Metatrader: o que é e como funciona? - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Metatrader: o que é e como funciona?

Subscrever Agora

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


Metatrader: o que é e como funciona?

Como funciona o Metatrader? Para quem está minimamente por dentro do mundo do trading e do mercado de investimento, certamente já ouviu falar do Metatrader. Afinal de contas, esta é a plataforma mais utilizada pelos investidores e traders de todo o mundo, um software muito útil, poderoso e eficiente para optimizar todas estas operações a partir de um computador ou dispositivo móvel.

No entanto, para quem está a dar os primeiros passos neste universo, são mais as perguntas que se levantam do que as respostas. Por isso, para o guiar em todo este processo, criámos as linhas seguintes, onde lhe damos a conhecer tudo o que necessita saber sobre o Metatrader.

O que é o Metatrader?

Comecemos então pelo início e sobre o que é o Metatrader. Este é o mais popular dos softwares de trading, compatível com computador e disponível em versão mobile para dispositivos móveis (smartphones ou tablets), que permite conectar os traders às diferentes corretoras e plataformas de trading.

Numa altura em que os smartphones se tornaram numa extensão do próprio corpo humano e com a democratização das redes sem fio, o Metatrader veio optimizar todo este processo, contribuindo decisivamente para a popularidade crescente do trading nos últimos anos. O desenvolvimento da tecnologia e o aumento da segurança e da protecção dos utilizadores fez o resto.

O Metatrader surgiu no mercado em 2005, desenvolvido pela empresa de software russa MetaQuotes Software Corporation, e tem liderado o mercado desde então. A uma eficiente operacionalidade, a plataforma alia ainda a gratuidade e o facto de ser extremamente intuitiva, tornando-se muito acessível a todos os utilizadores, incluindo aqueles que não estão muito habituados a recorrer a este tipo de ferramentas digitais.

Como funciona e como operar?

O primeiro passo a dar quando decide experimentar o Metatrader é descarrega-lo da net e instala-lo no seu computador ou dispositivo móvel. Como referimos acima, esta plataforma é totalmente gratuita e, como tal, pode baixa-la da sua página oficial, escolhendo a versão compatível com o seu sistema operativo.

Com o Metatrader está a colocar de lado um factor extremamente importante, que é responsável por grande parte do insucesso no mercado da negociação e do trading: a emoção. Afinal de contas, esta é uma máxima deste sector – deve-se sempre lidar com a razão e não com a emoção. No entanto, o lado emocional desgasta o investidor e, até no caso dos melhores profissionais do sector, leva a erros diariamente.

Ao contar com uma aplicação como o Metatrader está a garantir que é sempre a razão que toma as suas decisões de execução, recorrendo aos mais avançados algoritmos de inteligência artificial e cumprindo até ao fim as estratégias delineadas previamente. Caso tenha dúvidas, pode sempre optar pelo simulador do Metatrader, antes de se lançar no trading a sério. Depois, comece a dar os primeiros passos com quantias baixas, até dominar por completo a plataforma.

Metatrader 4 ou 5: Quais as diferenças?

O Metatrader 4, conhecido comummente pelas inicias MT4, foi e continua a ser a mais popular de todas as plataformas de trading. Afinal de contas, foram dez anos no mercado, a liderar o sector e a grande distância da sua concorrente mais directa.

O ponto mais forte são as capacidades gráficas que oferece, tem também uma grande variedade de indicadores disponíveis, uma vez que qualquer pessoa que saiba programar na linguagem da MetaQuotes (uma das mais simples que existe) pode fazer o indicador que lhe é proposto, ou mesmo o sistema de negociação automática que desejar. O facto de haver mais de um milhão de utilizadores de MetaTrader 4 em todo o mundo dá uma ideia da popularidade deste software.

Por isso, mesmo que já esteja no mercado a versão mais recente, a Metatrader 5 – ou MT5, para abreviar -, muitos utilizadores continuam fieis à MT4, até porque já estão acostumados e têm os seus processos d negociação optimizados. O sucesso do seu sucesso é fácil de entender: foi o primeiro software a usar o MQL , uma linguagem que permite desenvolver estratégias específicas de trading automático e de análise técnica.

O MT5 é uma ferramenta multi-mercado, ou seja, permite o acesso à negociação de diferentes ativos financeiros. Permite a visualização e análise dos mercados financeiros em tempo real, bem como a compra e venda de produtos financeiros, se estiver ligado a uma conta de negociação com um corretor (através de um terminal de cliente).

Com esta plataforma o trader pode investir nos mercados financeiros online; em diferentes mercados, com diferentes moedas e com mais do que uma conta de negociação.

Além dessas, são várias outras funcionalidades e ferramentas digitais que fazem do MT4 uma plataforma ainda hoje muito útil. Desde os Consultores Especialistas, sistemas automatizados de negociação, que recorre a um avançado sistema de inteligência artificial; a utilização de indicadores personalizados, que permite personalizar as suas análises ao marcado; ou livrarias vastas e de grande armazenamento, para guardar todos os blocos que mais utiliza.

Contudo, isto não significa que deva desprezar o MT5. Esta plataforma, no mercado de 2018, é uma excelente evolução da sua antecessora, adaptando-se da melhor forma a um sector que continua em franca expansão e desenvolvimento. Isto significa que o MT5 melhora as funcionalidades do MT4, ao mesmo tempo que introduz novas ferramentas, incluindo um tipo adicional de ação de execução.

O MT5 tem 38 indicadores contra os 30 do MT4, 68 ferramentas de análise contra as 33 do MT4 e, por exemplo, uma caixa negra para programação, que optimiza e melhora a experiência do utilizador de forma extremamente eficiente. No fundo, são duas plataformas muito distintas, mas igualmente poderosas e indispensáveis para qualquer investidor.

Que plataforma escolher?

Como geralmente acontece quando se lida com produtos e serviços relacionados com o mundo do investimento financeiro, não há uma resposta única.

Cada operador deve contrastar a informação com os seus interesses e necessidades. A fim de avaliar uma plataforma, é necessário considerar as seguintes questões:

  • Qual é o meu estilo de negociação? (scalping, day trading, swing, etc.).
  • Em que mercados financeiros é que me sinto mais confortável?
  • Qual é a profundidade da análise de mercado de que preciso para poder negociar eficazmente?
  • Preciso de olhar para um grande número de prazos para analisar o mercado?
  • Será que tenho preferência pela negociação algorítmica?

 

Artigos Relacionados

O que são Triple Tops e Bottoms ? É um tipo de padrão gráfico usado para a análise técnica, com o fim de prever a inversão do movimento dos preços de um ativo. Os Triple Tops têm 3 picos ou pontas. O que é u...
Evergrande escapa à falência? Hoje falamos sobre as notícias! Os ursos à espera da grande queda nos mercados terão de...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments