Destaques da manhã XTB (11/05/2020)

xtb

Por André Neto Pires, Analista na XTB Portugal

O ressurgimento de novos casos de Covid-19 em Wuhan e na Coreia do Sul levou os índices europeus a iniciarem o dia com o pé esquerdo. Boa parte das quedas já foram corrigidas, mas o sentimento de mercado continua pressionado pelas tensões sino-americanas, com o presidente Trump a mostrar pouca vontade em renegociar o acordo comercial com a China.
 A China deverá testar milhões de cidadãos de Wuhan nos próximos dias.
Além disso, as relações da China com a Austrália também continuam a degradar-se, depois do governo da Austrália ter pedido uma investigação à origem do vírus. Em aparente retaliação, a China suspendeu as importações de carne de quatro matadouros australianos, as quais representam 35% das exportações australianas de carne bovina para a China.
A Austrália tem-se ressentido com a pandemia, nomeadamente no turismo, uma vez o número de visitantes caiu 60% em relação ao mês de março do ano passado. Por isso, estas e outras retaliações chinesas são pesadas para a economia australiana.
O Dólar Australiano é a moeda que mais deprecia esta manhã, entre as divisas mais importantes, enquanto o Yen japonês destaca-se pela positiva, beneficiando do sentimento de risco na Ásia.
O número de casos confirmados de coronavírus a nível mundial chegou a 4,25 milhões, entre os quais 1,5 milhões já recuperaram. O número de vítimas mortais aumentou para mais de 289 mil.
O petróleo conseguiu manter os ganhos de ontem, desencadeados pelo anúncio da Arábia Saudita de cortes extraordinários.
Não há publicações de grande porte agendadas para hoje. O IPC (índice de preços do Consumidor) dos EUA será publicado às 13:30, mas é pouco provável que tenha uma reação do mercado. Alguns oradores da Fed poderão provocar volatilidade no Dólar americano. No entanto, Bostic e Evans voltam a rejeitar a possibilidade de as taxas dos EUA caíram para valores negativos.
No final do dia, às 21:40, serão conhecidos os stocks de petróleo bruto semanais (API).


O produto CFDs não é simples e a sua compreensão poderá ser difícil, apresentam um elevado risco de perda rápida de dinheiro devido ao efeito de alavancagem.
79% das contas de investidores de retalho perdem dinheiro quando negoceiam CFDs com este fornecedor.
Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro. X-Trade Brokers Dom Maklerski, S.A. Sucursal Portugal está inscrita na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários(CMVM) com o número 341. Este e-mail foi enviado de acordo com os termos e condições de utilização do site www.xtb.com/pt. Esta informação foi preparada apenas para informação e não constitui uma oferta ou compromisso nem constitui aconselhamento de investimento.
Por favor, note que a empresa não oferece nenhuma garantia, expressa ou implícita, quanto à precisão ou integridade das informações e opiniões aqui. X-Trade Brokers DM S.A. Praça Duque de Saldanha Edifício Atrium Saldanha 9ºB Lisboa, Lisboa 1050-094 Portugal Esta mensagem constitui uma comunicação comercial de acordo com o artigo 24(3) da Directiva 2014/65/UE do Parlamento Europeu e do Concelho de 15 de Maio de 2014 sobre Mercados e Instrumentos Financeiros e da Directiva revista 2002/22/EC e da Directiva 2011/61/UE.
0
0

Sobre o autor

André Pires

Analista na XTB Portugal

Responder a este tópico

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *