XTB – Market Update 4 de Dezembro de 2018

Abertura dos mercados 

Por Carla Maia Santos, Senior Broker 

As bolsas seguem mistas depois do disparo em alta no dia de ontem, com a reunião do G20.

As bolsas ontem abriram maioritariamente num gap de alta, ou seja, abriram muito acima do valor de fecho de sexta-feira.
Esta explosão em alta deveu-se ao adiar das conversas entre China e EUA para daqui a 90 dias. Por um lado é positivo os dois gigantes não terem avançado com mais tarifas aduaneiras, mas por outro lado, na realidade não apresentaram nenhuma solução, só adiaram o ‘problema’.
Daqui espera-se que o vai-vem de ameaças continuem para o ano e que a volatilidade dos mercados permaneça elevada.
Neste contexto, os investidores optam por uma negociação de mais curto prazo, fechando rapidamente os ganhos, principalmente depois do disparo de ontem, absorvendo os ganhos e levando os índices accionistas a corrigirem e o S&P500 e o Nasdaq100 a testarem o suporte formado pela média móvel dos 200 dias, onde poderão encontrar novamente força compradora.

Este acalmar das tensões entre a China e os EUA, pressupõem mais consumo de petróleo e os investidores estão à espera que a OPEP e a Rússia definam uma diminuição da produção já esta quinta-feira, levando o preço do ouro negro a reagir em alta no rumor, respeitando a máxima dos mercados ‘buy the rumor, sell the news’.

O BCP segue a desvalorizar neste dia de indefinição das bolsas, uma vez que depende muito do sentimento geral dos investidores , mas a Galp reage em alta seguindo a tendência do preço do petróleo e testa a resistência dos 15 EUR.


Análise à sessão asiática
Por David Silva, Affiliate manager

Hoje é o primeiro dia de uma visita de dois dias a Portugal do presidente da República da China, Xi Jinping, com o objetivo de aproximar os dois países, depois do líder da China ter estado na reunião do G20 (onde se reuniu com Trump e conseguiu adiar a aplicação de tarifas aduaneiras) e de se ter reunido com os representantes de Espanha na semana passada. Uma clara demonstração da intenção de Xi Jinping alargar o investimento e as relações comerciais com a Europa, depois de ver a sua relação com os EUA deteriorada nos últimos meses.

Também no dia de hoje o RBA (banco central da Austrália) decidiu manter as suas taxas de juro na ordem dos 1.50% pelo 28º mês consecutivo(!),tal como já era esperado pelos analistas (e até mesmo pela maioria dos investidores), não causando grande supresa nas bolsas. O Banco central continua preocupado com o impacto do elevado nível de endividamento e baixo rendimento das famílias no consumo.

O RBA referiu ainda no relatório que:

  • É esperado um crescimento anual médio de 3.5% antes do abrandamento previsto em 2020
  • Redução da taxa de desemprego (atualmente nos 5%)
  • Que a inflação alcance os 2.25% no próximo ano e crescça também em 2020.

As bolsas da praça asiática fecharam a sessão de hoje com um desempenho misto, com especial atenção para o Shanghai Composite que voltou a valorizar 0.42% estando perto de alcançar valores de meados de Novembro.


Matérias primas
Por Eduardo Silva, Head of Sales

Buy limit activado no NATGAS

O trade da ultima semana apontava dois triggers de entrada no NATGAS. O breakout altista do triângulo ou o limite inferior do triângulo com um buy limit. Como podemos verificar o breakout ainda não aconteceu, factor que permitiu entrada no melhor ponto, o Buy limit. Esta zona é particularmente interessante uma vez que permite entradas longas com stop perto, no entanto, é a zona de reforço perante breakout altista que torna o trade interessante pois caso seja activado permite uma segunda entrada em que o trader já conta com um grande plafond de lucro da primeira posição .Com as emissões de carbono em alta e a pressão para os governos optarem por energias mais limpas, este activo está destinado a negociar em valores mais altos.Tudo depende em grande parte do crescimento a nível mundial, as tréguas de curto prazo entre Trump e XI podem ser o que faltava para a quebra do padrão em alta.

chart (41)-2

 


Forex

Por Pedro Amorim, Senior Broker 

CADJPY – bastante pressão vendedora no inicio da semana

O CADJPY caiu bastante nas últimas semanas, à medida que o petróleo continuava a desvalorizar e o nervosismo relacionado à guerra comercial voltou.

A reunião do G20 entre Trump e Xi foi positiva, porque ambos os líderes se comprometeram a adiar as medidas mais protecionistas no comércio internacional. Além disso, as especulações sobre as restrições à produção de petróleo da OPEP e da Rússia levaram a valorizações no crude e como consequência, valorizações no CAD.

O S&P500 respeitou um teste à média móvel de 100 períodos no gráfico diário, o que mostra o início de reversão da tendência ascendente que tivemos na semana passada. Hoje os futuros já negoceiam com uma desvalorização de meio ponto percentual. A desvalorização deste índice faz valorizar o JPYN.

p
No gráfico de 4 horas já podemos ver algumas correções na qual podemos aproveitar.
A ideia vai ser fazer posições curtas com um target nos 84.871 e um stop loss nos 86.523.
unnamed (3)
gvre

Declaração de Risco

A X-Trade Brokers Dom Maklerski S.A. não se responsabiliza por decisões de investimento que se baseiem em informações contidas nesta newsletter. Nenhuma da informação aqui contida deverá ser entendida como recomendação de investimento, garantia de lucro ou de risco significativamente menor. Os investimentos baseados no uso de produtos derivados com alavancagem financeira são, por natureza, especulativos e poderão resultar tanto em lucros como perdas significativas, as quais poderão superar os montantes inicialmente depositados

Sobre o autor

XTB Portugal