Questões para avaliar uma boa conta bancária

Uma boa conta bancária deve ter as seguintes características:

1) Rentabilidade

A conta deve nos oferecer uma taxa de juros competitiva para as nossas poupanças. Na maioria dos casos, a rentabilidade das contas é puramente teórica, uma vez que geralmente varia entre 0,10% e 0%. É por isso que devemos valorizar positivamente as contas que oferecem maior rentabilidade.

2) Serviços associados

Devemos valorizar que a conta nos oferece serviços de valor agregado, como alguns dos seguintes:

  • Débitos diretos gratuitos
  • Livro de chequers
  • Cartões de associados de crédito e débito cartões
  • Concessão de empréstimos em condições favoráveis
  • Seguros
  • Extrados a serem enviados
  • Restrições alguns desses serviços, tais como o fornecimento de cartões de débito ou recebimentos e pagamentos, que introduzem algumas contas devem ser avaliados negativamente.

3) Comissões Reduzidas

Se a entidade não cobra qualquer tipo de comissão ou é muito inferior à média, ela deve ser avaliada de forma muito positiva. Os mais comuns são os seguintes:

  • Comissão de manutenção de conta. Para o serviço de gestão dos depósitos. É uma comissão fixa que a entidade cobra a cada certo tempo, normalmente a cada semestre.
  • Comissões por serviços : Podem cobrar serviços como emissão e renovação de cartões de crédito e débito, depósito de cheques, transferências, envio de correspondência, comunicação por e-mail ou transferência móvel, etc.

4) Pagamento de juros no curto prazo

Devemos avaliar positivamente os períodos de pagamento de juros mais curtos (mensalmente melhor que o anual). Quanto menor o período de liquidação de juros, mais cedo começamos a capitalizar esses juros e a TAEG (taxa anual equivalente) será maior.

5) Condições especiais vantajosas

Às vezes as contas oferecem condições mais vantajosas caso sejam atendidos determinados requisitos (débito direto, débito direto, etc.) ou de acordo com o perfil do cliente. Essas condições devem ser avaliadas dependendo da importância das vantagens que podem ser obtidas pelo cumprimento delas e da facilidade ou dificuldade de serem dignas delas.

6) Transparência

Devemos ter a possibilidade de conhecer detalhadamente as características da conta, sem letras pequenas. A entidade deve nos informar clara e inequivocamente das contas oferecidas pela entidade destacando todos os fatores considerados importantes: rentabilidade, serviços e comissões associados, juntamente com a sua tributação.

Sobre o autor

António Fernandes