Tipos de CFDs e as ordens mais utilizadas

Como já sabemos, o CFD, contrato para diferenças é um acordo onde a diferença de valor de um ativo é trocada entre o momento de abertura e encerramento do contrato. Com os CFDs, as posições podem abrir para cima ou para baixo e, portanto, permitir que o investidor aumente os lucros para cima ou para baixo nos mercados.

Existem várias classificações de CFD, do ponto de vista de trading para definir os preços de compra e venda, existem dois tipos de CFD : 

  1.  CFDs negociados através de um intervalo de preço dado pelo emissor. Dentro deste tipo de negociação, o emissor incluirá os custos de financiamento, as comissões e também os custos do serviço. A principal característica deste intervalo é que o preço, seja de venda ou compra, do ativo subjacente pode estar ou não acima do preço listado na bolsa de valores.
  2.  Os CFDs que estão em função de da fixação de preços com execução direta no mercado de valores. Os preços de compra e venda dos ativos subjacentes nos quais o investidor se baseará para obter lucros serão iguais ao preço do ativo subjacente listado na bolsa de valores.

Deve-se observar que os Contratos por Diferenças (CFDs) estão em função do preço com execução direta no mercado de ações. No momento do cancelamento do contrato, o emissor cobrará uma comissão que será baseada na porcentagem que o último decidir. Esta comissão será baseada no risco da operação financeira e nos custos que derivam do ativo. 

Os tipos de pedidos mais usados ​​no CFD:

A emissão dos Contratos por Diferenças está sujeita às ordens de investimento habituais. Os pedidos mais usados ​​na Bolsa de Valores são:

  1. One Cancels the Other (OCO)Ele é usado para evitar operações indesejadas. Por exemplo, quando um ativo subjacente se aproxima ou excede o limite de lucros ou perdas, o ativo é automaticamente cancelado e os lucros são realizados ou as perdas são assumidas.
  2. Ordens para o dia. Elas determinam a validade no tempo da ordem condicionadaIsso significa que a ordem entrada deve ser executada antes do final do dia da negociação daquele dia, portanto após o encerramento da mesma a ordem é cancelada automaticamente. 
  3. Ordens de contingência. O investidor exige a colocação de três ou mais pedidos conjuntos. Ou seja, uma ordem que é emitida para abrir uma posição de compra ou venda e que isso está relacionado a outras ordens levantadas para fechar essa posição.
  4. Ordens CondicionaisA execução desses pedidos está vinculada a outro pedido. Portanto, a ativação de um está relacionada à execução anterior do outro.

 

Sobre o autor

Henrique Garcia
Analista de Mercados

    Onde Investir com Bolsonaro na Presidência

    Onde Investir com Bolsonaro na Presidência

    O Plano O economista de Jair Bolsonaro é Paulo Guedes, um conhecido liberal e ex-banqueiro que desenhou o plano de governação focado em reformas e privatizações. O "Tripé" O programa...