Que características oferecem as contas dos jovens? - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Que características oferecem as contas dos jovens?

Subscrever Agora

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


caracteristicas contas jovens

Praticamente todos os bancos oferecem contas jovens, com características muito próprias e a pensar nas especificidades e expectativas deste público em particular. Há contas para menores de idade, outras a pensar nos jovens estudantes, e outras criadas para ajudar a dotar os mais pequenos de alguma literacia financeira. 

Saiba quais as principais características deste género de conta e qual se enquadra melhor nas suas necessidades ou nas dos seus filhos.

Isenção de comissões de manutenção, uso limitado do cartão de débito, domiciliação de pagamentos previamente definidos, são apenas alguns dos benefícios associados às contas jovens.

Características de uma conta jovem

Como começamos por dizer, atualmente os bancos disponibilizam várias opções dentro das contas-jovem (depósitos à ordem), sendo que a maioria dos bancos considera jovens as pessoas até aos 30 anos. 

Esta foi uma forma inteligente que os bancos encontraram de fidelizar clientes o mais cedo possível, envolvendo no processo os próprios pais.

No caso dos jovens sem capacidade jurídica, isto é, que ainda sejam menores, a abertura de conta terá, inclusive, que ser feita por representação dos pais ou de outros representantes legais, ficando a atribuição de um cartão de débito sujeita à sua autorização. 

Já os jovens maiores de 18 anos têm plena autonomia para abrirem a conta que lhes convier, beneficiando das inúmeras vantagens normalmente associadas a este tipo de conta.

Isenção de comissões nas contas jovens

Um dos benefícios associados a praticamente todas as contas-jovem é a isenção de taxas de comissão. Esta característica explica-se pela ausência de rendimentos regulares por parte do titular, ou atividade financeira frequente, o que leva a que os bancos optem por não cobrar taxas nem comissões de manutenção. De igual modo, e ao contrário daquilo que acontece noutras contas, a inatividade da conta ou o facto de esta se encontrar a zeros não leva à aplicação de nenhum tipo de sanção.

Prioridade à formação

Atentos às necessidades dos jovens e, sobretudo, dos pais, os bancos rapidamente perceberam que uma das mais-valias associadas a estas contas poderia ser o fácil acesso a algum tipo de crédito aplicado à formação.  Ao aplicarem spreads bonificados aos titulares de contas-jovem que subscrevam créditos para pagar formações, os bancos tocam em pontos muitos sensíveis de filhos e pais: o acesso à formação e a diluição de uma das faturas mais pesadas no processo de crescimento de um filho, a educação

Controlo sobre as despesas

Ao permitirem definir um teto máximo para as despesas diárias do jovem, os cartões de débito associados a estas contas podem ser uma importante ferramenta quer para os pais, que, desta forma, mantém ‘debaixo de olho’ as despesas dos filhos, quer para os próprios jovens, que aprendem a controlar as suas despesas e a perceber que o dinheiro não nasce nas árvores.

Maior segurança em pagamentos online

No mundo digital em que vivemos e num período em que até fomos obrigados a permanecer isolados em nossas casas, as compras pela internet tornam-se cada vez mais vulgares, com todos os riscos que daí advêm.

Através de uma conta jovem, articulada com os sistemas bancários online que qualquer banco disponibiliza, é possível realizar uma série de operações online com toda a comodidade e segurança.

Domiciliação de pagamentos

Muitos bancos já oferecem este serviço de forma gratuita, possibilitando aos titulares sentirem o peso da responsabilidade pelas despesas que lhe estão atribuídas – internet, prestação do computador, mensalidade do ginásio, por exemplo – podendo domiciliar o seu pagamento na sua própria conta.

Acesso a contas poupança

Alguns bancos permitem associar a conta à ordem a uma conta poupança beneficiando de condições bastante atrativas. Para além de ser uma forma de planificar o futuro ou de manter uma salvaguarda para alguma emergência que possa surgir, esta é, também, uma maneira de incentivar os jovens a terem uma outra educação financeira, centrada na poupança e não no despesismo. 

Artigos Relacionados

De que lhe serve ter um cartão de crédito se não tem intenção de o usar? É um pouco contraditório, mas pode ser uma realidade. Então, o que acontece se eu não usar o meu cartão de crédito? Este artigo preten...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments