O principal objetivo de Draghi esta quinta-feira será na contenção do euro

principal objetivo de Draghi

Equipa de investimento de fundos imdi

  • Draghi pedirá contenção nas expectativas dos movimentos do BCE
  • Ainda existe margem antes de se atender aos níveis do euro que serão de contracção para actividade real
  • Os aumentos da taxa não serão antecipados na zona euro, chegando no início de 2019 com um aumento na facilidade de Depósito

O Banco Central Europeu realizará a sua primeira reunião política na quinta-feira de 2018. Não esperamos que o organismo anuncie mudanças na sua política, mas pensamos que na conferência de imprensa após a reunião Mario Draghi tentará pedir contenção relativamente as expectativas dos investidores em  movimentos
futuros do BCE.

De acordo com as últimas informações precedentes de Frankfurt, qualquer alteração na política de comunicação ou nas directrizes do longo prazo da entidade não terão lugar, pelo menos, até a próxima reunião em Março. No entanto, nesta quinta-feira, esperamos que Mario Draghi “termine o trabalho”, resfriando com as suas palavras as expectativas de investidores sobre os futuros movimentos do BCE.

Na sombra de uma incómoda força do euro, o seu objetivo máximo será conter a evolução da moeda comunitária e, nesta linha, o presidente da autoridade falará sobre “reacção do mercado” perante certas informações conhecidas. As mensagens lançadas pelo BCE, juntamente com o acordo político alcançado nos EUA, deve servir para conter o preço do euro em relação ao dólar durante os próximos dias.

Draghi dará um passo atrás relativamente ao que foi observado nas ultimas actas da entidade, embora os indicadores continuem a indicar um desempenho positivo da actividade global e, em particular, da zona euro. Ainda existe margem antes de se assistir a níveis do euro que serão de contracção para a actividade real, devendo tomar perspectivas além das taxas de câmbio nominais e da cruz contra o dólar.

Cabe assinalar que Draghi já se encontra a colocar as taxas de juros de volta ao centro de política monetária em detrimento das compras de ativos, o que será uma constante nos próximos meses antes da reunião de Junho do BCE em que você poderá colocar a data de validade nas compras de activos. No entanto, a normalização da política monetária na UEM levará muito tempo e os aumentos das taxas serão no início da área, chegando ao início de 2019 na forma de facilidade permanente de depósito…

0

Sobre o autor

Rankia

Responder a este tópico

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *