Ronaldo no Juventus é um prémio para a Jeep

Pedro Amorim, senior broker XTB

A Juventus Football Club SpA, da Itália, vai pagar um total de mais de 105 milhões de euros para ganhar o craque Cristiano Ronaldo, do gigante do futebol espanhol Real Madrid Football Club. A equipa italiana não será a única a tentar ganhar dinheiro com a fama do futebolista português.

A Fiat Chrysler Automobiles NV, cujo logotipo da Jeep é estampado no peito das camisas listradas no preto-e-branco da Juventus, poderia obter um enorme impulso publicitário no negócio. Se Ronaldo levar a Juventus à final da Liga dos Campeões, a exposição nos media será de 50 milhões de euros, segundo Eric Smallwood, presidente da Apex Marketing Group Inc. Isso seria um bom retorno dos 20 milhões de euros da Fiat Chrysler todos os anos pelo patrocínio da Juventus, de acordo com a SportsPro.

A Jeep é a jóia da coroa nas marcas automobilísticas da Fiat Chrysler. A empresa prevê vendas globais de 1,9 milhão este ano, mais que o dobro das 730 mil vendidas há cinco anos. O diretor executivo Sergio Marchionne quer aumentar para 3,3 milhões até 2022, uma meta que Ronaldo poderia ajudar.

Tanto a Juventus como a Fiat Chrysler, sediadas em Turim, são controladas pela família italiana Agnelli.

A Juventus em janeiro de 2017 apresentou uma nova estratégia de branding para expandir a receita de vendas de merchandising internacionalmente. Os seus esforços vêm quando alguns dos seus rivais foram vendidos a investidores chineses, destacando o valor das equipas italianas de futebol. A Juventus, que venceu o recorde de sete campeonatos consecutivos da Serie A, viu o preço das suas ações subir cerca de 35 % desde o anúncio de um acordo com o CR7.

Sobre o autor

Henrique Garcia
Analista de Mercados

    Melhores corretoras de Bolsa em Portugal

    Melhores corretoras de Bolsa em Portugal

    Estas são as comissões que nos cobraram em 2017 as principais corretoras de bolsa do mercado português.  A melhor corretora para um investidor não tem que ser a melhor “broker” para outro. O...