Quais são os tipos de empresas cotadas que existem? E tem o mesmo risco? - Rankia Portugal
Entrar Criar conta
Acesso
Entrar em Rankia

Bem-vindo à sua comunidade financeira

Informe-se, debata, compartilhe experiências; aprenda sobre como economizar e investir. Faz parte da maior comunidade financeira, já somos mais de 750.000 desde 2003. Você se inscreve?

Quais são os tipos de empresas cotadas que existem? E tem o mesmo risco?

Subscrever Agora

Selecione os temas que lhe interessa e personalize a sua experiência no Rankia

Enviaremos uma Newsletter cada quinze dias com as novidades de cada categoría que escolheu


Quer receber notificações dos nossos eventos/webinars?


que tipos de empresas cotadas exsitem

Em épocas de crise muitas empresas têm uma maior probabilidade de que diminuam os seus benefícios, mas há algumas empresas que não lhes afeta este tipo de situações, como o exemplo das empresas elétricas, em épocas de crises, nós vamos continuar acendendo as luzes pelas noites, embora é verdadeiro que tentarão poupar bem mais em luz, mas estes tipos de quedas são mais moderadas.

Também ponho como exemplo, o setor da alimentação, já pode ter muita gente no desemprego ou que os seus ganhos têm decrecido, mas é seguro que vão continuar a comprar bens alimentares. Neste caso tentará poupar mais em produtos de alimentação, seguramente comprar menos quantidade que em outros tempos, mas os benefícios deste setor poderiam baixar, mas não sei em que medida seriam tão afetado como em outros setores.

Também existem alguns clássicos, como é o caso do ouro, onde se viu o aumento de investimentos neste metal durante a atual crise económica.

Outra alternativa que temos ao nosso alcance é investir nos principais valores do PSI 20, que conhecemos como “Blue Chips” portuguesas, como por exemplo EDP, Ren, Jerónimo Martins, Sonae, que têm uma maior estabilidade e são muito sólidas, estas empresas nos oferecem uma maior garantia em longo prazo.

Na crise de 2008 nos Estados Unidos, durante a queda de Lehman Brothers, onde caíram muitas empresas. Alguns dos valores defensivos ou refúgios que sobreviveram e superaram com sucesso a crise e seguem perdurando durante o tempo. Foram as empresas de Coca-cola, The Procter & Gamble e Wal-Mart.

Disto se trata de títulos de refugio ou valores defensivos, são títulos que nas piores épocas de crise ou instabilidade, as suas probabilidades de que mantenham os seus benefícios são consideráveis, e por vezes possam os aumentar.

Com todo o que disse, NÃO quero dizer que investir neste tipo de valores sejam investimentos seguros nem o investimento da vossa vida, terá empresas que não correspondem a este tipo de setores que crescerão bem mais, mas se é uma opção de ter em conta para os investimentos em longo prazo, já que têm são empresas muito estáveis e com um bom crescimento ao longo do tempo.

Por vezes podemos escutar numa conversa que alguma pessoa que digam “o setor bancário está a atuar como um refúgio” porque talvez o seu valor no mercado aumentou durante um período de tempo e em mudança onde  outros setores baixaram, não se pode negar que seja errado o comentário, mas eu dar-lhe-ia outro significado diferente ao que se refira a valor refugio, já que um refúgio é um valor que podemos comprar quando esperamos que o mercado vai piorar, sem saber que vai passar e daí efeitos vai ter o que aconteça.

Porque quem nos diz o que vai passar no futuro com o setor bancário, pode ser que suba por umas circunstâncias muito concretas, mas não me parece um valor que se pode assumir que vá ser necessário sempre.
Por isso, nos exemplos que dei anteriormente antes sobre o setor elétrico e o setor da alimentação, referi a que embora a economia caia mais no futuro, vamos continuar a consumir eletricidade e por suposto comprar comida para nos alimentar. Estes são os verdadeiros valores refugio ou valores defensivos.

Que são penny stocks?

São aquelas ações que o seu nível de capitalização é bastante baixo e um risco muito elevado. sofrem grandes oscilações na sua cotação pelo que são objeto de especulação. São muito fáceis de manipular, podendo ser vítimas de rumores.
Operar com este tipo de valores pode ser muito complicado, já que implica muito risco, mas como neste mundo tem que ter de tudo, encontramos investidores aos que gostam deste tipo de operações e outros que não.
Podemos fazer várias perguntas sobre as penny stocks, que podem ser positivas ou negativas, como por exemplo quero ter um risco desnecessário para obter maior rentabilidade. Pois esse pedido é realizado a um experiente em penny stocks do mercado e a sua resposta seria um rotundo DEPENDE.
E por que motivo arriscar o meu dinheiro em algo que possivelmente vou perder?
A razão é que estes valores costumam ter preços reduzidos, que fazem com que sejam muito arriscados, embora para alguns investidores demasiado atrativos.
Trata-se de pequenas ou médias empresas que podem sofrer fortes variações no mercado ao ter pouca negociação, mas algumas destas podem ter um forte percurso no mercado por três motivos principais:

1. Por ser pequenas empresas, em setores novos e com um grande potencial de crescimento.
2. Por sair de uma situação de falência ou melhorar substancialmente a sua conta de resultados.
3. Uma melhoria das expectativas dos analistas.

Por suposto este tipo de operações não são recomendáveis para um investidor conservador ou com a intenção de posicionar na poupança, senão para investidores com um perfil um pouco mais agressivo.

Como pode identificar uma penny stock:

  • São valores de muito alto risco.
  • Têm uma baixa capitalização, de maneira que a sua liquidez é menor que o resto dos valores que cotam no Mercado contínuo.
  • São muito voláteis, o baixo volume de negociação provoca que tenha uma elevada variação de preços
  • As variações dos seus preços são normalmente mais fortes.
  • As oscilações na sua cotação rondam os 10% e 15%.
  • São empresas pequenas, normalmente com pouco percurso histórico.
  • As empresas em recessão também se podem considerar penny stocks
  • Os investidores podem beneficiar-se das enormes valorizações que podem obter, se deram casos de empresas que acumularam umas revalorizações anuais dentre um 50% e um 100%.

Quais são os motivos da valorização de uma penny stock?

  • Rumores sobre o valor
  • Reestruturação da dívida
  • Mudanças na equipa diretiva
  • Melhora conta de resultados
  • Porque as medidas de reativação favorecem aos valores que estão em pior situação.
  • Pela transferência de obrigações para ações
  • Porque os investidores agressivos vão procurar estas penny stocks porque estão numa má situação, para obter a maior rentabilidade possível.

Que são os Blue Chips?

Quando falamos do termo Blue Chip relativo aos mercados financeiros, nos referimos a empresas que estão bem estabelecidas, com rendimentos estáveis, que os seus valores não sofram grandes flutuações e que não realizem grandes ampliações no seu passivo. Os blue chips representam as ações das empresas que são reconhecidas no território nacional, que contam com uma posição financeira sólida e estável, onde os seus produtos e serviços são de alta qualidade e têm uma grande aceitação no mercado.

Blue Chips, baixa volatilidade e alta liquidez

Normalmente os investimentos em blue chips são consideradas menos voláteis (muito pouco risco),
têm um alto valor de capitalização bolsista e uma alta liquidez.
A capitalização bursátil calcula-se multiplicando o preço da ação pelo número de ações, e é um requisito estabelecido para pertencer a um índice de referência, como pode ser o EuroStock 50. As empresas com maior capitalização bolsista costumam negociar um maior volume de contratação, portanto, no momento de comprar e vender estas ações, encontraremos maior disponibilidade de títulos (liquidez).
As blue chips são uma grande opção para diversificar a sua carteira sem assumir um risco muito alto.
Estes tipos de empresas tem balanços financeiros estáveis e são considerados pelos analistas como investimentos seguros ou com um baixo risco. Costumam ter umas notas excelentes das empresas que se encarregam de qualificar o risco.
Outra das características deste tipo de empresas, se trata de que em tempos de crises financeiras quando o mercado cai, estas ações tendem a cair menos que outras empresas, e se comportam como valores defensivos.

Vantagens de investimento em blue chips

Os Blue Chips costumam ser os valores com maior capitalização bolsista da cada Índice de referência estatal, por exemplo, Em Portugal a EDP, em Espanha o Santander, no Reino Unido por exemplo a Vodafone e nos estados unidos, praticamente todas as empresas dos índices principais (DJ 30 e Nasdaq 100).

Dividendos

A maioria das blue chips pagam regularmente dividendos, inclusive em períodos de maior crise

Liquidez e Volume de contratação

Ao ter muita liquidez, permite aos investidores contratar em qualquer momento e vender quando se deseje, a diferença de outros valores, que ao não ter tanta liquidez, o processo de compra ou venda pode demorar mais e encontrar com spreads interbancários mais altos.

Valores estáveis e baixa volatilidade

Normalmente, a sua evolução é uniforme, não têm uma tendência de grandes subidas nem baixadas (embora poderia ser que em algum período se disparassem). Mas habitualmente o investidor não terá muitas surpresas na sua cotação. Ao ser empresas muito consolidadas, a sua volatilidade é muito baixa, estes tipos de valores não são aconselháveis para investidores que queiram obter ganhos em curto prazo.

Se quiser aprender mais sobre Bolsa, pode fazer download do nosso manual de gratuitamente

manual bolsa

Artigos Relacionados

O que são Triple Tops e Bottoms ? É um tipo de padrão gráfico usado para a análise técnica, com o fim de prever a inversão do movimento dos preços de um ativo. Os Triple Tops têm 3 picos ou pontas. O que é u...
Evergrande escapa à falência? Hoje falamos sobre as notícias! Os ursos à espera da grande queda nos mercados terão de...

Deixar uma Resposta

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments