Trading automático com opções: arte ou ciência?

Uma questão que poderíamos ter é: podemos automatizar o processo das nossas negociações?

Se pudéssemos mecanizar as nossas operações, estaríamos a falar mais de Ciência do que Arte.

No entanto, outra pergunta seria : todas as configurações automáticas são válidas para o meu perfil?

Se perceber-mos de que cada operador é diferente, as configurações nas nossas operações podem ser perfeitamente diferentes daquelas de que outro operador que usa a mesma estratégia. Estaríamos a falar que estas configurações que fazem trading automático têm alguma “arte”.

Segundo os especialistas, configurações com trading automático em Opções fazem parte da Arte e parte da Ciência.

Onde está a arte?

A opção Arte nas configurações é saber quais configurações são as melhores:

1. Com a sua expectativa de movimento no mercado ou expectativa de Volatilidade: há configurações que se adaptam melhor a algumas condições do que a outras.

2. Com o seu perfil de risco: há configurações mais agressivas que outros

3. E com a sua maneira de gerir o capital: encontraremos configurações que aumentam o risco de exposição e configurações que o reduzem

Poderíamos dizer que a Arte está em encontrar as configurações que melhor se adequam à sua personalidade do trader ou investidor.

E onde está a ciência?

A ciência serve precisamente para estudar e analisar esses tipos de configurações, e depois da prática, experimentar e descobrir o que funciona melhor, simplesmente sistematizar o seu plano de negociação, deixando um pequeno espaço para a inovação, porque o futuro está sempre a mudar.

A combinação de Arte e Ciência em todas as atividades que fazemos é fundamental para encontrar sempre a melhor solução ou maneira de fazer as coisas.

 

Exemplos de configurações de trading com opções

Em baixo deixamos um video onde podemos usar 2 configurações diferentes usando a mesma estratégia. O autor do video (Shark Opcionesproduz conteúdos no youtube bastantes interessantes. Os vídeos estão em espanhol, mas dá para se perceber. Se tiver alguma dificuldade, pode inserir as legendas e pedir a tradução para português. Infelizmente em Portugal não existem muitos conteúdos sobre as opções, devido à fraca procura deste tipo de produtos em Portugal.

No vídeo analisa-se as mudanças que ocorrem no Delta e no Gamma (greeks das opções), e como cada configuração deixa uma posição diferente no mercado.

Sobre o autor

Henrique Garcia
Analista de Mercados

Responder a este tópico

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *