Dolat Capital: Resumo Semanal 19/06/2017 - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Dolat Capital: Resumo Semanal 19/06/2017

Subscrever Agora

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


O preço de petróleo atingiu os mínimos de ano esta semana, apesar da extensão dos cortes de produção da OPEC. Os investidores receiam que esta medida não seja suficiente para contrabalançar o aumento de produçao dos EUA.

Fuente: Bloomberg

Principais Notícias da Semana:

  • A Reserva Federal Americana subiu a taxa de juro em 0.25%. Movimento em linha com as expectativas do mercado.
  • Theresa May enfrenta diversas dificuldades depois do resultado das eleições não ter sido favorável: a coligação com o partido Unionista da Irlanda do Norte está a revelar-se bastante difícil de concretizar; dois (dos quatro) ministros do Departamento encarregue de liderar o processo do Brexit foram substituídos.
  • Trump está a ser investigado por alegada interferência nas investigações do FBI às ligações da sua administração com a Rússia.
  •  O Banco Central Japonês manteve a sua política de estímulos e o nível das taxas de juro, ressalvando, no entanto, uma melhoria da economia do país devido a um aumento das exportações.
  • O Banco Central de Inglaterra manteve as taxas de juro inalteradas, mas a decisão não foi consensual. três membros dos oito que compõem o comité de decisão, apoiavam o aumento de taxas de juro de modo a travar a rápida subida da inflação.

Informação Macroeconómica:

  • Em Portugal a Inflação em Abril foi de +1.5%. No Reino Unido a inflação foi de +2.9% quando se esperava apenas +2.7%, enquanto que as Vendas a Retalho (excluindo combustíveis) subiram apenas +0.6% quando se esperava uma subida de +1.9% em Maio face ao período homólogo do ano passado.
  • Nos EUA a inflação foi de +1.9% vs o esperado +2% enquanto que as Vendas a Retalho caíram -0.3%.
  • O Investimento Direto Estrangeiro na China diminuiu em cerca de 3.7% face ao ano anterior em Maio.

Principais Movimentos da Semana:

  • As Yields dos 10 anos de Portugal desceram para valores abaixo dos 3% impulsionando as obrigações para um ganho de cerca de 0.9% na semana.
  • Os mercados acionistas perderam cerca de 0.5% na Europa e 0.3% Ásia, estabilizando nos EUA.
  • O Dólar apreciou-se face às moedas emergentes e ao Yen Japonês.
  • O petróleo continua a desvalorizar-se, situando-se atualmente à volta de 45$ por barril (WTI).

Próximos eventos:

  • Na terça-feira será anunciada a decisão sobre a inclusão de ações Chinesas no Índice Mundial MSCI.
  • As negociações para a saída do Reino Unido da União Europeia terão o seu início formal no dia de hoje.
  • Depois da vitória nas eleições parlamentares do partido de Macron, é expectável o anúncio das reformas propostas durante a campanha eleitoral (laborais, fiscais eeconómicas).

Artigos Relacionados

De que lhe serve ter um cartão de crédito se não tem intenção de o usar? É um pouco contraditório, mas pode ser uma realidade. Então, o que acontece se eu não usar o meu cartão de crédito? Este artigo preten...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments