Destaques da manhã (25/06/2020)

Por André Neto Pires, Analista na XTB Portugal

coronavírus é, novamente, o principal tema dos mercados, uma vez que o recente aumento de casos nos EUA leva os investidores a perguntarem-se se as restrições estarão para regressar.

A sessão asiática fechou em queda e contagiou o sentimento inicial da sessão europeia e os futuros de Wall Street. Isto pois a taxa de novos casos de Covid-19 está, cada vez mais claramente, a subir, tendo ontem sido o segundo pior dia da Pandemia, como se observa no gráfico final.

Dax inicia a sessão com um gap negativo de mais de 1% em relação ao fecho de quarta-feira, quando ontem e anteontem testava a resistência da retração dos 78,6% de Fibo da liquidação de pânico.

Os Estados Unidos continuam a ver um forte aumento nos novos casos de coronavírus e hospitalizações. Houston pode exceder a capacidade da Unidade de Cuidados Intensivos esta semana. O governador de Nevada ordenou que os cidadãos usassem máscaras e alguns estados começaram a restabelecer as restrições.

As tensões sino-americanas também não acrescentam boas notícias. O Pentágono preparou uma lista de 20 empresas com vínculos com as forças militares chinesas. Para além disso, Peter Navarro diz que o presidente Trump poderá impor tarifas à China caso o país não compre lagostas americanas suficientes (parte do acordo comercial PahesOne).

As telecomunicações de Singapura escolheram a Nokia e a Ericsson para construir uma rede 5G no país. Um golpe para a Huawei chinesa.

Qantas Airways, transportadora australiana, anunciou que terá de cortar 6.000 empregos e aterrar 100 aviões pelos próximos 12 meses, dada a fraca procura.

A balança comercial da Nova Zelândia de maio foi de NZ $ 1253 milhões (exp. NZ $ 1290 milhões). O NZD é das divisas que mais apreciam esta manhã. Já moedas tipicamente de refúgio, CHF e JPY, perdem terreno, apesar do sentimento de risco.

O calendário de hoje tem alguns dados interessantes, mas o contexto atual poderá dar-lhes pouca importância nos mercados. Às 13:30 teremos o PIB dos EUA para o 1º trimestre. Note-se que esta é a última revisão, pelo que não deverá apresentar nenhuma surpresa. À mesma hora, são publicados os novos pedidos de subsídio de desemprego.

O aumento de novos casos de coronavírus levou alguns estados dos EUA a começar a restabelecer os bloqueios. Fonte: worldeters, XTB


O produto CFDs não é simples e a sua compreensão poderá ser difícil, apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem.
79% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este fornecedor.
Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro. X-Trade Brokers Dom Maklerski, S.A. Sucursal Portugal está inscrita na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários(CMVM) com o número 341. Este e-mail foi enviado de acordo com os termos e condições de utilização do site www.xtb.com/pt. Esta informação foi preparada apenas para informação e não constitui uma oferta ou compromisso nem constitui aconselhamento de investimento.
Por favor, note que a empresa não oferece nenhuma garantia, expressa ou implícita, quanto à precisão ou integridade das informações e opiniões aqui. X-Trade Brokers DM S.A. Praça Duque de Saldanha Edifício Atrium Saldanha 9ºB Lisboa, Lisboa 1050-094 Portugal Esta mensagem constitui uma comunicação comercial de acordo com o artigo 24(3) da Directiva 2014/65/UE do Parlamento Europeu e do Concelho de 15 de Maio de 2014 sobre Mercados e Instrumentos Financeiros e da Directiva revista 2002/22/EC e da Directiva 2011/61/UE
0

Sobre o autor

André Pires

Analista na XTB Portugal

Responder a este tópico

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *