XTB – Market Update 11 de outubro de 2018

Despertar dos Mercados
Por Carla Maia Santos, Senior Broker

Os mercados desabaram no dia de ontem e hoje continuam a negociar no vermelho, lembrando as quedas de fevereiro deste ano.

A subida das yields das obrigações a 10 anos norte-americanas despoletou este sell off no mercado acionista. Com esta queda brusca aumentou a volatilidade, levando a que os gestores de fundos e modelos automáticos de negociação fossem ‘obrigados’ a vender, aumentando o tamanho da queda dos índices acionistas. Ao subirem as yields há também uma transferência de investimento de ativos de risco, ou seja, ações para obrigações, consideradas menos arriscadas e agora com uma rentabilidade mais elevada.

Esta queda fortíssima de ontem, faz lembrar as quedas dos mercados de fevereiro e coloca muito boas empresas a preço de saldo. O mercado norte-americano tem registado uma estratégia vencedora, que é ‘buy the dip’, comprar na queda.

Neste movimento trágico, Trump veio logo comentar as políticas da FED. Diz mesmo que são políticas ‘crazy’ malucas, de aumento das taxas de juro.Em Portugal, a Navigator valoriza mais de cinco porcento, com a boa notícia de que os EUA vão diminuir a taxa anti-dumping com efeitos retroactivos de 37.34 porcento para 1.75 porcento. O facto de os custos extraordinários diminuirem significativamente face ao valor inicial proposto, faz com que os investidores voltem a acreditar no valor da empresa, levando esta a reagir em alta.

A Sonae Capital continua a dar cartas, com os investidores atentos ao IPO da Sonae MC e investindo na marca da Sonae como um todo.

Sessão Asiática
Por David Silva, Senior Broker & Affiliate Manager

O sentimento geral de aversão ao risco marcou novamente a sessão de hoje, depois de um dia bastante agitado e negativo para as bolsas europeias e americanas, tendo os principais índices bolsistas desvalorizado entre 2 e 5 por cento. Por trás deste momento bearish estará, certamente, a “corrida” dos investidores à dívida americana que, ao alcançar yields de 3.2% (algo que não acontecia desde 2011), a torna um ativo mais atrativo do que as ações, por ter menor risco e uma rentabilidade interessante.

Da China chega a notícia que o governo está a colocar algumas restrições e a limitar o investimento no exterior, por forma a aumentar a liquidez e o investimento no país e evitar a desvalorização do yuan.

Sem grande surpresa, as principais bolsas da praça asiática, fecharam a sessão de hoje em terreno negativo com especial destaque para o Shanghai Composite que caiu 5.22% (para mínimos dos últimos 4 anos!) e para o Nikkei 225, que desvalorizou 3.96%.


Análise Técnica
Forex
Por Pedro Amorim, Senior Broker
GBPCAD – Os Ingleses deixam a teimosia de lado e chegam a acordo

O GBPCAD quebrou uma resistência importante de curto prazo, o que nos pode dar oportunidade para acompanhar a força compradora.

Fala-se de um acordo do Brexit já na próxima semana e temos agora alguma recuperação dos preços do Brent e Crude fazendo fundamentalmente subir o GBPCAD (valorização do GBP e desvalorização do CAD).

É claro que muita coisa ainda pode acontecer até o “prazo” de outubro / início de novembro para um acordo Brexit, e as probabilidades de um acordo ser atingido ainda podem inviabilizar a subida deste par.

Em termos técnicos mais profundos, temos um canal ascendente no gráfico diário, com um duplo fundo no mais recente teste ao suporte.

A ideia será posições longas com um target nos 1.83654 e Stop loss nos 1.68900.

O stop loss fica um pouco mais abaixo da resistência de curto prazo quebrada, com o objetivo de nos dar margem de manobra suficiente para reduzir as perdas no caso de o preço cair abaixo dessa resistência devido a uma atualização do Brexit ou talvez um aumento nos preços do petróleo.

chart (54)

Ìndices
Por Tiago da Costa Cardoso, Team Leader & Senior Broker
 US500 D1 – Holding above 200SMA

Ontem os índices mundiais mergulharam, com o Nasdaq a cair quase 5% em apenas um dia. Isto levou o US500 a finalmente testar a sua média móvel de 200 dias, um importante suporte dinâmico no gráfico diário. Caso aguente acima deste valor, poderemos ver um pequeno alivio do preço, com uma possível correção até à média móvel de 100 dias.

Assim, a ideia será comprar US500 com stop nos 2742 e take profit nos 2816.

us5006

A X-Trade Brokers Dom Maklerski S.A. não se responsabiliza por decisões de investimento que se baseiem em informações contidas nesta newsletter. Nenhuma da informação aqui contida deverá ser entendida como recomendação de investimento, garantia de lucro ou de risco significativamente menor. Os investimentos baseados no uso de produtos derivados com alavancagem financeira são, por natureza, especulativos e poderão resultar tanto em lucros como perdas significativas, as quais poderão superar os montantes inicialmente depositados.

Sobre o autor

Rankia