II Rankia Funds Experience Lisbon 2018 - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

II Rankia Funds Experience Lisbon 2018

Subscrever Agora

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


No dia 24 de maio, celebramos a segunda edição do nosso mais importante evento internacional, o Rankia Funds Experience Lisbon 2018. Para a ocasião, reunimos gestores de fundos do país com 8 gestoras internacionais, juntos num único dia com 70 profissionais da indústria de fundos de investimento.

Manuel Puerta, presidente da APAF (Associação Portuguesa de Analistas Financeiros) foi inaugurou esta edição da Funds Experience Lisboa, comentando a situação da indústria de fundos de investimento e os desafios que os profissionais nos próximos anos terão de enfrentar meses:

  • O “tsunami” regulamentar que atinge a indústria.
  • Últimas medidas do Brexit, com a transição e sua implementação definitiva.
  • Uma situação macro e geopolítica invulgar, com muitas tensões e um cenário com taxas mínimas na Europa.

No final da palestra inicial, demos lugar à ronda de apresentações dos gerentes. Este ano temos a presença da BMO Global AM, da EVLI, da M & G, da Mirabaud AM, da MFS, da Neuberger Berman, da ODDO BHF e da Vontobel AM. Cada um dos gestores deu a sua visão dos mercados e analisou em profundidade um fundo de sua entidade no formato Um para Poucos, fazendo apresentações para pequenos grupos de investidores.

8 ideias de investimento no Rankia Funds Experience Lisbon 2018

Apesar do cenário cinzento que é previsto para a o mercado obrigacionista, alguns dos gestores continuam a defender firmemente a possibilidade de encontrar valor se for capaz de ser flexível e se adaptar às mudanças que estão a acontecer:

  • EVLI Short Corporate Bond: do gestor da EVLI, temos a presença de Juhamatti Pukka, melhor gestor de títulos corporativos de curto prazo, de acordo com a Citywire. Este fundo investe principalmente em obrigações empresariais de curto e médio prazo denominadas em euros. Investe em títulos com classificação alta e baixa e geralmente cobre a moeda dos investimentos que não estão em euros.
  • M&G Absolute Return Bond Fund: por sua vez, a M&G nos apresentou seu fundo por Pierre Chartres. O fundo investe em produtos de renda fixa de vários estados, com um limite de 35% em cada país, podendo superá-lo na Alemanha, no Japão, no Reino Unido e nos Estados Unidos. Além disso, tem a possibilidade de se posicionar em curto por derivativos se as expectativas são de diminuir o valor do subjacente.
  • Mirabaud Global Strategic Bond Fund: de Mirabaud AM, tivemos o prazer de ter Fatima Luis conosco. O fundo apresentado  é um fundo que busca ter um retorno positivo com menores volatilidades do que seus pares. Através de uma análise top-down, oportunidades de investimento são detectadas, diversificando tanto geograficamente como setorialmente. Além disso, os riscos de crédito e a duração são ativamente gerenciados.
  • ODDO Credit Opportunities: Philippe Vantrimpont, gestor da ODDO BHF, foi encarregado de apresentar o seu fundo, que baseia sua estratégia na gestão ativa e discricionária de produtos de dívida. Dos títulos de dívida da carteira, 70% devem ser de empresas dos países da OCDE e 80% devem ser denominados em EUR ou USD.

Por outro lado, alguns gestores aproveitaram a oportunidade para apresentar seus fundos de ações. Em um cenário como o atual, com altas avaliações, predominaram as estratégias de mercado neutras e não correlacionadas:

  • BMO Global Equity Market Neutro: para esta ocasião, da BMO, Christopher Childs estava encarregado de apresentar o fundo aos selecionadores. Este fundo procura, através da gestão activa e da possibilidade de se posicionar em curto, oferecer aos seus investidores rentabilidade a médio prazo, independentemente das condições de mercado.
  • MFS Meridian US Value: este fundo, com filosofia de valor, foi apresentado por Michael Nickolini. O objetivo deste fundo é conseguir a reavaliação do capital, denominada em USD. A administração dos mesmos é feita através de avaliações de empresas, com foco na capacidade de geração de fluxo de caixa de longo prazo.
  • Neuberger Berman Uncorrelated Strategies Fund: de Neuberger Berman, temos a presença de Fred Ingham. É um fundo realmente jovem, não atinge o ano de vida, e cujo objetivo é a geração de incrementos de valor, atingindo retornos absolutos com uma carteira alternativa de investimentos. A equipa projeta estratégias com baixa correlação com os mercados de renda fixa (obrigações) e de ações.
  • Vontobel MTX Líderes Sustentáveis ​​de Mercados Emergentes: Mark Binschädler foi encarregado de apresentar o fundo do gerente Vontobel AM. Para esta ocasião, eles apresentaram um fundo cujo objetivo é o crescimento de capital a longo prazo. Para isso, investe em empresas que realizam a maior parte de suas atividades comerciais em economias emergentes e contribuem para a atividade econômica sustentável. O fundo também utiliza derivativos para hedge.

Após as sessões de trabalho com os gestores, todos os participantes do Rankia Funds Experience Lisbon desfrutaram de um aperitivo e de uma refeição no jardim do hotel, a fim de melhorar o trabalho em rede entre eles. O dia terminou com reuniões privadas, One to One, entre gestores e selecionadores, a fim de aprofundar em detalhes algumas estratégias de investimento apresentadas ao longo da manhã

Artigos Relacionados

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments