XTB – Market Update 8 de novembro de 2018

Abertura dos mercados 

Por Carla Maia Santos, Senior broker

As bolsas reagem em alta às eleições intercalares nos EUA, depois de eliminada a incerteza e de os resultados saírem em linha com o esperado.

Os Democratas dominaram a ‘House’ e os Republicanos o Senado. Com as forças equilibradas, não se espera que Trump consiga aprovação para nova reforma fiscal, no entanto, também será mais difícil aprovar legislação contra o comércio externo, principalmente contra as importações da China, levando os sectores dependentes do comércio internacional, representado normalmente pela empresa Caterpillar a dominar os ganhos do mercado.
As yields norte-americanas voltaram a reagir em alta e a tocar nos valores de 9 de Outubro, mas parece que o mercado criou certa imunidade à subida das yields, mostrando uma correlação positiva com estas. Normalmente, as yields medem a aversão ao risco e quando estas valorizam, as bolsas seguem uma trajectória descendente, levando os investidores a retirarem o capital de activos de risco – vendendo acções – e investindo em obrigações menos arriscadas.
Hoje não se espera que a FED aumente as taxas de juro, mantendo um discurso positivo quanto ao decorrer da economia norte-americana. A FED aumentou as taxas de referência em Setembro e os analistas esperam que só em Dezembro voltem a subir as taxas. Esta reunião deverá ter pouco impacto nos mercados.
Portugal segue a valorizar, num dia recheado de divulgações de resultadosapós o fecho e na esperança que os resultados superem as estimativas. Entre eles, o BCP, a EDP, a NOS, a REN e a Sonae Capital.
BCP se surpreender o mercado pela positiva com os resultados, pode encontrar uma forte força compradora, favorecido pelas notícias que também irá voltar a pagar dividendos.
Pharol domina os ganhos do PSI20, com a notícia de que foi aprovado novo aumento de capital pela OI, empresa brasileira de telecomunicações.

Sobre o autor

XTB Portugal

    Onde Investir com Bolsonaro na Presidência

    Onde Investir com Bolsonaro na Presidência

    O Plano O economista de Jair Bolsonaro é Paulo Guedes, um conhecido liberal e ex-banqueiro que desenhou o plano de governação focado em reformas e privatizações. O "Tripé" O programa...