Zona Euro: o PMI composto confirma a aceleração do crescimento em setembro

Os dados finais do índice composto, PMI confirmaram o aumento de 1 ponto para 56,7 em setembro. O terceiro trimestre terminou com dados positivos para a zona do euro e permitem-nos enfrentar o último trimestre do ano em bases sólidas. Com uma média de 56 para o trimestre como um todo, o índice sugere um aumento trimestral no PIB de cerca de 0,7% para a região como um todo. Nesse sentido, a Zona Euro parece estar melhor preparada para enfrentar possíveis eventos e turbulências (como choques políticos …) e deve ter um bom comportamento no final de 2017.

Atividade acelera no setor Industrial e no setor de serviços em setembro, mesmo que o setor industrial ainda tenha uma vantagem (gráficos).

  • Indicadores avançados, como novas encomendas e emprego, mostram progressos importantes, nos níveis máximos de 7 e 10 anos. Destaca-se particularmente a sublinhada melhoria nos níveis de emprego, que pode ser observada em todos os países representados no índice.
    A recuperação económica continua e pressiona as capacidades das empresas, algo ilustrado por uma forte progressão do volume de negócios pendente.
    As perspetivas de atividade permanecem otimistas; testemunho do grau de confiança das empresas na recuperação da Zona Euro.
    As tensões sobre os preços são acentuadas em setembro; as taxas de inflação dos preços pagos e faturados atingiram seu nível mais alto nos últimos 5 meses.
0

Sobre o autor

Rankia

Responder a este tópico

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *