Seguro de saúde: vantagens, coberturas, condições, tipos

seguro de saude

Hoje em dia ouvimos muito sobre seguro de saúde, mas o que são e por que adquirimos esse tipo de seguro?

Uma das tendências atuais em Portugal é comprar seguro de saúde para evitar longas esperas e o tempo perdido com os hospitais públicos. Portanto, é importante conhecer diferentes aspectos relacionados ao seguro saúde.

Porquê ter seguro de saúde?

Esta questão é fundamental e é normal que as pessoas que não têm seguro de saúde o façam. Qual é a razão pela qual eu deveria comprar este tipo de seguro? 

Há várias razões , mas antes de tudo e é a chave para saber que o seguro de saúde é um contrato entre o segurado e a seguradora, em que a seguradora paga um prémio em troca da seguradora para lidar com esses possíveis despesas médicas. Eles podem surgir quando o segurado vai ao médico. O facto de a seguradora cobrir certos custos dependerá das coberturas oferecidas pelo seguro de saúde contratado.

Enquanto a doença, o tratamento médico ou a deficiência forem cobertos pela apólice de seguro, a seguradora pagará as despesas relacionadas à assistência médica. Esses seguros geralmente são contratados todos os anos e por toda a vida.

Vantagens de ter seguro de saúde

O facto de destacarmos as características do seguro de saúde é devido aos benefícios que eles podem trazer e que as pessoas desconhecem. Os aspectos positivos a serem destacados são os seguintes:

  1. Não é necessário entrar em uma lista de espera para ser visto no centro médico de um hospital público, então a consulta é mais rápida
  2. A atenção é mais rápida nas salas de emergência dos hospitais, já que não há muita gente.
  3. Livre escolha de médico que deseja, desde que esteja dentro do quadro médico da companhia de seguros.
  4. Mais privacidade em quartos hospitalares com camas para acompanhantes dos doentes.

Coberturas no seguro de saúde

Dependendo das coberturas incluídas na apólice de seguro de saúde, um tipo de seguro cobrirá mais ou menos a atenção e, dependendo dele, o segurado pagará mais ou menos dinheiro: quanto mais coberturas, mais dinheiro será pago.

Cada companhia de seguros tem os seus próprios pacotes de seguro de saúde e neles a cobertura oferecida pode variar consideravelmente. Como regra geral, a grande maioria do seguro de saúde cobre os seguintes casos:

  • Gravidez e parto
  • Pediatria para segurados com 14 anos ou menos
  • Hospitalização imediata sem listas de espera e multidões de pessoas
  • Cuidados de saúde em caso de acidentes de trânsito
  • Emergências domésticas e ambulatórios

Deve-se mencionar que todos esses tipos de cobertura devem estar dentro do prontuário médico da seguradora. O prontuário médico especifica os hospitais e médicos para os quais o segurado pode ir. Caso o segurado não vá aos centros ou profissionais que se encontram na mesa médica, as seguradoras não têm a obrigação de cobrir os gatos médicos em que os segurados incorrem.

Condições para fazer um seguro de saúde

Há uma série de exigências que as companhias de seguros estabelecerão quando uma pessoa quiser comprar um seguro de saúde com elas. Estas condições são:

  • A idade da pessoa que quer o seguro: as seguradoras estabelecem um limite máximo de idade para o segurado. Se isso exceder a idade, eles não vão querer segurar ou aumentar o prémio porque eles assumem um risco maior.
  • prémio: isso varia de acordo com a idade e a província em que o segurado mora. O segurado pode escolher a forma de pagamento (mensal, bimensal, trimestral, semestral ou anual).
  • O período de carência: a escassez é o período de tempo que deve decorrer entre o fato de se registar para o seguro saúde e a possibilidade de começar a utilizar determinados serviços de saúde. Um exemplo é que muitos dos seguros de saúde, no caso de um parto, têm um período de carência de até oito meses.
  • Descontos para pagamento: Dependendo da maneira em que o segurado efetua os seus pagamentos, a seguradora pode oferecer um desconto maior ou menor sobre o prémio. Muitas vezes acontece que se pagar anualmente, há um desconto maior do que se pagar mensalmente, onde o desconto é menor.
  • O co-pagamento: chamamos um co-pagamento ao valor adicional que deve ser pago para usar determinados serviços de saúde. Este mecanismo é estabelecido de acordo com a quantidade de serviços que o segurado solicitou durante um período de tempo.

Os diferentes tipos de seguro de saúde

Podemos classificar em três grupos os diferentes tipos de seguro de saúde em relação aos  quais estamos atualmente:

  1. Seguro de caixa médica: é o mais utilizado. Nos seguros da ficha médica, o segurado escolhe os médicos e os centros que deseja. A seguradora fornecerá uma lista com os médicos e centros que pode participar sem custo adicional. Esta forma de seguro pode ser contratada individualmente ou em grupos (por exemplo, famílias e empresas).
  2. Políticas de reembolso de despesas:  neste tipo o segurado paga todas as despesas médicas para que depois a seguradora as reembolse. O reembolso é geralmente de 80% a 100% do valor total.
  3. Sistemas mistos: essa modalidade mescla a apólice de seguro médico e a política de reembolso de despesas, ou seja, o segurado tem a opção de escolher os médicos e os centros (desde que estejam dentro do prontuário médico da seguradora) pagando inicialmente qual é a quantidade de serviços de saúde. Posteriormente, a seguradora reembolsará o valor relevante.
  4. Seguro de subsídio :  este tipo de seguro é baseado em um subsídio que o segurado recebe no caso de obter licença por motivo de doença.

Outros aspectos que devem ser levados em conta no seguro saúde

Além de tudo o que foi discutido acima, devemos considerar os dois pontos a seguir:

  • Quadro médico da seguradora: o quadro médico mostra todos os profissionais médicos que se enquadram na cobertura da apólice e que, portanto, o segurado pode escolher. A tabela médica é dividida em especialidades e em médicos de centros hospitalares. No primeiro, as especialidades médicas são tendenciosas e os centros hospitalares são nomeados com médicos, e nos segundo centros hospitalares são classificados em ordem alfabética por população.
  • Condições pré-existentes (doenças preexistentes):  existem diferentes patologias que a seguradora pode considerar que já existiam antes de formalizar o contrato com o segurado e que, portanto, não cobrirá as despesas decorrentes dessa doença.  Para aquelas doenças que já foram diagnosticadas antes da contratação de seguros, as seguradoras podem aumentar o prémio a pagar, oferecer cobertura ou não dessas doenças ou até mesmo não assegurar o potencial cliente.

Ao adquirir um seguro médico, as seguradoras geralmente solicitam um exame médico para considerar o grau de risco que ele assume ao cobrir essa pessoa. Então pode ver o questionário a ser preenchido para o exame médico, onde deve mencionar as intervenções cirúrgicas para as quais o potencial segurado foi submetido, as internações hospitalares, as patologias ou doenças sofridas, etc.

 

Para concluir , devemos informar que o melhor seguro de saúde será aquele que tenha a cobertura que o segurado realmente precisa . Este fato não é fácil de saber, pois ninguém pode prever as doenças que sofrerão no futuro ou no presente. É muito importante analisar o seguro que vamos adquirir e, para isso, pode recorrer a um comparador de planos de saúde.

 

0

Sobre o autor

António Fernandes

Responder a este tópico

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *