Que tipos de custos tem um cartão de crédito?

tipos de custos tem um cartão de crédito

Muitas vezes não sabe se escolhe um cartão de débito ou de crédito, até ficamos confusos entre um e outro. A primeira coisa que temos que ficar claro é o tipo de cartão que queremos. Depois de ficar claro, se tivermos optado por um cartão de crédito, teremos que saber quais tipos de custos estão geralmente associados aos cartões de crédito.

Tem que prestar atenção especial aos interesses dos cartões de crédito, pois o descuido pode causar grandes custos.

Quais os custos que nos podem cobrar por um cartão de crédito?

Taxas de juros nos cartões de crédito

Um cartão de crédito é caracterizado porque quem o possui tem uma linha de crédito à sua disposição, o valor desta linha é fixado no contrato. Existem diferentes formas de pagamento com o cartão de crédito, dependendo do tipo que escolhemos pode estar associado à cobrança de juros, como no caso de pagamento diferido.

Uma taxa que podemos encontrar é de retirar dinheiro com o cartão numa caixa de multibanco, pelo atraso no pagamento das parcelas que estabelecemos para pagar as compras ou pelo crédito em excesso. Em seguida, vamos explicar os tipos de custos que encontramos nos cartões de crédito.

Custos pelo pagamento atrasado

Os cartões de crédito podem ser usados como um método de financiamento, já que, como dissemos, eles têm uma linha de crédito. Ao contrário dos cartões de débito, em que as compras são cobradas no momento da conta, com cartões de crédito, podemos optar por pagar uma taxa fixa por mês ou solicitar que cobramos uma compra específica posteriormente ou dividir o pagamento de uma compra. Estas duas últimas opções terão custos que teremos que pagar.

Normalmente, a taxa de juros geralmente já vem estipulada. Mas se o emissor do cartão quiser fazer uma alteração, ele deve notificar individualmente a nova taxa de juros com pelo menos dois meses de antecedência.

É usual que a taxa de juros que indicamos seja a mensal, para saber qual é a taxa anual nominal, teremos que multiplicar por 12 o juro mensal. Devemos também levar em conta o TAE- Taxa Anual Efetiva, que é o interesse que também inclui os custos. Para saber o TAE da taxa de juros mensal, usaremos esta fórmula:

(1 + Juro mensal)^12 – 1 = Taxa anual efetiva 

Juros sobre levantamento de dinheiro

Além da comissão para tirar dinheiro com cartão de crédito, também teremos que pagar juros. Os juros que serão pagos serão do momento em que recebermos o dinheiro até que ele seja devolvido à linha de crédito. Esta taxa de juros é geralmente a mesma que para o pagamento diferido.

Pode acontecer de alguns cartões não cobrarem juros pela retirada de dinheiro da caixa de multibanco, desde que o valor retirado seja devolvido dentro de um determinado período, mas podemos encontrar outros cartões de crédito que estão gerando juros desde o primeiro minuto. Tem que prestar atenção a esses aspectos ao escolher um cartão ou outro.

Juros por demora de pagamento

Este tipo de juros é o mesmo que o aplicado a nós atrasando o pagamento de um empréstimo. Se tivermos como opção o pagamento diferido das compras ou dividimos em diferentes parcelas.

No contrato do cartão de crédito terá que aparecer de qual dia de atraso no pagamento começará a cobrar os juros, pois normalmente não é normalmente o primeiro dia e é dada uma margem.

Juros sobre crédito em excesso

Também pode acontecer que em um mês excedamos o cartão de crédito porque fizemos algumas compras altas para qualquer situação. Embora haja um limite na linha de crédito, pode continuar usando o cartão até um determinado valor.

Se isso acontecer connosco, estaremos gerando um cheque especial na conta que accionará a cobrança de juros. A taxa de juros nesses casos é maior do que o pagamento diferido.

cartao revolut

 

Sobre o autor

António Fernandes

Responder a este tópico

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *