Short Put – vender uma opção put

vender uma opção put

Quando vendemos uma opção Put, estamos a adquirir a obrigação de comprar uma ação a um determinado preço (preço de exercício ou strike) durante um determinado período de tempo (da entrada até a data de maturidade).

O Short Put é uma operação de crédito, o que significa que recebemos dinheiro na nossa conta para operar.

Quando aplicamos esse tipo de operação, nossa expectativa de movimento será Lateral ou em Alta. Nesse propósito na data de maturidade, o preço da ação tem de terminar acima do preço de exercício, com o qual nossa opção terminará sem valor (maturidade OTM – out the money) e manteremos o lucro máximo (crédito).

Neste tipo de operação, temos a nosso favor a perda de valor com o tempo (passagem do tempo) (tetha é positivo), por isso será interessante operar próximo da maturidade.

O gráfico de risco / retorno deste tipo de operações é o seguinte:

A partir do gráfico podemos ver que este tipo de operações tem um resultado limitado, que corresponde ao crédito inicial que recebemos, e um risco ilimitado (a realidade é que não é 100% ilimitado, pois as ações não podem ir abaixo de zero). perda máxima seria a diferença da greve menos o crédito).

Lembre-se que em caso de atribuição (quando a nossa opção é ITM – in the money), vamos ser forçados a comprar as ações pelo o preço de exercício, de modo que no caso do seu corretor irá permitir que a execução desta operação vai exigir garantias mínimas de dinheiro com aqueles que podem enfrentar essa obrigação.

Nota importante

É preciso ter cuidado com as ações que custumam abrir com gaps, porque qualquer movimento bruto irá nos causar algum dano bem gigante.

Portanto, é muito importante proteger o risco em caso de movimento descendente.

Sobre o autor

Henrique Garcia
Analista de Mercados

Responder a este tópico

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *