termos técnicos verificamos que o activo quebrou em baixa um canal ascendente, fez o retest e parece estar a caminho de um novo mínimo relativo nos gráficos semanais. Se olharmos para a força das velas nesta zona,temos razões para inferir que o movimento está longe de ter terminado.

 

O produto CFDs não é simples e a sua compreensão poderá ser difícil, apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem.
79% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este fornecedor.
Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro. X-Trade Brokers Dom Maklerski, S.A. Sucursal Portugal está inscrita na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários(CMVM) com o número 341. Este e-mail foi enviado de acordo com os termos e condições de utilização do site www.xtb.com/pt. Esta informação foi preparada apenas para informação e não constitui uma oferta ou compromisso nem constitui aconselhamento de investimento.
Por favor, note que a empresa não oferece nenhuma garantia, expressa ou implícita, quanto à precisão ou integridade das informações e opiniões aqui. X-Trade Brokers DM S.A. Praça Duque de Saldanha Edifício Atrium Saldanha 9ºB Lisboa, Lisboa 1050-094 Portugal Esta mensagem constitui uma comunicação comercial de acordo com o artigo 24(3) da Directiva 2014/65/UE do Parlamento Europeu e do Concelho de 15 de Maio de 2014 sobre Mercados e Instrumentos Financeiros e da Directiva revista 2002/22/EC e da Directiva 2011/61/UE.

 

 

Sobre o autor

XTB Portugal