Transferências por Multibanco: Qual o Limite Máximo?

Multibanco: Limite de Transferências Bancárias

 

De todas as opções disponíveis, o multibanco é o método mais económico para efetuar transferências bancárias já que não impõe quaisquer custos. No entanto, em alguns casos este método poderá ser um tanto restritivo. É que as transferências feitas numa caixa multibanco estão limitadas a determinados valores.

 

Transferências por Multibanco: Quem impõe limites máximos e porquê?

 

Além do limite máximo imposto pela SIBS (uma das maiores empresas processadoras de pagamentos da Europa e detentora das caixas multibanco) aos montantes que se podem movimentar através de uma transferência bancária, também existem limites máximos impostos pelas instituições financeiras às quais pertencem as contas das quais se pretende transferir esses valores.

Assim apesar de, de acordo com a SIBS as operações numa caixa automática (categoria na qual se enquadram as transferências bancárias efetuadas num multibanco) não poderem ser iguais ou superiores a 100 mil euros por operação o limite que o utente irá encontrar ao efetuar uma transferência bancária por multibanco poderá ser muitíssimo mais baixo, o que depende da sua instituição e/ ou do contrato de serviços que assinou com esta.

O limite máximo imposto, pelas entidades bancárias, deve-se por um lado a medidas de segurança, uma vez que num eventual extravio o valor que se poderá retirar da conta por este meio será limitado; e por outro a questões contratuais já que também irá depender do produto ou serviço contratado.

 

Quais são os limites máximos impostos? E é possível transferir um montante de valor superior a estes?

 

Dependendo da instituição financeira os limites máximos permitidos podem variar tanto como, por exemplo, entre os €100.000,00 e os €2.500,00. E como cada caso é um caso, na altura de se assinar o contrato de adesão ao serviço deve-se questionar a instituição sobre os limites máximos impostos para evitar surpresas desagradáveis no futuro.

No entanto, se por desconhecimento apenas se deparar com esta realidade quando está a fazer uma transferência e a mesma não é autorizada pelo sistema, pode sempre tentar fazer várias transferências de menor valor até atingir o valor que pretende transferir. Alternativamente pode ainda tentar fazer a transferência através de um dos outros métodos alternativos, mesmo que isso possa implicar alguns custos.

Mas claro que o ideal é estar a par dos termos e condições do serviço contratado, pelo que o melhor será prevenir para o futuro e questionar o seu Banco antes de que precise de fazer uma transferência.

 

Business card photo created by fanjianhua – www.freepik.com

    Sobre o autor

    Cristina Costa
    Rankia Portugal - Content Manager